29 de novembro de 2011

SILÊNCIO !



                                              
                                Silêncio!
                                Ouço a voz que vem de dentro .
                                Qual em tela de um pintor
                                Fiz a minha criação.
                                Ornei com lindos sorrisos
                                Suas feições sempre amargas,
                                Coloquei raios de luz
                                Em seus olhos sempre frios,
                                Teci mantas delicadas
                                Para lhe abrigar do frio,
                                Na tola tentativa de iludir o coração


                                                  
                                 Silêncio!
                                 Eu estou a despertar.
                                 Frente a esboço tão perfeito
                                 Acabei por me apaixonar
                                 Você é arte da imaginação
                                 Um fruto de louca ilusão


                                                  
                                Silêncio!
                                Já me ungi com a verdade.
                                Sou a mesma,  constatei,
                                Mas aquele a quem amei
                                Não está na realidade,
                                Não merece mais saudade
                                Não existe ... eu o criei


                                                                            (Marilene)

(Imagens retiradas da internet. Se, inadvertidamente, estiver a ferir direitos, solicito seja avisada, para imediata regularização)

40 comentários:

  1. "Silêncio!
    Eu estou a despertar"
    Gostei disso, mas como um todo curti o poema e o blog..

    beijo beijo
    ;)
    Luz e amor

    ResponderExcluir
  2. Silêncio, esses dias estou precisando disso para despertar algo que está dentro de mim...
    obrigada por este lindo presente em seus versos.
    Abraços
    Giovanna

    ResponderExcluir
  3. Olá Marilene. Bom dia querida amiga! Lindo como tuda que escreves... neste contesto tantas verdades.Sou a mesma, costatei. Más aquele a quem amei anão está na realidade. Não merece mais saudade... não existe... eu o criei. Este texto sou eu. Minha vida!È pra refletir! Bjos e obrigada por tanto carinho. Exelente dia pra vc!

    ResponderExcluir
  4. You are a great telent Marilene..... i like this so very much....my compliments.

    warm greetings and a big hug, Joop

    ResponderExcluir
  5. Olá Mary, tudo bem?

    Muito lindo o poema viu, e o silêncio as vezes é um poema por si só!

    Um beijão e fica com Deus!

    ResponderExcluir
  6. E que lindo quatro pintastes Srta, uma poesia que expressa a inspiração! lindo, abraços

    ResponderExcluir
  7. Silêncio que faz ver e perceber a realidade... LINDO! beijos,chica

    ResponderExcluir
  8. O silêncio é o grito que sai da alma...profundo e verdadeiro...beijos de bom dia pra ti amiga.

    ResponderExcluir
  9. Bom dia...e se o que tiveres a falar for maior que meu silencio, e melhor calar-se...Adorei! Bjin

    ResponderExcluir
  10. Chave de ouro 24k fechando um silêncio eloquente. Magnífico!

    ResponderExcluir
  11. oi Marilene
    silêncio gostei.
    tudo de bom amiga neste lindo dia bjs

    ResponderExcluir
  12. Oie Lindona.


    Lindooo, o silêncio a nos gritar muitas verdades.

    beijos querida.

    ResponderExcluir
  13. Bonita criação poética. Lindas imagens.
    Um abração. Tenhas uma linda semana.

    ResponderExcluir
  14. Olá,Marilene!!

    Que belíssimos versos poetisa!!!!O silêncio por vezes nos diz tanto...
    Beijos pra ti!!!Lindo dia!!

    ResponderExcluir
  15. Boa tarde querida!
    É no silêncio da minha alma que extrapolo tudo que se diz oculto...linda poesia amiga...
    bjssssssss

    ResponderExcluir
  16. Marilene, pintamos nossos sonhos com cores exuberantes demais e depois vemos, que eles não correspondem com a realidade...Beijo, querida!

    ResponderExcluir
  17. É no silêncio que conseguimos ouvir a voz da emoção e da razão.É no silêncio que somos capazes de colorir a vida conforme nos satisfaz, mas é no silêncio que enfrentamos a realidade.
    Linda amiga, belo ,como sempre.Fazes das palavras um mundo encantado de sentimentos e de realidades.Bjs no coração Eloah

    ResponderExcluir
  18. Na crua constatação do presente o passado fica no passado.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  19. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  20. Ainda quero te ler com mais tempo e atenção maior... respeito e delicadeza foi isto que senti num primeiro olhar e esta necessidade de ler com atenção surgiu então li e reli o poema. Pois são tantas mensagens nele tantos sentimentos...
    Eu passei por isto também me reconheci aqui.
    Esta projeção louca!

