8 de novembro de 2011

SONHOS DE CRIANÇA



                                                                             
                            Pés descalços na areia fina
                            Sonhos de menina ao fitar o mar
                            Querendo alçar o infinito
                            Que ao longe a estava a chamar.
                            Pensou em barcos
                            Rodopiou nos passos
                            Cantou como os pássaros
                            Na ânsia de voar


                            Aquele azul das águas
                            Encontrava o do céu
                            As ondas quebrando em branco
                            Qual nuvens , sem solavanco,
                            A exibir  um paraíso
                            No qual desejava entrar
                            Ali não havia portas
                            Mas a natureza viva
                            Impunha a sabedoria
                            Do nadar e do voar




                                             
                            Será que do outro lado
                            A beleza contagiaria?
                            Será que alcançando o longe
                            O perto  machucaria?
                            Será que o almejado fim
                            Um outro início propiciaria?
                           
                            Será que além do horizonte
                            Poderia ver novas pontes
                            Pra descobrir o universo?
                            Será que não lhe diriam
                            Que era tudo fantasia
                            Que os montes são todos iguais
                             Seja aqui, seja acolá?


                                                    
                             Descobriria, um dia,
                             Dando braçadas nas águas
                             Voando com os sentimentos
                             E sabendo entender o vento,
                             Ouvindo a voz das estrelas
                             E dando passos na lua
                             Pois muita vida existia
                             Além das pequenas ruas
                             Que a conduziam ao mar


                                                        
                                                   
                             Percorrendo aquela areia
                             Unida por fragmentos
                             Alimentava em seus pensamentos
                             A decisão de voar.
                             E percebeu ...  não seria difícil,
                             Pois já aprendera a sonhar


                                                                    (Marilene)


(Imagens retiradas da internet . Na hipótese de, inadvertidamente, estar a infringir direitos, gentileza comunicar, para imediata regularização)

36 comentários:

  1. Marilene,
    Verdade total, quem sabe sonhar, sabe viver! Não é
    á toa que primeiro somos crianças, para depois adultos. Com isso Deus nos mostra que o sonho tem que existir, e ele é parte essencial da criança.
    Linda sua visão da pureza e crescimento infantil.
    beijokas doces e boa quarta-feira

    ResponderExcluir
  2. É tão bom sermos crianças, sonhamos, vivemos e alimentamos esses sonhos na inocência de que tudo é capaz de realizar...
    mas nunca podemos deixar de sonhar, mesmo quando formos adultos... são outras etapas e outras responsabilidades, para é permitido ainda continuar a sonhar...

    lindo seus sonhar de criança.
    Abraços
    Giovanna

    ResponderExcluir
  3. Acho que foi Fernando Pessoa que disse que viajar é preciso, e viver não é preciso, Marilene.
    Viajar na imaginação e sonhar é tão necessário quanto manter os pés no chão.
    Tinhas comentado que eu enxergo a vida na totalidade, Marilene, pois é, é isso que os biólogos fazem.
    Valeu pelas belas palavras e que tenhas uma ótima semana, moça.

    ResponderExcluir
  4. MARILENE, sem comentários! Muito lindo o texto e muito expressivas as figuras. Você é uma poetisa/artista de "mão cheia".
    A conclusão citando o já ter aprendido a sonhar é incrível. Genial, querida amiga.
    Abraço no seu coração.
    Manoel.

    ResponderExcluir
  5. OLÁ MANA,
    Os sonhos nos dão asas para voar. Sonhar é imprescindível, pois são os sonhos que nos impulsionam na vida. Através dos sonhos voamos também nas asas da fantasia e da imaginação.
    Mas não basta sonhar; temos também que realizar.
    Nossos sonhos começam na infância e continuam através da criança que existe em nós.
    O post ficou lindo!
    O poema é maravilhoso!
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Oi, Marilene!
    Aprendemos quando criança a viajar nos sonhos através das asas da imaginação. A visão pueril é mais poética e filosófica que a adulta. Seu poema retrata muito bem esta questão. O melhor é que o "eu" lírico faz dueto com o "eu" empírico. Você manipula bem as palavras recorrentes pela poesia: sonhos, criança, mar, estrela, infinito, céu, água, nuvem e etc. Cada poema seu que leio sinto que foi engendrado espontaneamente, típico de quem possui grande talento.

