2 de setembro de 2011

REFLEXÃO


                                                                     


                              Quando meu lado negro
                              Se faz presente,
                              Me ausento.
                              Se não tenho luz para oferecer
                              O que vou mostrar?
                              A vida já tem  nuvens escuras
                              Noites sem lua
                              Dias em que até o sol
                              Se recusa a aparecer ...
                              Pra que, então, mostrar escuridão?


                             Quando minh'alma está em fase
                             Meditativa e nada suave,
                             Eu a deixo quieta, no silêncio,
                             Onde quer ficar
                             Ela tem direito de não ousar se manifestar,
                             De adormecer em sua falta de querer
                             Juntando forças para renascer


                                                   

                               Quando meus olhos estão sem brilho
                               Nada quero fitar
                               Deixo-os, assim, encobertos
                               Sem submetê-los a qualquer apreciação,
                               Pra que não errem em seu julgamento
                               Não vejam além do que existe
                               Não se enganem com a realidade
                               Eis que não  não têm condições
                               Para assimilar a verdade


                               Espero o retorno  das minhas faculdades
                               Para de novo me abrir
                               Para de novo sentir a beleza
                               Ouvir a natureza
                               Apreender a sabedoria de viver


                                                  
                                                                               
                               
                                Assim, posso abrir os braços
                                E olhar o céu, sem me perturbar com
                                As cores das nuvens,
                                Como posso fechá-los e brincar
                                Com a alma já desperta e que,
                                Cansada de reflexão e monotonia
                                Já se sente curada das feridas
                                E pronta pra voar em nova sintonia.


                                                                    (Marilene)


Imagens tiradas da internet . Se, inadvetidamente, estiver ferindo direitos, gentileza comunicar, para imediata correção.

48 comentários:

  1. You are suprising me again....
    it's lovely Marilene.

    greetings and a big hug, Joop

    ResponderExcluir
  2. Ma... se não chegou esta pra chegar....


    Olha..adorei seu poema.
    As vezes não estamos bem. O não nestar bem as vezes depende de muitos fatores externos.
    E penso que nesta hora o melhor mesmo é a gente se reconhecer. A introspeção é bom..faz parte..
    Este silencio interior faz com que a gente se encontre. E se encontrando, reecontre aaqueles momentos que nos fazem felizes.

    Um beijo...mais um lindo poema..

    ResponderExcluir
  3. Precisamos desses momentos de recolhimento.Depois, nossa luz reacende...
    um lindo fds.,beijos,chica

    ResponderExcluir
  4. Minha querida e amada !
    Penetrar neste teu universo é tudo de bom...vou continuar repetindo que vc escreve divinamente...
    Vc exprime ternura e eu te amo...
    Menina! vc nem sabe onde eu te vi,lá no blog do Pedro.
    Passa lá para ver,kkkkkk
    Bjsssss
    http://pedrofransilva.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Até a alma precisa parar, refletir e... seguir sendo alma!
    Que graça teria o dia sem uma noite?!
    Linda, densa e verdadeira poesia!
    Obrigado pelo carinho. Volte sempre!
    Beijo na alma!!

    ResponderExcluir
  6. Adorei este poema forte e envolvente. Vim lhe desejar um lindo fim de semana amiga Marilene. Deus te guarde sempre. Beijinhos. Lou Moonrise.

    ResponderExcluir
  7. Marilene,muito bela postagem.
    Pessoas sábias sabem sempre a hora de sair de cena e recarregar as baterias.
    Esta certíssima.
    Abraços e grata pela sua bela visita em minhas páginas.

    ResponderExcluir
  8. Eu tbém faço assim, qdo estou muito triste me retraio, até porque parece que ninguem consegue suficientemente me entender.

    Boa noite, bjos

    ResponderExcluir
  9. Renascer, renovarmos, como a fenix resurgindo das próprias cinzas. Todos nós somos capazes disso.

    ResponderExcluir
  10. Mari, senti sua falta demais da conta!!!
    Esses momentos de escuridão são complicados, porém necessários. Nesses momentos nem pro céu queremos olhar, mas talvez seja até melhor, pois temos que olhar bem dentro de nós e descobrir o que realmente está errado e só nós e mais ninguém consegue nos salvar dessa escuridão toda.

    Te amo poetiza querida!!!
    :) bjokitas com mega carinho!

    ResponderExcluir
  11. Mari
    Mais um lindo poema!Você está coberta de razão. Quando não estamos bem, é sinal que não estamos bem também para convivermos com alguém. Dividir tristezas não dá, não é verdade? Às vezes nem somos compreendidos, mas sou assim como vc descreveu: vou pro meu cantinho até melhorar...
    Depois dê uma passadinha lá no Amadeirado para dividir comigo a alegria dos 700amigos seguidores. Com certeza vc me dará muita alegria,pois vc tb faz parte dessa conquisa! Bjkas e um ótimo final de semana!

    ResponderExcluir
  12. Olá, Marilene. Bela reflexção! È algo tão profundo e vc expressa de forma tão clara. Todos nós temos as vezes de nos confrontar com isso! Más essa nuvem negra é passageira, questão de tempo! Desejo que vc tenha muitas alegrias e seja sempre feliz! Lindo fim de semana e obrigada sempre. Bjos!

