15 de outubro de 2011

IDENTIDADE



                                                             


                            Juntei  cores e flores
                            Perfumes e sabores
                            Mas os olhei na individualidade,
                            Para que pudesse apreciar,
                            De cada um, a verdadeira qualidade.
                            A visão do todo, encanta,
                            Mas a ausência de uma única parte
                            Desfaz o brilho dos olhos
                            E prejudica a arte


                            Em tudo e todos há identidades
                            Que não se fundem
                            Nem no amor, nem na amizade.
                            Parecidos, análogos, semelhantes
                            Que, se perto,  podem se completar,
                            Mas nunca se igualar
                            Inteiras peças no tabuleiro da vida
                            Por opção, às vezes dividida,
                            Mas nem sempre entendida na razão




                                                      


                            A unidade é fundamento
                            Pra todo tipo de relação
                            Seja na natureza
                            Na decoração, no coração
                            Estruturas diversas, com sua natural complexidade
                            Que só permanecem unidas
                            Com o predomínio da verdade.
                            Sós, já são completos,
                            E mesmo juntos, em nome do afeto
                            Não perdem sua essência,
                            Na convivência


                                                             
                                                
                            
                            Mantêm as flores sua espécie
                            Os corpos o seu perfume
                            Cada prato, seu sabor
                            E só respeitando as diferenças
                            A união de inteiros distintos
                            Pode resultar no amor


                                                                        (Marilene)


Imagens retiradas da internet. Se, inadvertidamente, estiver ferindo direito, gentileza comunicar, para imediata correção.


Mais uma vez , meu querido amigo BARCELLOS, me encanta. Sua sensibilidade e qualidade poética são dignas de elogios.
O poema que colocou como comentário a este post não pode ficar onde está. É um presente valioso e, por isso, eu o coloco junto ao meu, com enorme prazer. OBRIGADA!

Minha foto

                                  O teu poema é maior
                                  Do que os versos que cantaste,
                                  Assim como o branco e o negro
                                  Destacam-se pelo contraste.

                                  És igual a tanta gente,
                                  Mas destacas-te dos mais
                                  Porque tu és diferente
                                  Dos que não se acham iguais.

                                  E quem achar o contrário
                                  Não te conhece, menina,
                                  Não vê o teu relicário;

                                  E eu sigo na minha sina
                                  De cantar em comentário
                                  Tua poesia divina!


                                                          (R.R.Barcellos)
                                       

46 comentários:

  1. MARILENE, que texto maravilhoso. Tem que ser lido, sentido e pensado em cada estrofe. Uma poética orientação para conseguir entender que só se respeitando as diferenças é que a união de inteiros distintos pode resultar no amor. Adorei!
    Beijos com carinho no seu coração.
    Manoel.

    ResponderExcluir
  2. Confesso que eu não percebo outra forma de amar, senão, a partir do respeito. Seu texto é bastante pertinente, e nos leva à um profunda reflexão, uma sacudida para as relações que temos, as que queremos, e as que não queremos. O que não se encaixa na vida, é porque de algum modo sobra, é excesso...

    Beijo!

    ;)

    ResponderExcluir
  3. Gostei do seu texto, o respeito é bastante importante em qualquer relacionamento afetivo. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  4. O todo é maior que a soma das partes, assim como o teu poema é maior que a soma dos versos que cantaste. Pois tu és diferente dos que não aceitam as diferenças entre os iguais.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Olá Marilene, belíssimo texto, as diferenças e indiferenças existem, mas quando se coloca o respeito em primeiro plano, não haverá divergências, nem desigualdades..e assim prevalece o amor em toda a sua essência.
    precisamos sempre estar refletindo isso em nosso cotidiano, se não estamos fazendo essa indiferença...

    Parabéns pelo seu blog, amei
    Abraços de outono
    Giovanna

    ResponderExcluir
  6. Marilene

    Que melhor haverá na vida que juntar flores e sabores, se lhe juntarmos amores? Durante a leitura do precioso poema pareceu-me detectá-los subentendidos.
    baijos

    ResponderExcluir
  7. M e n i n a!Virou arte essa poesia.
    Que delicadae profunda...
    Nossa Marilene, tudo tão lindo o poema, as imagens, a casa (blog).

