6 de dezembro de 2011

AMOR ETERNO



                                                                   
                            Quisera eu chegar agora
                            Ao mundo seu,
                            Pois sou alguém que espera
                            Há muito, além do espaço,
                            Com a certeza de que existe,
                            Embora longe
                            Do alcance dos meus olhos ,
                            Ansiosos e saudosos


                            Quisera eu chegar ao despertar,
                            Levando o amor
                            Que estou cansada de guardar.



                                                      
                             Quisera eu nesse seu canto renascer,
                             Ao me entregar,
                             E provocar um pranto de prazer


                             Quisera eu, apenas ser,
                             Locatária eterna nesse seu viver,
                             Desprovida de promessas e falsidades
                             Desnudada de qualquer maldade
                             Inteira na verdade de um amor
                             Acalentado e reservado
                             A certeiro destinatário



                              Quisera eu, desconhecido amado,
                              Descortinar a escuridão 
                              Que ora nos separa
                              Entre mundos e vidas,
                              Penetrando pela fresta do reconhecimento
                              Em seu coração que do meu 
                              Um dia já foi parte
                              E que hoje, já não sei que feições tem,
                              Onde se encontra,
                              Fazendo dessa aparente loucura
                              Uma busca sem amargura,
                              Mas constante


                              Quisera eu , em breve instante,
                              Avistá-lo e não mais deixá-lo só
                              Nesse universo de interrogações, 
                              Eis que na eternidade estamos juntos
                              E apenas nos desencontramos
                              Nos espaços finitos
                              Nas existências fugazes
                              De algumas de nossas vidas


                                                                       (Marilene)



                                                        
(Imagens retiradas da internet. Se, inadvertidamente, estiver a ferir direitos, solicito seja avisada, para imediata regularização)

42 comentários:

  1. MARILENE, como sempre a sua sensibilidade inebria a gente. Muito bonito. Gostei desse trecho:
    "Quisera eu chegar ao despertar,
    Levando o amor
    Que estou cansada de guardar".
    Muito lindo, não é?
    Beijos com carinho.
    Manoel.

    ResponderExcluir
  2. Marilene querida!
    Que poema lindo!
    Quanta sensibilidade,quanto amor!
    Que linda declaração de amor eterno,de amor além vida terrena.
    De amor além do amor!
    Beijos em seu coração e no Amor!

    ResponderExcluir
  3. E também tu transcenderás as fronteiras do tempo,
    Vencerás os limites do espaço
    E zombarás, nos braços desse amor eterno,
    Dos demônios contadores de moedas
    Que moram dentro dos relógios...

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Quando você escreve de Amor... parece ter a perfeição nos seus dedos...

    ResponderExcluir
  5. "amar o perdido deixa confundido esse coração." Por outro lado, "as coisas findas, muito mais que lindas, estas ficarão."

    Eu fiquei emocinado com a belezura desse poema, Marilene!

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  6. It's again BEAUTIFUL,
    you make me happy with this nice work.

    Hugs, Joop

    ResponderExcluir
  7. Onde quer que ele esteja, mesmo que longe da poesia do olhar,,,o amor sempre será eterno...sempre será forte,,,sempre sera poesia e paz...beijos de bom dia pra ti querida amiga.

    ResponderExcluir
  8. A nostagia do que não vivemos em sua totalidade,que,contudo,intuímos desde sempre como a única desejada possibilidade.
    Gostei muito dos teus versos.Passo a seguir o seu blog,Marilene...Juntos,nessa caminhada perene...
    Beijos de claridade sonora,feito as cores da aurora.

    ResponderExcluir
  9. E eu fico eternamente especado, lendo e relendo, sentido e voltando a sentir as palavras. Magnífica é a única que descreve completamente o meu achar. Não há outra, eu acho. O desejo, o sentimento, a compreensão, está aqui, descrito. Um beijo *

    ResponderExcluir
  10. Olá,Marilene!!