    ResponderExcluir
  13. Lindo, Marilene. Eu só não sei ser assim: muitas vezes, meus escritos expressam dor, desânimo e indignação, sentimentos que, por vezes, são meus, mas que também absorvo de outros... Ah! Ai eu não consigo contê-los: escrevo! rs... Parabéns! Tô adorando te ler. Bjs inquietos, Andreia.

    ResponderExcluir
  14. O texto é chamado, jamais escolhido. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  15. Oi Marilene,
    Não existe melhor maneira de se reencontrar do que a reflexão, o recolhimento. Com o olhar voltado para o nosso interior conseguimos focar os pontos de desequilíbrio e retornamos renascidos.
    Também entendo ser melhor se recolher do que contaminar as pessoas ou os ambientes com um
    mal estar que é somente nosso.
    Você coloca em versos verdades absolutas, como este sentir expresso neste belo poema.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Oi Marilene, tudo bem?
    Lindo!
    Nossa alma tem estados de cores. Nem sempre o preto é escuro, ou o branco, claro. São fases, nuances, porcentagens de cor, de sensações, conforme a tinta que escolhemos na palheta para conduzi-la.
    Beijos e ótimo fim de semana!

    PS.: Estou adorando teus palpites por lá! Sim, estou rindo muito! :)

    ResponderExcluir
  17. Oi Marilene...Lindo Post...Ás vezes precisamos no recolher pra entendermos a nós mesmo....Adorei...
    Tem selinho comemorativo lá no Meu Cantinho...São 100 coraçõers batendo comigo...e vc é uma delas...Obrigada de coração...Passe lá depois...
    Beijos!
    San...

    ResponderExcluir
  18. Belíssima mensagem!

    Tenho mostrado muita escuridão... Creio q tenho q me ausentar.rs

    ResponderExcluir
  19. Faço o mesmo que você Mari, dou o tempo que a luz precisa para retornar, só não dou trela para a escuridão, não lhe dedico muitos versos, não lhe dou mais direitos do que tem, não a alimento, nem permito que faça ninho em minha cabeça, pousar é inevitável mas aninhá-la ou não é nossa escolha como diz o provérbio.

    Bem vinda à claridade!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  20. Realmente Marilene.. nos momentos em que as "nevenzinhas negras" teimam em pairar sobre nossos dias.. não conseguimos transmitir nada que seja muito bom.. e com isso a melhora coisa é nos afastarmos até que elas nos deixem!

    Beijo grande em seu coração e um lindo fim de semana para você!

    Verinha

    Ops. vi seus comentários... eles estão todos lá sim... é que para variar, eu na minha atrapalhada toda, não os tinha aceitado ainda :)

    ResponderExcluir
  21. Muita sabedoria se apodera desse grande coração para filtrar as minhas palavras tão... perfeitamente.

    Por vezes temos de ser sábios o suficiente e aguardar a alma no silêncio quando a escuridão se aproxima. Pensar com o coração é o mais correto. Um enorme beijo, e fique sabendo que sempre a leio com entusiasmo.

    ResponderExcluir
  22. Lindo poema... verdadeiramente é belo saber a hora exata de estar, ausentar... escolher!
    Um grande beijo... um lindo fim de semana!

    ResponderExcluir
  23. Tua poesia é doce... envolvente!...


    Beijos!
    AL

    ResponderExcluir
  24. Oi Marilene!!!
    Temos necessidade de recarregarmos baterias, reflectindo, fazendo um recolhimento e renascer para a vida. Continuação de om fim de semana. Beijos...

    ResponderExcluir
  25. Se retirar é sempre preciso para que recarregar as baterias... afinal o ser humano só pode dar aquilo que tem.

    Reclusão tem seu papel positivo nas relações.

    Ótimo Sábado pra ti!

    Gisley Scott
    www.vivendolaforanoseua.blogspot.com

    ResponderExcluir
  26. " Ela tem direito de não ousar se manifestar,De adormecer em sua falta de querer Juntando forças para renascer "

    Sua escrita tem um grande entendimento da alma , ou uma n~~ao compreensão afim de investigar todo mistério nela existente. Sua escrita é numerosa , vasta de cutualidade , reflexão , enegmático .
    Mas tudo isso não define a sua arte , sua arte tem como momento apíce o seu processar das ideias , isso é fabuloso ! Há muito queria comentar em seu bloggger mas não conseguia devido a minha conexão que é muito lenta. Sua escrita forte , não podemos tocá-la mas podemos sentí-la . Tenha uma semana maravilhosa de infinita paz interior . Abraços !

    ResponderExcluir
  27. Às vezes é necessário recolhermos à sombra, para podermos retornar com uma luz revigorada. Bela reflexão, exposta de uma forma maravilhosa.