    Amei!
    Beijinho

    ResponderExcluir
  8. Bom dia minha linda!
    Aqui está tudo tão belo,tão primaveril que te deixo muitos beijos com sabor das flores...
    Sua poesia sempre nos traz a delicadeza das letras expressa nas palavras...
    Hoje estou no blog CHAZINHO DA TARDE,
    http://selmaris.blogspot.com/
    sendo entrevistada falando de FOLHAS DE OUTONO.Da qual convido para dar uma passadinha sem compromisso para ler mais sobre mim,kkkkkkkkkkk,estou querendo muito de vc né!Mas amigo é assim ,queremos sempre por pertinho,acarinhando e dando amor tbm,não achas,e se possivel comentando,pois assim que vive o blogueiro,mesmo eles dizendo que não liga em receber comentários...acho isso uma balela.Eu amo os comentários que recebo,se pudesse retirava da net e guardava numa caixinha de chave para nunca perder,kkkkkkkk,eu sou assim querida e vc para ser minha amiga vai ter que concordar,kkkkkk.
    bjs minha flor para aquecer teu dia!

    ResponderExcluir
  9. Lindo poema! Alma verdade! Cor, amor, vida, sabor, flores....!!!!!!!
    Abraços
    Ivone

    ResponderExcluir
  10. E que essas cores sejam únicas, sejam puras, sejam a mais perfeita mistura de sentimentos e paz...beijos de bom sábado.

    ResponderExcluir
  11. Lindo poema, Mari!
    Adorei essa parte, os úlimos versos: E só respeitando as diferenças
    A união de inteiros distintos
    Pode resultar no amor.

    Pura verdade!
    Saudades de vir aqui!
    beijão

    ResponderExcluir
  12. LINDO Marilene como todos que ja li aqui!
    Somos todos parte de um todo e só havéra harmonia se houver respeito e aceitação do outro como ele é.
    Isso implica mesmo em amar as pessoas como são.
    Beijossss e bom fds pra ti querida! :)

    ResponderExcluir
  13. Marilene, realmente vc escreve com o coração. Muito belo o texto! Parabéns! Tenha um ótimo fim de semana. Bjs

    ResponderExcluir
  14. Hoje estou passando para desejar
    um feliz final de semana.
    Deixar um carinho meu como
    sempre tento fazer sempre.
    Em cada blog onde encontrei carinho
    e amizade sincéra.
    O amor por você nasce desse contato
    simples que sempre tento passar .
    Gosto de ver você no meu blog ,
    mais sei que nem sempre é possivel.
    Graças a Deus você tem uma infinidade de amizades.
    Bjs,no coração e na alma.
    Evanir.
    Um feliz dia do professor
    caso ñ for essa sua profissão
    não importa um dia todos nos tivemos um.

    ResponderExcluir
  15. MANA,
    MARAVILHOSO ESTE POEMA! Um verdadeiro encanto!
    Para ler e reler.
    Com certeza, a união de duas individualidades somente terá sucesso através do respeito das diferenças naturais pertinentes a cada parte.
    Somente com este repeito poderá haver um amor verdadeiro e pleno.
    Beijokitas.

    ResponderExcluir
  16. As diferenças só podem fazer bem ao amor.
    Afinal, somos únicos e irrepetíveis...
    Magnífico poema, gostei muito.
    Beijos, querida amiga.

    ResponderExcluir
  17. Que beleza, Marilene!

    "Sós, já são completos"...muito lindo todo o poema!
    Vim avisá-la, minha amiga, que já coloquei uma aba especial no meu blog Botões de Madrepérola para que todos possam inteirar-se das Instruções de como participar do Projeto Lexicoterapia - Adormecer e Acordar Palavras. Ok?
    Espero você...
    Um beijo grande!

    *Esse background do seu blog é lindo demais!!!Parabéns pela escolha.

    ResponderExcluir
  18. O teu poema é maior
    Do que os versos que cantaste,
    Assim como o branco e o negro
    Destacam-se pelo contraste.

    Ës igual a tanta gente,
    Mas destacas-te dos mais
    Porque tu és diferente
    Dos que não se acham iguais.

    E quem achar o contrário
    Não te conhece, menina,
    Não vê o teu relicário;

    E eu sigo na minha sina
    De cantar em comentário
    Tua poesia divina!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  19. Mari querida, primeiro: fiquei encantada com a segunda imagem!!!! Nossa, muito linda!