    Ah!Poetisa...que bela poesia!!!Um convite delicado...lançado para o universo...será por certo atendido.Queira.Tudo o que procuramos, achamos.
    Beijos querida!!!Tudo de bom!

    ResponderExcluir
  11. Beautiful, just very beautiful, Marilene.

    Hugs from Norway.

    ResponderExcluir
  12. Marilene, a respeito de teu comentário no "777 da Net", estou achando que você está achando que eu estou achando que você se inspirou no meu texto no "Quiosque" para trazer à vida teus belíssimos poemas - este e o anterior.
    Culpa minha. Entusiasmei-me ao ver tantos sentimentos irmãos, expressados embora em estilos diversos, que simplesmente indiquei o "link", esquecendo-me de deixar aqui os merecidos elogios. Perdoe-me.
    Mas permito-me ainda sonhar que os limites do espaço e do tempo não se aplicam ao mundo mágico da poesia, e que podemos, sim, fecundar mutuamente nossas palavras nesse universo sem fronteiras.
    Beijos, poetisa.

    ResponderExcluir
  13. Olá Marilene!Te encontrei no blog de um amigo,pelo seu comentário,percebi que você gosta de poesia, como também escreve.Adorei todas as suas poesias.Amor Eterno e sublime e uma dedicatória do Amor que nunca acaba.Parabèns pelo blog.Vou linkar você.Abraços e tenha uma tarde maravilhosa.Nati

    ResponderExcluir
  14. Oi, Marilene
    Voltando depois de um longo segundo período de férias no ano, ainda tentando me organizar, mas qdo a gente lê coisas tão lindas sobre a eternidade do amor, com esse seu jeito tão especial de nos encantar com suas poesias, dá vontade de ler tudo o que perdeu. Lindo o blog, repaginado, e já com Papai Noel à vista. Bjkas com muito carinho!

    ResponderExcluir
  15. Oi Mailene!
    Quanto sentimento em um só poema! Um verdadeiro ode ao amor eterno. Lindo!
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  16. Não sei o que acontece, alguns comentários estão desaparecendo, não entram no blog.
    Por isso, como percebi, agora, que o do meu amigo Paulo Francisco, sumiu, vou adicioná-lo:

    Paulo Francisco (Pchico) deixou um novo comentário sobre a sua postagem "AMOR ETERNO":

    Quisera eu...
    Lindo demais!
    um beijo grande

    Postado por Paulo Francisco (Pchico) no blog Momentos Fragmentados em 6 de dezembro de 2011 23:07.

    ResponderExcluir
  17. O amor deve seguir solto, lindo poema.
    Beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  18. Oie lindona.

    Que lindo Marilene essa sua poesia.

    Meu carinho, beijos.

    ResponderExcluir
  19. bonito canto al amor, cualquiera o donde quiera que sea el amado...saludos

    ResponderExcluir
  20. Boa noite, minha linda e querida.
    Presente bom te ler, divagar entre tua poesia.
    Parece que o sentimento, vai criando rostos na tua escrita.

    Desculpa a ausência.
    Beijo

    ResponderExcluir
  21. Muito bonito. Encanta-me sua admirável forma de poetar. beijos

    ResponderExcluir
  22. Todo amor verte de Deus. No fundo, todo consolo que você recebe deriva das mãos de Deus.
    Nada lhe chega de forma diferente, mesmo quando vem pelos outros. Na ajuda, o ajudador é o mais beneficiado.
    A energia amorosa, que expande, passa primeiro por ele antes de atingir o objetivo.
    Por isso, quando você ajudar alguém, não se orgulhe. Lembre-se de que Deus é que lhe dá essa oportunidade.
    Agradeça a Ele por isto. Faça o auxiliado saber que tudo o que recebe lhe veio de Deus. "...
    Hoje pesso que leia minha postagem por favor.
    Tem um mimo de Natal na lateral do blog caso você goste foi feito com enorme carinho para você.
    Uma linda noite beijos no coração.
    Evanir