    Bom fim-de-semana

    Runa

    ResponderExcluir
  28. Linda reflexão Marilena!Recolher-se para curar feridas é a maneira mais sadia de enfrentar as dores.Mas como tudo passa ou ameniza na vida, estamos predispostos a cura. Assim renovados, outra vez, alçar grandes e novos voos.Que o teu final de semana seja de muita luz.Bjs Eloah

    ResponderExcluir
  29. É verdade mesmo querida Marilene!
    Poe vezes só no silencio nos apercebemos que não refletimos como deveria ser e então voltamos a traz e colocamos nossos sentidos no verdadeiro sentido de vida!

    Adoro as tuas poesias querida Advogada!

    Um beijo bem grande!

    ResponderExcluir
  30. Que lindo, Marilene!!!
    Tem períodos que são exatamente assim, como disseste de forma tão bela e elegante em versos!!!
    Ainda bem que passa e nos sentimos renovadas!
    Beijos pra ti!!
    Boa noite!!
    **Muito obrigada pelo gentil comentário!!!
    Fiquei muito feliz!!!
    OBRIGADA!

    ResponderExcluir
  31. Marilene, ótima reflexão, Tem dias que acordamos assim com nuvens preta pairando no ar...Por vezes precisamos parar, pensar, refletir,recarregar as energias, e esperar que o amanhã sempre trás nova luz, e novas esperanças.Desejo um ótimo fim de semana cheio de coisas especiais. Beijo grande!

    Smareis

    ResponderExcluir
  32. Querida Marilene,
    Poema de profunda reflexão. Lindo e cativante.
    Leva-nos a esperar o amanhã com aquela vontade inquietante para saber como vai ser ou o que irá acontecer. Encantei-me com o poema, amiga.
    Parabéns pela escolha do tema.
    Deixo-te um super beijo e votos de um findi com muita paz e amor.
    Maria Paraguassu.

    ResponderExcluir
  33. Marilene

    Do magnifico poema fixei: "para quê mostrarmos escuridão?" Digo seu, não precisará a mesma vida de abertura à alegria e à felicidade?
    Beijos

    ResponderExcluir
  34. Bom dia,Marilene!!!

    Vim desejar-lhe um ótimo domingo!!
    Que seja bem alegre!
    Beijos pra ti!

    ResponderExcluir
  35. que lindo, minha amiga, tenha um ótimo domingo

    ResponderExcluir
  36. Bom dia,Marlene!As vezes precisamso de um tempo a sós com nossa alma, ouvi-la, dar um colo a ela, pois só assim conseguimos nos reerguer.
    Beijossss

    ResponderExcluir
  37. Marilene, eu tb faço assim.
    Quando não to bem, fico na minha, pra não passar isso pra ninguém.(tristeza, falta de humor, tb contagia) Se temos que passar algo pros outros que seja alegria, assim eu penso.
    Lindo seu poema reflexivo.
    Você escreve muito bem.
    Amo te ler. Bejokass
    (sigo poucos blog e dentre eles o seu me encanta)
    Bjosss

    ResponderExcluir
  38. Bom domingo, Marilene! O seu poema é maravilhoso, como todos os outros que saíram da sua alma.Parabéns!
    Penso que todas as pessoas têm momentos assim, e como você mesma escreveu ,"Quando o meu lado negro se faz presente, me ausento".
    É a melhor maneira de descobrirmos o que está acontecendo conosco, sermos sinceros, e procurarmos nos entender.Às vezes, chorar muito até nos basta para limparmos a nossa alma, desaprisionar o nosso interior em busca de uma salvação para nós mesmos.
    Esse processo, pode até demorar, mas não é em si o tempo cronológico que conta, e sim o espiritual.Na hora que tiver de ser, nos levantaremos mais fortes, com convicção de que a ausência, foi muito necessária para o nosso aprendizado!Essa é a minha opinião!
    Um beijo imenso, talentosa poetisa!
    Fique com Deus, e a simplicidade interior!

    ResponderExcluir
  39. Marilene,

    Existem momentos em que estamos fabricando perolas!!
    Seu poema é uma jóia rara!!

    Beijos :)

    ResponderExcluir
  40. Momentos onde as palavras se enroscam num lindo poema.
    Belo querida!
    Bjs, em divina amizade.
    Sonia Guzzi

    ResponderExcluir
  41. MARILENE

    Sua reflexão
    Soou dentro de mim
    Eu ouvi cada estrofe
    Mergulhada em seu íntimo
    Num poema sublime e envolvente... Simplesmente mágico!

    Desejo-lhe uma semana abençoada.

    Beijos!

    Regilene

    ResponderExcluir
  42. Quantos elógios em amiga querida!
    isso é gratificante,e nunca me enganei com vc,sempre te falei que vc se surreende nas suas escritas...aplausos sempre...
    bjssssssssssssss

    ResponderExcluir
  43. Mar+ilene,
    taí, você é uma mulher que sabe a hora certa de apagar a luz. rsrs
    Ótima semana para você!

    ResponderExcluir
  44. Nossaaa..
    Maravilhoso!! Sem comentários..
    Abração e obrigado pela visita no meu humilde blog :D

    ResponderExcluir
  45. Juntar forças para renascer... é... já viu meu último post? Pois é, renascer...
    Bom demais estar por aqui, Lene!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  46. em cada morte, um novo renascer.
    beijinho!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...