    Que maravila de post, cada um é mais lindo que o outro amiga. Vc é DEMAISSSSSSSSSS!!!! Sim com muitos "s".
    Somos todos ímpares, por mais parecidos que possamos parecer e a harmonia surge quando a melodia da outra alma sendo ela qual for encante a nossa e nasce um amor verdadeiro e lindo :)

    Lindos versos que seu amigo fez, e vc os merece!

    bjokitas com master carinho no seu core.

    ResponderExcluir
  20. Motivos cívicos de força muito grande forçam-me a usar o vosso mail para vincular este alerta,
    Peço desculpa, desde já.

    Por favor tomem conhecimento do conteúdo deste blogue e defendam-se:
    http://recusecontadoresinteligentes.blogspot.com/

    Passem e repassem a informação junto dos vossos amigos e colaboradores,
    Obrigado

    ResponderExcluir
  21. Boa noite, Marilene. Parabéns mais uma vez pelo belíssimo poema, suas imagens, e a compreensão de que somos partículas, somos únicos, e é essa unidade que forma um todo.
    O respeito é fundamental, sem o qual não se tem qualidade de vida.
    Parabéns ao poeta, muito inspirado.
    De fato, és única e diferente!
    Um beijo grande, e fique com Deus!

    ResponderExcluir
  22. Olá Marilene. Belissimo amiga e verdadeiro. Respeitando as diferenças a união de íntimos distintos pode resultar no amor. Amei! Belas imagens e adorei o novo visual do blog. Obrigada sempre pelo carinho e tenha um lindo domingo de paz ! Bjos e todo meu carinho.

    ResponderExcluir
  23. a unidade e a unicidade como garante da coesão, na palavra como na vida.
    belo texto, querida amiga!
    beijinho!

    ResponderExcluir
  24. Um bom domingo e uma ótima semana pra ti minha amiga...beijos.

    ResponderExcluir
  25. Não se permita entristecer,
    por nada nesse Domingo.
    Mostre a todos o valor do seu sorriso
    aproveite esse Dia para ser feliz
    Faça chuva ou Sol estarei sempre aqui para dizer
    que te amo.
    Um lindo e feliz Domingo.
    Beijos no coração.
    Evanir

    ResponderExcluir
  26. Marilene

    O mais profundo, o mais belo, o mais conseguido dos teus Poemas. Está lá tudo.
    Magnífico!
    Mais palavras, Amiga, estragariam a tua Obra.


    Beijos

    SOL

    ResponderExcluir
  27. Que lindo Marilene!Escrevestes divinamente sobre a individualidade e a importância da coesão.Isto se chama inspiração poética e sabedoria.Amei!!Querida estive sem acesso aos Blogs por cerca de 5 dias,algum problema do Blogger, mas estou de volta.Felicidades sempre.Bjs Eloah

    ResponderExcluir
  28. Adorável seu poema querida... individualidade e unidade, dadas as mãos...e lindíssima a interação poética do amigo R.R. Barcellos...
    Beijinhos e parabéns pela inspiração dos dois...
    Valéria

    ResponderExcluir
  29. Mantêm as flores sua espécie
    Os corpos o seu perfume
    Cada prato, seu sabor
    E só respeitando as diferenças
    A união de inteiros distintos
    Pode resultar no amor
    Minha querida, este trecho foi deveras encantador e resumiu tudo aquilo que do Bem emana.
    Um abraço, beijos.

    ResponderExcluir
  30. Boa noite, Marilene!

    Receita de Paz

    Ora com mais confiança em Deus.
    Trabalha um tanto mais.
    Serve com mais alegria.
    Age mais caridosamente.
    Desculpa as faltas alheias com mais compaixão pelos ofensores.
    Usa mais calma, particularmente nas horas difíceis.
    Tolera, com mais paciência, as situações desagradáveis.
    Coloca mais gentileza no trato pessoal.
    Emprega mais serenidade na travessia de qualquer provação.
    E, assim, com a benção de Deus, encontrarás mais segurança e paz, nas estradas do tempo, garantindo-te o êxito preciso nos deveres de cada dia, a caminho da vida maior.
    (Emmanuel-Chico Xavier)

    Um abraço carinhoso e que a semana que se inicia lhe seja repleta de bênçãos!