    ResponderExcluir
  23. Boa noite minha linda e carinhosa amiga!
    Tanto carinho que te faz um ser incomparável...tanto nas escritas como pessoa...
    Hoje vim trazer um convite especial.
    vá no meu cantinho comungar comigo da minha vitória da qual vc tbm faz parte.
    bjssssssssssss

    ResponderExcluir
  24. Olá Marilene. Me deixou emocionada esse diga-mos asim convite de amor eterno. Belíssimo!!!!!!!!! Querida poetiza de onde vem tanta sabedoria e sensibilidade? Amei! bjos e bjos e todo carinho.

    ResponderExcluir
  25. OLÁ MANA,
    Um desencontro entre vidas, mas presente além da vida. Belo amor eterno!
    Lindo demais!
    Beijokas.

    ResponderExcluir
  26. Adorei sua poesia, felicitacoes desde Argentina
    Gustavo Travi

    ResponderExcluir
  27. Delineastes o clamor de um amor de forma sublime, fiquei fascinado! Parabéns poetisa, bjos.

    ResponderExcluir
  28. Marilene

    Seu poema é de tirar o fôlego! Por esse motivo, tiro também o chapeu...

    Beijos :)

    ResponderExcluir
  29. L'amore eterno esiste, ma oggi la gente vuole troppo, siamo diventati troppo egoisti e materialistici. Mi piace il tuo blog. Ti seguo da Roma, Italia.

    ResponderExcluir
  30. Marilene Olá! Obrigado por sua mensagem muito legal no meu blog, eu realmente aprecio! Sei também que a sua própria! cheio de doçura e encanto!
    É verdade que o tradutor não é muito eficaz! mas ainda é muito grande, que ajuda a conhecer pessoas.
    Você sabe? Eu estou no mundo dos blogs, por um longo tempo! e eu, há sete anos atrás, tinha uma vida chinês em Shenzhen, veio muitas vezes ao meu blog! um dia de bate-papo no yahoo! e eu tenho aprendido francês, graças ao tradutor! Escrever agora é o francês, quase como eu!
    Desejo-lhe um ótimo dia!
    amigável da França
    Chris

    uma pequena imagem para você:
    http://nsm01.casimages.com/img/2009/03/27/090327025500505743381401.jpg

    ResponderExcluir
  31. Bom dia,Marilene!!!

    Tenha um ótimo dia querida!!!!
    Que seja pleno de inspiração e poesias!!!!!
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  32. Um belo dia pra ti minha amiga querida, que a poesia esteja sempre presente a cada segundo...beijos e beijos.

    ResponderExcluir
  33. Quisera eu, te parabenizar a altura do poema,
    mas me falta o verso oculto que ainda não consigo descortinar. rs
    Você é showww e se expressa lindamente! :)
    ..Gosto muito de te ler! :)
    Beijossssssss e um dia maravilhoso, Marilene!
    Muitas alegrias ao seu viver querida!

    ResponderExcluir
  34. Mari linda e preciosa, e que o amor seja sempre terno e eterno.

    Vc arrasa no que escreve e eu num canso de te elogiar, espero que num enjoe disso rsrs

    Te love! :)

    ResponderExcluir
  35. oi marilene bom dia
    lindo poema, um dia belo na presença de Deus,
    bjs amiga

    ResponderExcluir
  36. lindas palavras e imagens bem colocadas.
    falar de amor, é sempre falar de amor.

    ResponderExcluir
  37. GUSTAVO TRAVI

    Espero que volte e possa ler meu recadinho. Não consegui falar com você, encontrar seu endereço.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  38. há tanto de nós que faz a sua existência apenas no conjuntivo...
    beijinho, marilene!

    ResponderExcluir
  39. Eterno são os sonhos... Somente os sonhos....

    ResponderExcluir
  40. voila l'image que je lui ai faite en harmonie de couleurs, avec son blog
    http://nsm05.casimages.com/img/2011/12/19/111219022119505749197335.jpg

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...