23 de janeiro de 2012

FOTOGRAFIA INTERIOR


                  
                   Meu choro é escondido
                   Meu riso é contido
                   Minha luz é penumbra,
                   Em meus desenhos, traços finos,
                   Em minhas cores, tons neutros,
                   Nas veias, sangue quente
                   No amor, ardência
                   Na amizade, presença


                   Sei que faço, desfaço
                   E nunca me satisfaço,
                   Sei que emendo, remendo
                   E sempre vejo espaços
                   A preencher,
                   Sei que espero, que voo,
                   Mas sempre busco a terra firme
                   Pois sou do chão, do real,
                   Ainda que na ilusão


                                                    
                     Sou povo, sou gente
                     E, como tal, carente
                     Não sei caminhar entre espinhos
                     Sem me machucar,
                     Não sei fugir da tristeza
                     Quando não vejo luz no olhar
                     Que me fita, com crítica


                     Atrás da força aparente
                     Escondo a armadura
                     Que oculta o medo e a insegurança,
                     Atrás da adulta, persiste em se mostrar
                     Aquela criança
                     Que nem tudo aprendeu
                     Que não sabe se policiar
                     E que ainda vive a sonhar


                                                
                       Em meu mundo pequeno
                       O vento é ameno
                       E os tormentos passam,
                       Mas meu "eu" é inquieto
                       Não sabe se definir
                       E quer respostas que não consegue obter .
                       Talvez um dia me cheguem
                       Sem que perceba de onde,
                       Nos acasos do viver


                                                              (Marilene)


(Primeira imagem, bela criação do Chris - sweetmelody87.blogspot.com  // segunda e  terceira imagens, obras maravilhosas do grande artista VINO )

56 comentários:

  1. Mari, já estava indo dormir, mas vi que tinha postado e vim correndinho te ler rsrs

    Vivendo indo atrás da nossa perfeição, mas estamos sujeitos a falhas, somos humanos...acho que o maior erro de uma criança é achar que quando crescer vai ter esposta pra tudo, na verdade parece que as perguntas só aumentam...mas aos poucos vamos descobrindo maravilhas da vida, da gente tbm.

    Linda semana pra vc minha amiga, beijocas com carinho enorme!
    :)

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, Marilene. Tudo o que eu leio seu sempre me comove e me deixa cada vez mais surpresa, tamanha a obra de arte, magia e encanto.
    Seu poema diz tantas coisas, e um enfoque interessante é que não sabemos de tudo, estamos sempre a aprender, e isso é interessante e construtivo.
    Meus parabéns sinceros!
    Você merece!
    Um beijo, e tenha uma semana de muita paz!
    Fique com Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é sempre um estímulo, minha amiga. Obrigada! bjs.

      Excluir
  3. Olá Marilene!!
    "...Nas veias, sangue quente.."

    O sangue quente já é o começo para tudo clarear!!

    Beijinhos Querida!!
    Tenha uma Bela Semana!!

    ResponderExcluir
  4. O bom de tudo isso é que a gente vai aprendendo com a vida... Em todo adulto há uma criança, em todo lamento há esperança. O nosso mundo pode até ser pequeno, mas nossos sonhos são tão grandes e é isso que faz a diferença na nossa vida. Parabéns por esse poema tão lindo!
    Beijokas doces e uma boa semana

    ResponderExcluir
  5. Marilene

    Adorei o poema deveras. Os teus dotes de poetisa encantam,com sangue nas veias, pareces partir para uma de, talvez de humildade e questionamento. Afinal somos o tudo e o nada!
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Adoro poesia. Tenho um acervo de poemas e poesias de varios poetas amigos meus e com seus respectivos créditos. Estou aqui para convidala a participar do 1ª forum de integração de blogueiros da internet. Nele conversaremos sobre varios assuntos que vem prejudicando a comunidade blogueira, alem de divulgarmos nossos trabalhos e fazer e rever amigos. Conto com a sua participação. Dado

    ResponderExcluir
  7. Olá Mary tudo bem?

    Lindo poema. Senti uma pitada de nostalgia nele. A vida é assim ela passa e deixa gosts e sensações pra trás.

    Um beijão e fica com Deus!

    ResponderExcluir
  8. E seu sonho de criança é maior que os espinhos do seu caminho! abraços

    ResponderExcluir
  9. Belíssimo: faço, desfaço...numa busca de algo que afinal é...a nossa essência...
    Gostei.
    Bj

    ResponderExcluir
  10. MINHA QUERIDA MENINA!
    VC JÁ ULTRAPASSOU TODOS OS LIMITES,AGORA QUERO VER O SEU LIVRO...
    TEUS POEMAS DIZ MUITO DO QUE UM CORAÇÃO FALA...
    BJSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

    ResponderExcluir
  11. Essa fotografia da alma só é entendida por quem sente, sofre, chora, ama e deseja,,,grande beijo de boa semana pra ti amiga.