    Parabéns pela perspicácia!

    Abraços do amigo de sempre!

    ResponderExcluir
  7. Não tem como não nos encantar aqui com tuas poesias lindas! beijos,ótimo dia,chica

    ResponderExcluir
  8. Bom dia minha linda e talentosa menina!
    Nossa como o nosso amigo Bentinho explanou esse comentário,achei muito rico ...igual vc na literatura...sempre arrazando...e eu sempre te admirando...
    Desejo que Deus continue te iluminando...
    Bjs minha linda!

    ResponderExcluir
  9. Que bom quando em criança viajamos nas asas dos sonhos, ficamos absortas nos pensamentos e inventamos estórias felizes.

    Lindo poema Marilene, me fez voltar atrás no tempo...
    beijinho
    oa.s

    ResponderExcluir
  10. Olá minha linda!
    Que precioso esse poema.
    Caminhei nele em cada palavra.
    É assim que a beleza das coisas nos vestem, com esse sentir de perto.

    Marilene querida, te ler é muito precioso.

    Beijinho amada.

    ResponderExcluir
  11. Nossa,,,uma viagem na vida,,,no interior,,,no passado,,,em todos os sonhos e desejos criados,,,alguns alcançados...outros não, mas sempre fica a lembrança de ter sonhado...ter vivido,,,ter se permitido...beijos de bom dia pra ti.

    ResponderExcluir
  12. Bom dia,Marilene!!!

    Estou impressionada...seus versos me transportaram no tempo! Será que todas as meninas sonham assim...minha querida estou muito comovida...lembrei de sentimentos tão esquecidos!Um dia até falei pra Meire, que eu não tinha mais uma criança interior...e olha só o que seus belos versos me fazem...menina novamente!!Obrigada querida!!!!Não tem ideia do bem que me fez ler.
    Que Deus te abençoe, e que seus versos levem sempre alento e encanto aos corações!OBRIGADA!

    ResponderExcluir
  13. Hoje fui eu que fui atacada pelo Daniel!

    Ps:Estou lá no blog do escritor e poeta Daniel Milagre.Convido você para fazer-lhe uma visita .Mesmo vivendo além mar nos tem uma grande afeição esse português pela aliança que une.
    BRASIL X PORTUGAL
    http://danielmilagredanieldaniel.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  14. Ai MEU DEUS!!
    Que coisa lindaaaaaa...desejo que nossa criança interior nunca morra e nem os sonhos!!

    Marilene, a cada dia admiro mais seu jeito suave de escrever,atraves de suas palavras senti minhas mãos tocar o mar,lindo voo!!

    Tenha uma Bela tarde!!
    Paz e Luz!!

    ResponderExcluir
  15. as vezes eu gostaria de voltar a ser criança os sonhos são mais puro mais bonito um abraço Marilene que Deus te abençoe amiga lindo texto

    ResponderExcluir
  16. As crianças são a esperança do mundo... O futuro das crianças é sempre hoje. Amanhã será tarde.

    beijos

    ResponderExcluir
  17. Muito lindo Marilene e as imagens são encantadoras!.. Ahhh.. os sonhos... que sempre possamos tê-los e acreditar.. assim como crianças.. não perder a magia que neles se encontram!

    Beijo grande em seu coração..
    Verinha

    ResponderExcluir
  18. A criança que existe em mim sorri feliz para essa menina linda que existe em ti. E beija-a com ternura e afeição, assim como eu te abraço. E beijo.

    ResponderExcluir
  19. Saber sonhar é um dom precioso, sem sonhos a vida não tem sentido.
    Lindo como sempre.
    Bjs

    ResponderExcluir
  20. Amiga,

    Que ninguém perca a capacidade de sonhar pois só assim a vida pode ter o doce sabor das pequenas descobertas. Acreditar que há um algo mais além daquilo que nossos sentidos podem compreender... Lindos versos, querida!

    Beijos de luz no seu coração
    Te desejo um dia repleto de bençãos!

