20 de novembro de 2011

AINDA ESPERO


                                                                    
                                                                
                          Ainda espero 
                          Sem olhar o relógio,
                          Sem ficar à janela,
                          Sem correr até a porta ,
                          Poder vê-lo de volta
                          E sentir seu abraço
                          Como se nosso laço
                          Superasse os percalços
                          De uma decepção


                          Ainda espero
                          Namorando a paisagem
                          Que o envolva a coragem
                          E o traga ao jardim
                          Onde flor me transformo
                          E perfume transbordo
                          No silencioso pedido
                          De abrigo



                                                   
                           Ainda espero
                           Quando diante do mar
                           Vejo as ondas que quebram
                           E que sempre retornam
                           Para a areia alcançar.
                           Fecho os olhos e, ao longe,
                           Sinto o barco voltar,
                           Sem amarras


                           Ainda espero
                           No voo das aves
                           Em busca do ninho
                           E na canção do vento
                           Que conhece o caminho.



                                                                   
                          Me desnudo de sombras
                          E me enlaço nas cores
                          Que festejam amores,
                          Me envolvo em um véu
                          Transparente
                          Pra mostrar que a saudade
                          É constante
                          E só aguardo o instante
                          De poder reviver
                          Um feliz despertar...
                          Sem esperas!


                                                                (Marilene)


(Imagens retiradas da internet. Se, inadvertidamente, estiver ferindo direitos, solicito seja avisada, para imediata regularização)

34 comentários:

  1. MARILENE, essa foi a espera mais sensível, poética e criativa que já vi. Linda!
    Beijo no seu coração.
    Manoel.

    ResponderExcluir
  2. O esperar no amor é a fase de despertar que nos faz amar e sentir verdadeiramente o que é saber esperar... e valer a pena
    lindo poema
    Abraços
    Giovanna

    ResponderExcluir
  3. Belo alvorecer minha linda menina!
    Só vc para fazer do amor ,em belas palavras um aconchego neste poema cheio de sentimentos e emoções...
    Aproveito para te convidar a passar no blog do meu amigo Daniel para ver o dueto que ele me botou,kkkkkkkkk
    http://encontroslusobrasileiros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Nice Post !!
    Gio'
    http://remenberphoto.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. oi Marilene paz
    lindo poema amiga,um maravilhoso domingo na presença de Deus, beijinhos

    ResponderExcluir
  6. Belo poema! Toda espera tem suas gratificações... E, no tempo certo somos agraciados em nossos desejos!
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
  7. Marilene

    sempre esperamos,mesmo que se diga que não.

    este poema na sua simplicidade tocou-me muito.

    um bom domingo

    beij

    ResponderExcluir
  8. Olá Marlene!

    "...Me desnudo de sombras E me enlaço nas cores Que festejam amores..."
    Bravooooo...!!Maravilhosos Poema!!

    P,s: Hoje é Aniversário do Blog Luz, 1 Ano, venha comemorar comigo!!

    Beijinhos Iluminados!!
    Muita Luz!!

    ResponderExcluir
  9. You are GREAT Marilene,
    my compliments for this wonderful work.

    Greetings and a hug, Joop

    ResponderExcluir
  10. Espera em versos que o amor chega em poesia de alma...beijos de boa semana pra ti amiga.

    ResponderExcluir
  11. Uma cama amarrotada pela passagem do amor
    Lençóis que aprisionam o calor
    Suspiros espalhados pelo chão
    Uma imagem santificada sustenta o louvor

    Uma pecadora ungida pela chuva
    A sorte e a morte em bravata eterna
    As ave marias que uma boca vomita
    Para no céu ser, clemente a sua pena

    Já não há xailes negros na ilha
    Já ninguém liga a agoiros
    O mar continua açoitar a costa
    Deixando despojos, tesouros

    Bom domingo

    Terno beijo

    ResponderExcluir
  12. Lindo, Marilene, uma chamado de amor!!

    Beijos e bom domingo

    Luzia

    ResponderExcluir
  13. "Quem espera sempre alcança",
    Diz o dito popular;
    Essa é a melhor esperança:
    Esperar sem duvidar.
    Ter no amor tal confiança
    Que nem nos vem a lembrança
    De ao menos o relógio olhar!