    Que consciencia grande a sua.

    Bju do William
    ( Grato por me ler e deixar seu comentário que muito me ajudou a ver algumas coisas que eu não percebo no que escrevo... amei! )

    ResponderExcluir
  21. Belíssimo poema, triste de certo modo, mas creio que quando ficamos introspectivos, no silêncio de nossos pensamentos, muito pode nos ser revelador.
    Boa noite amiga, beijos
    Valéria

    ResponderExcluir
  22. Uau, que recanto de boas palavras! Fico contente de o ter encontrado, parabéns! Como é óbvio, sigo! (:

    FINGERPRINT | Touch the World
    http://fingerprinttouchtheworld.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  23. Olá Marilene!
    Gostei de cada palavra tecida com amor.
    Elas se juntaram numa harmonia maravilhosa,resultando um lindo e poema.
    Parabéns!
    Beijo no coração e que Deus a inspire sempre.

    ResponderExcluir
  24. MARILENE

    Quantas vezes lutamos ou lutámos por algo que não existe. Fomos nós que criámos o mito.
    Beijos

    ResponderExcluir
  25. OLÁ MANA,
    Apenas uma palavra : L I N D I S S I M O!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  26. Feito aquele texto... na poesia nos entregamos completamente. Criamos alguém, que nem existe. Passa a existir dentro da gente, mas não é real.
    Só pra falar de amor. *-* Beijo.

    ResponderExcluir
  27. Marilene,
    o silêncio nos permite conversarmos com nós mesmos, e às vezes é para despedir-se de alguém.

    Maravilhoso teu dueto no post anterior, comentei por lá também. Espero que esteja tudo bem com a família :)

    Beijos e te cuida, tá bom?

    ResponderExcluir
  28. Poetisa obrigado pela visita ao meu blog. Estou associado ao seu canto poético, parabéns belíssimo site!

    ResponderExcluir
  29. Um dia repleto de poesia e flores pra ti minha amiga...beijos.

    ResponderExcluir
  30. Olá,Marilene!!!

    Que seu dia seja ótimo poetisa, pleno de inspiração!!!
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  31. Que bonito, Marilene!

    Hoje o silêncio está me castigando...

    =\

    Beijos, flor.

    ResponderExcluir
  32. Que lindo menina.
    Parabéns.
    Gde abraço, em divina amizade.
    Sonia Guzzi

    ResponderExcluir
  33. «Você é arte da imaginação / Um fruto de louca ilusão» Que fantástico. Lindas as suas palavras, comoventes. Um beijo.

    ResponderExcluir
  34. podemos criar as nossas ilusões, sem nunca sair da realidade.

    um beij

    ResponderExcluir
  35. Silêncio que "pinta" o mais belo cenário, silêncio de amor, de bem querer, de felicidade. Lindo seu silêncio, Marilene, bjo e uma ótima noite

    ResponderExcluir
  36. A imaginação pode tudo, até "criar" uma
    imagem, como se verdadeira fosse, no silêncio...

    Bela criação, Marilene!

    Beijinhos,
    da Lúcia

    ResponderExcluir
  37. Olá Marilene, que tudo esteja sempre bem contigo!

    Belo este teu silêncio, que grita ao coração com a criação desta pintura do teu belo sonho de um grande amor. Um texto de enorme sensibilidade em expressão de sentimentos. Parabéns pela criação deste sensível escrito, que sempre me faz encantado sempre que por cá venho ler-te. E antes de ir-me deixo meu agradecimento e também meu desejo que você e todos ao teu redor tenham um viver intenso e deveras feliz, obrigado pelas visitas e comentários sempre gentis, e pela amizade abraços e até mais!

    ResponderExcluir
  38. Nada fortalece as almas que tanto silêncio; Isso é como uma oração íntima que oferecemos a Deus nossas tristezas.

    beijos

    ResponderExcluir
  39. aprender a sentir o silêncio é, tantas vezes, o reencontro com o que de mais verdadeiro temos dentro de nós.
    beijo grande!

    ResponderExcluir
  40. Eu adoro esses silêncios, que me permitem escutar-me, assim de forma profunda!

    Beijo!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...