    Deus seja contigo

    ResponderExcluir
  21. Marilene,

    Sonhos são a candeia da esperança,
    são os sonhos que nos impulsiona
    a buscar essa tal felicidade.
    o meu sonho é que dentro de mim perma-nessa sempre uma criança para combater a amargura da realidade adulta.
    lindo parabéns!

    ps: me encantei com as imagem!

    um abraço!

    ResponderExcluir
  22. Oie lindona

    Que coisa lindaaaaaa, sonhos que nunca podemos deixar de ter, e nem deixar adormecer os sonhos de menina que um dia tivemos.

    beijos
    meu carinho

    ResponderExcluir
  23. Marilene, tudo bem?
    Ser criança é praticamente atemporal, um estado de espírito sujeito a imaginação e fertilidade de pensamento!
    Coisa boa ser criança, coisa boa carregar ainda um pouco disso tudo, não é mesmo?

    Beijinhos e ótimos dias, querida!

    ResponderExcluir
  24. Oi Ma..

    A alma nunca envelhece. Que bom trazermos um pouco da nossa crianca exterior em nosso coracao. A sua simpmplicidade, a des-preocupacao, os sonhos... as brincaderias os sorrioss naturais e franco..
    Isso que que faz com que sintamos acordados, vivos.

    Vc neste poema se superou. Kundi demais.

    Beijinho

    ResponderExcluir
  25. Um dia repleto de boas novidades pra ti amiga...flores e poesias sempre...beijos e beijos.

    ResponderExcluir
  26. Muito lindo é saber descrever o que é um sentimento ao ser criança, quando já estamos adultos, e voce o fez de forma magnifica e bela, tenha um lindo fds, beijos

    ResponderExcluir
  27. Marilene

    Belo Poema sobre o Sonho e a Liberdade.
    Encanta o crescimento da criança tornada pessoa, plena de sonhos e perguntas.
    "(...) E percebeu ... não seria difícil,
    Pois já aprendera a sonhar."

    Beijos

    SOL

    ResponderExcluir
  28. Olá,Marilene!!

    Bem verdade que com os filhos sentimos um pouco da infância sempre conosco,mas é diferente.Sempre quis crescer rápido,e com isso amadureci rápido também, muitas responsabilidades...
    E ingenuamente achei que minha criança interior tinha crescido também!!rsrsrs
    Bom com seus versos descobri que ela só dormia...rsrsr
    beijos pra ti querida!!!

    ResponderExcluir
  29. Marilene minha querida, que versos mais divinos... um misto de doçura, encanto, sonho e verdade...adorei viajar por seus versos amiga...
    Beijos e feliz tarde...
    Valéria

    ResponderExcluir
  30. Minha doce poetisa, vc num tem noção do carinho que tenho por vc, é gigantesco. Super obrigada pela força que me deu, viu?!! Saiba que mesmo longe vc faz a diferença na minha vida morando aqui no meu coração.

    Que E-N-C-A-N-T-O de poesia! E sonhar faz um bem tão grande para nossa alma, mesmo depois que a gente cresce, acho que aí é que se torna ainda mais importante né?!!!

    *Ah, eu cheguei a ler seu ping-pong lá na Emília enquanto estive ausente e vou lá comentar já já. Gostei muito de te conhecer um cadinho mais!

    beijokitas recheadas de muito carinho e saudades.

    ResponderExcluir
  31. Lindo Marilene! Deste um colorido especial aos teus sonhos de menina. Magia pura que fizeram das palavras um festival de fantasias e voos pelo infinito.Saio daqui buscando na lembrança os dias felizes da minha infância.
    Felicidades sempre, minha amiga.Bjs Eloah

    ResponderExcluir
  32. É na liberdade de sonhar,que podemos viajar por este mar.Construir nossos castelos e nossas emoções.Viver é estar neste limiar do sonhos e da realidade.Gostei amiga.
    Meu abraço.
    BJu.

    ResponderExcluir
  33. sonho, voo, infância: a trilogia da felicidade. a nostalgia do passado impede-nos, tantas vezes, de olharmos, com os pés firmes, a reinvenção do futuro.
    beijinho!

    ResponderExcluir
  34. Me encantó!

    Un placer como siempre pasarme por tu blog!

    ResponderExcluir
  35. Marilene, a beleza e a ternura de teus versos deixaram os meus olhos como o mar... a marejar, marejar...

    Beijos

    Luzia

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...