8 de setembro de 2011

MINHA PAZ



                                                            


                          Não sei falar de forma diferente
                          Daquela que, com jeito simples,
                          Demonstra o que a alma sente.
                          Uso palavras que não cansam de se ver
                          Em prosa e verso
                          E são elas que se me apresentam
                          Na constância
                          E com as quais sinto a fragrância
                          Que exala dos escritos,
                          Sejam antigos ou modernos
                          Mas para mim, eternos




                                                    

                          Não sei usar composições sofisticadas
                          Permeadas de funções e de sentidos
                          Que exijam interpretação,
                          Desejo apenas que gostem ou desgostem
                          Que vejam risos ou lágrimas
                          Que pensem na natureza ou no mundo
                          Seja quem for o leitor,
                          Instruído ou " vagabundo",
                          Mas que prefira seguir a vida
                          Saciando-se de afeto
                          Sem se analisar correto
                          A todo instante


                                                     

                         Não sei... e se o soubesse não faria
                         Aquele tipo de poesia
                         Repleta de complexidade e a poucos dirigida,
                         A exigir cultura , erudição,
                         Pois que não vemos nela, a nossa vida.
                         Quero ser entendida
                         E não analisada
                         De forma qualitativa
                         Eis que não sou movida pela expectativa
                         De me tornar uma imortal



                                                      

                         Eu sou real e como tal me mostro
                         Eu sou leal ao pensamento que me inspira
                         E esse prazer da escrita, que tão bem me faz,
                         De me tirar, um dia, simplesmente,
                         Ninguém será capaz ...
                         Ele é a minha paz !



                                                                    ( Marilene)



Imagens tiradas da internet . Se, inadvetidamente, estiver ferindo direitos, gentileza comunicar, para imediata correção.

32 comentários:

  1. A gente já tem que lidar com tanta complexidade inerente ao exisir que transformá-las em palavras nos faz ainda mais mortais. A imortalidade está no simples, direto, útil , agradável e por isso, belo e desejado sempre. Adorei, Marilene! Abraços. Paz e bem.

    ResponderExcluir
  2. Adorei,Marilene.,Escreves sempre com muita inspiração!beijos,chica e lindo dia!

    ResponderExcluir
  3. Marilene, faça desta poesia sua apresentação no lado direito do Blog, como perfil?! É uma sugestão...pois achei divino e claro!!!
    EU ADOREI!!! Muito transparente...

    Beijinhos Iluminados, querida amiga!!!
    Paz e Luz!!!

    ResponderExcluir
  4. A verdade minha querida é que você tem transparência, leitura fácil sim, todavia não menos apaixonante e de qualidade.
    Sou assim como você, prefiro um estilo menos rebuscado, onde me entendam e não exija longas ponderações. Aliás poesias desse tipo cansam a mente, e estamos aqui não para analisar estilos e figuras de linguagem e sim para que a escrita nos eleve, divirta e sensibilize a alma.
    Amo seu estilo. E você é uma fofa linda!
    Beijokas doces

    ResponderExcluir
  5. Marilena você é poesia pura. Contigo viajo com os pés no chão e o coração nas estrelas.Bom dia e que o teu caminho de paz te acompanhe pela vida afora.Forte abraço Eloah

    ResponderExcluir
  6. Oi Marilene!!!
    Ainda bem que assim és, para alegria de todos nós. Continua sempre assim, com talento, versatilidade e inspiração. Beijos...

    ResponderExcluir
  7. Bom dia,Marilene!!

    A boa poesia, é aquele que nos encanta, que tem significados que encontram ecos em nosso coração!!
    É exatamente como sua poesia!!De qualidade e belíssima!!!
    beijos!! Lindo dia pra ti!!!

    ResponderExcluir
  8. Mari, minha querida amiga,eu adoro o que escreves exatamente por ser simples, por entendermos no ato. Esse seu jeitinho que é só seu nos encanta, nos enleva a alma.
    Fiquei muuuuito feliz que gostaste do que eu fiz :) te amo!!!
    bjokitas com carinho enorme!

    ResponderExcluir
  9. Marilene, gosto muito de sua poesia, por ser assim, simples de ler com a qual me identifico, eu e a minha alma.

    Um beijo carinhoso
    oa.s

    ResponderExcluir
  10. Marilene, a beleza e a sabedoria não se manifestam no complexo, mas na simplicidade.
    Realmente entendermos e sermos entendidos é a graça da escrita, pois se não podemos compreender, não veremos a beleza, não daremos o valor justo.

    Parabéns pela maestria!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  11. Marilene minha querida...ameiiiii!!! Vocé é sincera, é você mesma, é transparente, você deixa sua alma falar o que sente e eu a admiro muito...
    Eu me vi em seus versos, porque muitas vezes já disse que não sou poeta/escritora, que gosto de brincar com a letras, me faz bem e assim como você, mesmo que soubesse, continuaria escrevendo com a mesma simplicidade, como já me disseram um dia, como se eu estivesse conversando com amigos queridos, informalmente passando meu recado, para que todo aquele que o ler entenda o que quis falar.
    Parabéns amiga, porque você passa o seu recado divinamente bem...beijos...
    Valéria

    ResponderExcluir
  12. Cada um tem o seu estilo, originalidade que faz especial a poesia e quem a escreve. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  13. Belíssima inspiração Marilene, usar de palavras simples que toquem o coração, adorei!
    Beijos

    ResponderExcluir
  14. marilene, gracias por entrar en mi blog y recordarme que existes, pues esta poesia es la mejor que he leido en mucho tiempo, directa, franca y sencilla. saludos

    ResponderExcluir
  15. Boa tarde, Marilene.Para ser muito sincera, não esperava esse desabafo seu, de qualquer modo, ele ficou muito lindo, verdadeiro.
    Creio que quando lemos, sentimos e analisamos o escrito em sua maioria.Tentamos compreender a mensagem passada.
    Bem, eu sei que cada qual tem seu estilo, e este deve ser respeitado, mas também sigo a linha de que a poesia tem de ser clara para a pessoa poder compreendê-la, pois afinal, nem todos entendem uma complexidade de palavras!
    Eu gosto muito do que você escreve, e sinto que esse desabafo possa ter parecido mais com uma resposta que ficou suspensa no ar.
    Um beijo grande, e fique com Deus!
    Tudo de bom!

