17 de junho de 2011

NÃO QUERO ACORDAR


                                                                    

                                         No salão semi-iluminado
                                         Há corpos colados
                                         Com olhos fechados,
                                         Casais apaixonados a bailar.
                                         Não há rostos pra observar
                                         Não há bocas pra censurar
                                         Todos estão a dançar.


                                         Passos curtos
                                         Na aventura noturna
                                         Fugindo da desventura da vida.
                                         Não há ninguém pra apontar
                                         Não há quem queira culpar
                                         Só há encanto  no ar.


                                                        

                                     Luzes de velas nas mesas
                                     Pés que mal saem do lugar
                                     Fingindo movimentos
                                     Pra não afastar os corpos
                                     Que insistem em se abraçar,
                                     Um êxtase profundo
                                     Naquele recanto do mundo


                                     Quero lá estar
                                     Mas não tenho um par
                                     Estou presa no sonho
                                     Mas não quero acordar
                                     Estou a ouvir a música
                                     E em enlevo me sinto.
                                     Mas como quero entrar no recinto!


                                                   

                          Sou estranha naquele perdido paraíso
                          Meu corpo está no leito, insatisfeito
                          E só posso observar
                          Mesmo no sonho, não consigo participar
                          Da dança sensual, das carícias,
                          Daquela forma de amar


                                                     
                               Tudo porque, mesmo dormindo,
                                Não encontrei meu par

25 comentários:

  1. Mari, eu tbm quero encontrar meu par, mas ele chegará na hora certa ;)
    Lindas palavras, dá até arrepio ler!!!
    arrasou!!!

    bjokitas com imenso carinho pra ti!

    ResponderExcluir
  2. Boa noite amiga, vim prestigiar seus poemas, que conduz ao desejo de viver e acordar para a vida. Grata sempre por sua doce e sincera amizade. Lou Moonrise sempre presente aqui no seu lindo espaço. Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
  3. Marilene..
    Parabéns pela imagem que emoldura seu poema..

    Não precisa procurar o amor.. ele vai te encontrar... VC escreve lindamente, mesmo quando é sobre a falta de um amor..

    Um bj no coração

    Ma

    ResponderExcluir
  4. Marilene

    Se souberes sonhar acordada, serás encontrada pelo teu Par Amor do teu Sonho.
    Belo Poema.
    Grato pelo teu Comentário e presença.
    Beijo

    SOL da Esteva
    http://acordarsonhando.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. É muito bom ler você nesta dança de palavras e sentimentos.
    Um beijinho
    oa.s

    ResponderExcluir
  6. Linda poesia e um final de melancólica inspiração.Muito lindo! beijos,ótimo fds,chica

    ResponderExcluir
  7. Que lindo querida!!! Esses versos me lembra um momento vivido, que por minutos sonhei acordada, mas logo acordei e vi que era apenas um sonho, bom seria se tivesse sido real...mais sonhar é bom, um dia alcançaremos o que buscamos...Bjsssss querida e um bom dia!

    ResponderExcluir
  8. Marilene.. rs eu leio os poemas e fico achando que a pessoa esta passando por aquilo.. e como vc aborda este tema da procura constante..eu fico achando que e tudo verdade..rs ainda bem q vc me explicou..
    Bj
    Ma

    ResponderExcluir
  9. Marilene,
    Que bela forma de sonhar! Se partir pro devaneio com certeza vais encontrar o par perfeito para essa dança tão romântica e sensual.
    Beijos e fica com Deus. Um bom dia pra você.

    ResponderExcluir
  10. É incrível Marilene como você consegue nos encantar a cada poema!

    Beijocas super em seu coração e um fantástico fim de semana para você!

    Verinha

    ResponderExcluir
  11. Marilene, muitas vezes nos sentimos assim, não querendo acordar quando estamos vivenciando uma paixão que, nesta altura, nos parece infinito. Mas, como diz a música do nosso querido Vinícius de Morais... que seja eterno enquanto dure, quando acaba esse sentimento, vemos o quanto frágil somos diante do inesperado. É lindo quando abrimos o coração para a paixão, mas o melhor é saber que isso é apenas uma doce ilusão. Amor é coisa eterna que transcende o entendimento e perdura enquanto vivemos. Meu abraço terno e com muita gratidão por sua amizade. Lou MoonrIsE.

    ResponderExcluir
  12. Marilene,
    Ficar sem par no sonho é de arrepiar!!!!
    Ficou lindo o poema.
    Que essa inspiração poética nunca lhe falte.
    Beijokitas.

    ResponderExcluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. Oi Mar+ilene,
    comecei a ler e me dei conta de que meus pés começaram a bater levemente o chão, como a querer acompanhar o ritmo que embalava os casais. Ao final, quis estar em teu sonho, só para perder minha timidez e respeitosamente convidá-la a dançar.
    Ótima sexta-feira para você!

    ResponderExcluir
  15. Marilene

    Havia percebido que o "Acordar Sonhando" (nome de Blogue)estava neste teu belo Poema.
    Fico feliz por poder partilhar (de certo modo) da tua linda inspiração.
    Obrigado por me vires dizer. É a transparência de carácter que se manifestou e isso dá-me muito prazer/orgulho (por ti).

    Beijo

    SOL da Esteva
    http://acordarsonhando.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. Lindo poema. Adorei as imagens que o acompanha tb. bjos e bom fim de semana

    ResponderExcluir
  17. Lindo!!!
    As vezes não queremos acordar de alguns sonhos, né?!

    Bjoka e ótimo fds!!!

    ResponderExcluir
  18. Marilene,
    Fui presenteada pela Acácia Azevedo, do blog Studio Pottery, com o selinho inspiração.
    Ofereço-o a você posto que este seu blog me inspira.
    As regrinhas você já conhece.
    Beijokitas.

    ResponderExcluir
  19. Contigo bailaba ese bello baile que tan hermoso
    lo plasmas en tu poesía.
    una delicia leerte.
    que disfrutes el fin de semana.
    un abrazo.

    ResponderExcluir
  20. Que lindo Marilene,
    muito lindo!
    A dança encanta com certeza,e sem dúvidas vc logo achará seu par...não só pra dançar,mas também para ser seu companheiro em todas as horas...um amor!
    Lindo,amei,bjs e bom fds

    ResponderExcluir
  21. Mari
    Fiquei intrigada do porquê ela não podia participar: era porque, mesmo no sonho, ela não tinha par. Lindo, maravilhoso mas o sonho poderia ter sido mais compreensivo com ela e ter lhe presenteado algúem...rsrsrs...
    Amei, como tudo o que vc escreve. Bjkas e uma linda noite de 6ª feira!

    ResponderExcluir
  22. Nada melhor que o bailado de nossos sonhos... Vãs virtudes, vãs vontades, firmes desejos!!!

    Bravo!

    Bj

    CAtita

    ResponderExcluir
  23. Minha amiga, deixei, no "Selinhos & Afagos" do Cotidiano Agridoce, um presentinho para você, simplesmente porque o teu blog me inspira! Espero que gostes.

    Beijos,
    Débora.

    ResponderExcluir
  24. Amei!

    me deu até tanta vontade
    de sair pra dançar coladinho!

    Um abração querida!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...