    E você conseguiu de novo, menina... obrigado.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  14. Muito bom poema!
    Lendo seus versos sentimos as emoções, como se nossas fossem!
    Parabéns e um grande abraço

    ResponderExcluir
  15. Minha poetisa que encanta, acho o esperar às vezes desesperador. Depois de uma séria conversa com meus botões decidi viver sem esperar (nem sempre consigo rsrs), mas não espero nadica e quando vem ou quem vem é uma surpresa deliciosa :)
    Mas quando é verdadeiro Mari, sempre vem.

    beijokitas recheadas de muiiito amor!!!

    ResponderExcluir
  16. Lindo esperar poético. As vezes esperar é cansativo, deprimente. Por vezes a espera é bem gratificante.Parabéns poetisa, lindos versos! Ótimo começo de semana cheio de coisas especias. Bjs grande!

    ResponderExcluir
  17. Minha querida amiga, como sempre buscas na alma a doçura,a delicadeza e a sensibilidade para trazer o sentimento a flor da pele e de esperas fazer a saudade.Lindo demais!
    "E só aguardo o instante
    De poder reviver
    Um feliz despertar...
    Sem esperas!" ( eu também)
    Tenhas uma semana iluminada e feliz.Bjs Eloah

    ResponderExcluir
  18. Lindos versos num texto maravilhoso! Parabens mais uma vez!

    ResponderExcluir
  19. OI MANA,
    ABSOLUTAMENTE ENCANTADOR!
    A espera é sempre dolorosa, mas vejo no poema uma espera serena e confiante.
    As imagens são lindas.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  20. Muito lindo, Marilene, parabéns!

    Eu ainda espero olhando para o relógio, como fiz agora, aos suspiros...

    Ai, ai...

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  21. Marilene,
    que linda espera!
    O mais esquisito é perceber que quando não precisar mais se esperar, tudo começa de novo, num novo e novo esperar...

    Marilene, querida!
    Quero muito te agradecer o carinho pelo 1 ano do Humoremconto! Te admiro muito, a ti e tua maninha Verinha!
    Beijos as duas! Vou lá dizer isso a ela :)
    Ótima semana iluminada, para ti e família!

    ResponderExcluir
  22. Acho que se é para esperar pela pessoa amada, toda e qualquer espera vale a pena, Marilene.
    Lindos versos, com sempre.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  23. Olá amiga. Linda espera! Versos profundos. Uma espera confiante. Bela inspiração querida poetiza! Admiro e gosto muito de vc. Obrigada sempre! Bjos e linda semana.

    ResponderExcluir
  24. Uma espera feita de serenidade. Uma semana maravilhosa pra você, bjs
    Ivana

    ResponderExcluir
  25. Uma bela segunda pra ti minha amiga e uma semana de versos e paz...beijos e beijos.

    ResponderExcluir
  26. Bom dia,Marilene!!

    Amei poetisa!!!Viajei nos seus versos como numa história!!E me vi personagem esperando o amado!!!Ah!!!Puro romantismo!!!Belíssimas as imagens escolhidas!!!
    Beijos pra ti!!!!
    Tudo de bom!

    ResponderExcluir
  27. Precioso todo lo que escribes, un poema con unos hermosos versos llenos de esperanza, gracias por compartir. Que pases una feliz semana llena de sensaciones positivas. Un beso desde la distancia de un amigo.

    ResponderExcluir
  28. Absolutamente divinos seus versos querida... é de tocar a alma, de sensibilizar o coração de tão lindos...
    Que seja feliz sua semana amiga...beijinhos
    Valéria

    ResponderExcluir
  29. Uma espera feita com muita serenidade, esperança e amor, lindo!
    Adorei também as imagens, boa escolha.
    Bjs

    ResponderExcluir
  30. Oi Marilene,

    LIndo poema!

    esperas fazem parte, assim como as atitudes! É preciso viver as duas fases! Cada qual a seu tempo!

    Beijos e uma ótima semana

    ResponderExcluir
  31. O verdadeiro amor não espera ser convidado, antes que ele foi convidado e oferecido em primeiro lugar.

    bjs

    ResponderExcluir
  32. Por mais incongruente que seja, essa espera é doce

    Beijos!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...