    ResponderExcluir
  16. Tudo escrito com alma e coração sem muitos enfeites é lindo Marilene, como você...!
    A simplicidade faz a beleza de tudo, e aki não é diferente, adoro seu blog!
    Beijokass
    Amei a apresentação!
    que ninguém tire de voce essa alegria de escrever.

    ResponderExcluir
  17. Kerida
    tenho um presente pra voce...passa lá..e retira. Fiz com carinho! :) Achei muito verdadeiro o que disse.
    o endereço:

    http://kantinhodenil.blogspot.com/p/cartao-para-amigos.html

    beijokasssss

    ResponderExcluir
  18. Marilene

    Também acredito que o verdadeiro poeta é assim como vc descreveu cheio de alma e simplicidade para que o outro o sinta, se vc cria uma redoma em volta do que quer transmitir jamais iremos interpretá-lo e senti-lo.

    Eu me encontrei nas suas palavras por ser uma simples amadora sem nenhuma formação em letras procurando aprender sempre, mas sempre deixando minha alma me levar...

    Bjo carinhoso em seu coração!

    ResponderExcluir
  19. Marilene,
    Amo sua poesia exatamente como ela é. Ao lê-la,
    me envolvo completamente e consigo ver sua alma
    e perceber o alcance de suas palavras. Apesar de cada um ter seu estilo, alguma poesias, de tão rebuscadas, ficam fora do alcance de muitos.
    Além do mais, nos tiram do encantamento que nos deveria envolver enquanto procuramos entender seu sentido e a mensagem do poeta.
    Suas poesias são magníficas e sou sua fã de carteirinha.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  20. Bom dia,Marilene!!

    Lendo novamente fiquei pensando, é bem verdade, ser quem somos é o que nos dá paz!!
    E isso faz toda a diferença!!!
    Beijos pra ti!!
    Linda sexta!!

    ResponderExcluir
  21. MARILENE,
    PEGUEI O SELINHO. ESTOU LEVANDO PARA O MEU ESPAÇO ESPECIAL.
    BEIJOS.

    ResponderExcluir
  22. Sempre fazendo o uso perfeito das palavras em seus poemas, o que nos causa tanto encantamento ao ler!

    Beijão imenso em seu coração Marilene, e desculpe-me pela ausência!

    Verinha

    ResponderExcluir
  23. Marilene, um dia lindo e abençoado para você, com muita paz, amor e inspiração(como se você precisasse)!Rs!

    ResponderExcluir
  24. Nossa que Lindo seu texto Marilene... exatamente como me sinto ao escrever...e acho que se fazer entender é mais fácil alcançar a alma da gente.
    Meus parabéns, amei o poema. Lindo fim de semana pra ti.

    ResponderExcluir
  25. Também prefiro a escrita mais simples, que agrada a quem escreve e a quem lê, Marilene.
    E escrever também atua como uma forma de terapia, para que se possa abstrair dos problemas do cotidiano.
    Até mais.

    ResponderExcluir
  26. olá Marilene!

    fluindo como quem fala sobre seu estado de espírito no momento, tua poesia passa claramente a mensagem, só que isso não é fácil, nem é para qualquer um menos sensitivo. é espontâneo e dá a quem te lê, a possibilidade de passar para dentro do texto revendo-se ou não.
    o que leio de ti tem um cunho pessoal.
    quem não gostaria de ter o teu dom?

    beijo e kandandos

    ResponderExcluir
  27. Muito bom mesmo!
    Obrigada pela visita! :)

    ResponderExcluir
  28. Mari querida, tive que vir aqui, achei lindo o comentário que vc deixou lá no blog "Pensamentos e sentimentos" da Verinha.

    "Algumas pessoas conseguem se declarar com a alma, mesmo que nada digam." pura verdade, li a frase e fiquei pensando nela, analisando! Te admiro demais vc sabe usar as palavras exatas!
    :)
    bjokitas e um lindo findi pra vc!!!

    ResponderExcluir
  29. Marilene..admiração é pouco sobre seu talento!!
    Vc coloca alma na sua escrita!!

    Amo!!!!

    Bj

    ResponderExcluir
  30. Marilene, muito bom!
    Uma das coisas mais difíceis da vida, é o simples. O complexo, por absurdo que pareça, é muito fácil ser feito. O simples, constitui a síntese, o âmago, o principal, que é entender e ser entendido. Difícil? Sim!
    Beijinhos e ótimo fim de semana!

    ResponderExcluir
  31. Marilen boa noite...linda a sua poesia..fala de paz..de simpicidade e estado de espírito..
    muito envolvente e com muito encanto as suas palavras..
    beijos de boa noite

    ResponderExcluir
  32. minha linda menina!
    Ainda bem que vc deixou um espaço para que eu possa fazer meu comentário .
    Vc já sabe que eu te adoro,que suas escritas me deixa mais intelectual,por isso que amo ler-te...aplausos...
    bjssssssss

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...