    A paz esteja contigo

    http://hajalluz.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  31. Marilene,que belas palavras a nos dizer algo que sabemos,porém não procuramos entender na sua profundidade.Somos seres diferentes em tudo e nas profundezas do poema é que notamos que é na diferença que nos tornamos iguais no amor, na solidariedade e na humildade.Belo texto.Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  32. Oi Marilene, vim te deixar um beijinho.
    Com carinho...

    ResponderExcluir
  33. Belissimo poema amiga nesta linda desmontagem das partes que se completam.A gente fica pensando que as imagens fizeram a inspiração.Sábia decisão ao soneto do Barcellos.
    Meu carinhoso abraço de paz.
    Uma bela semana a voce.

    ResponderExcluir
  34. Olá, Marilene.
    Vim conhecer seu canto, depois da sua visita simpática e gentil lá no Inquietude.

    Seus versos são encantadores, ainda mais estampados com os de Rodolfo, o poeta mais generoso dessa blogosfera, meu amigo querido.

    Beijos.
    Boa semana.

    ResponderExcluir
  35. Todas iguais,

    todas diferentes,

    as cores e flores!


    bjsss

    ResponderExcluir
  36. Flores, sabores e amores... Tudo igualmente diferente... Diferentemente igual... Lindo amiga Mari!!
    Uma semana de luz pra ti flor,
    Bjsss

    ResponderExcluir
  37. Marilene,
    que coisa sublime!!

    Teu poema, "inteiro" e lindo! E o poema-comentário do Barcelos é show mesmo!!

    Muita poesia por aqui!

    Um beijo e meu carinho!

    ResponderExcluir
  38. (Sabe que tive que tentar várias vezes pra comentar você! Não conseguia enviar o comentário, sumia tudo! rsss)

    Um beijo!

    ResponderExcluir
  39. MANA,
    Voltei para ver o poema-comentário do Barcellos.
    Um comentário digno de você e de seu belíssimo poema.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  40. Por mais que amenos num todo, a separação virá, porque nem tudo é igual.
    As flores, apesar do seu perfume têm cores diferentes. As borboletas com a sua majestosa beleza também são diferentes...
    O amor é amar a diferença.
    Beijo, gostei muito deste seu poema
    Abrç

    ResponderExcluir
  41. Bom dia,Marilene!!

    Belíssima tua poesia!!E as imagens que escolheste realçaram o encanto e a delicadeza dos versos!!!
    Lindo de ler e ver!!
    Parabéns pelo belo poema do seu amigo!!Você merece!!!!
    O visual do blog ficou LINDO!!!!!
    Beijos pra ti!!Tudo de bom!
    **Meu filho vai ter que usar óculos.Fiquei mais tranquila...estávamos investigando os sintomas dele(dor na cabeça, visão embaçada...etc...)e estava ficando muito preocupada...vida de mãe não é fácil...mas agora já estou aliviada!
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  42. Que lindo isso, Marilene!!!!

    O que existe são as semelhanças... Cada qual, na natureza toda tem suas particularidades que torna todos os seres únicos, pois não fomos criados em série...Deus nos fez assim: especiais. E viva a diferença!

    Beijão pra ti e uma boa semana!

    Nel

    ResponderExcluir
  43. Peças que se fundem numa entrega autêntica. Peças que se completam no canteiro da vida…Bjs

    ResponderExcluir
  44. Uma bela segunda feira pra ti minha amiga querida e uma semana repleta de poesia e carinho...beijos e beijos.

    ResponderExcluir
  45. Espetacular !
    A unidade é fundamento pra todo tipo de relação
    E só respeitando as diferenças que o amor flui naturalmente."Não existe outra via para a solidariedade humana".
    Lindos versos do poeta R.R. Barcellos.
    Ótimo começo de semana.

    ResponderExcluir
  46. Bravooooo...

    "...Mantêm as flores sua espécie Os corpos o seu perfume Cada prato, seu sabor
    E só respeitando as diferenças A união de inteiros distintos Pode resultar no amor..."
    Adorável Poema!!

    Parabéns pela homenagem do Barcellos ,lindo demais!!!Você merece!!!

    Tenha uma Semana Iluminada!!
    Paz e Luz!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...