    ResponderExcluir
  12. Bom dia,Marilene!!!

    Tens um "eu" lindo!!!Que busca, que aprende, que vive!!!
    Uma belíssima poesia que encanta pela beleza dos versos e pela profundidade!!!
    Beijos minha linda!!!!Tudo de bom!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você sempre me traz afeto é lhe sou muito grata. Bjs.

      Excluir
  13. Tem coisas que só nós sabemos, é tão nosso, que muitos não acreditariam se vissem essa imagem exposta, sem confessarmos.
    Todos temos nossas fragilidades e qd sabemos onde se encontra, descobrimos nossa força. E você é uma mulher guerreira, que não desiste de si mesma!
    Beijos kerida amo te ler! :)
    voce tem um dom que nos encanta!
    Semana feliz com muitas inspiraçoes!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre me faz feliz. Não me canso de dizer isso. Bjs.

      Excluir
  14. Eu diria mais: o vento que por ai passa é ladrão e deixa cair toda a inspiração nas suas palavras! Escondemo-nos tantas vezes atrás daquela armadura que não queremos que ninguém veja, cheia de ilusões e desilusões, amar e não amar, querer e não querer. Por vezes também eu faço, refaço e desfaço mas há sempre algo por fazer. Há sempre. Um grande abraço e uma feliz semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paulo, você é um jovem cheio de sensibilidade e inspiração. Cada um de seus textos mostra isso. Bjs.

      Excluir
  15. Muito lindos e sinceros seus versos minha querida, na realidade são sua verdade e é admirável...
    Beijinhos e doce semana amiga,
    Valéria

    ResponderExcluir
  16. Olá querida!
    Senti uma pitada de saudade neste seu poetizar.
    Mas quem não sente saudades.
    Quem não sente saudades de alguma coisa ou de alguém, guardados lá no passado ou até mesmo no presente e quiça no futuro?
    Porque as vezes sentimos saudades do que ainda nem vivemos.
    Lindo poema,é sempre um privilégio 'ler você'...beijinhos no coração.

    ResponderExcluir
  17. Quem acha que encontrou
    Essa tal felicidade
    Com certeza se enganou
    Porque na realidade

    Ela está na própria busca
    De quem a quer encontrar;
    De tão próxima, ofusca,
    Não a podemos fitar.

    Prossegue em tua busca, poetisa... a minha está em curso. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Versos preciosos os seus. Sempre estamos buscando. Bjs.

      Excluir
  18. Estou visitando e estou aqui para ficar.
    A poesia me embriaga no mais profundo silêncio que eu possa estar.
    Um grande beijo.

    ResponderExcluir
  19. Lindo versos escrito com uma louvável maestria.
    Você tem o dom das palavras, e a poesia é um dom a serem doados aqueles que nos inspira a alma e a sua arte me inspira sempre através do seu amor e dedicação a ela. Nas suas postagens sempre emana o amor que carrega no seu coração. Lindo demais. Parabéns sempre e sempre.
    Beijos grande e ótima semana.

    Frizo essa parte que me identifico bastante.

    Sei que faço, desfaço
    E nunca me satisfaço,
    Sei que emendo, remendo
    E sempre vejo espaços
    A preencher,
    Sei que espero, que voo,
    Mas sempre busco a terra firme
    Pois sou do chão, do real,
    Ainda que na ilusão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Smareis, você que publica textos de grande sabedoria, muito me alegra com esse carinho. Bjs.

      Excluir
  20. Olá Marilene, que lindo, adorei a parte que diz que atraz da adulta esconde-se a criança, as vezes é exatamente assim que a vida nos coloca, fazemos de fortes seguros, adultos e por traz somos crianças inseguras, eu pelo menos me vejo assim em certos momentos! Belo poema! Bjooosss e obrigado por sua amizade!

    ResponderExcluir
  21. Essa inquietude um dia passa
    Pode ser que nem perceba
    Então a felicidade te abraça
    E vai embora toda tristeza.

    ResponderExcluir
  22. A tua facilidade com a poesia é algo que fascina. A coisa brota naturalmente e fica deliciosamente poética.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  23. Oi Marilene!Eu me enxerguei em seus versos...
    "Em meu mundo pequeno
    O vento é ameno
    E os tormentos passam,
    Mas meu "eu" é inquieto
    Não sabe se definir..."

    Gostei muito!Bjos pra vc e boa semana!

    ResponderExcluir
  24. Parece-me nostálgico mas maravilhoso de ler.
    Deliciei-me nesta leitura!

    ResponderExcluir
  25. Lindo, Marilene. É verdade, muitas vezes o que se passa dentro da gente, só a gente mesmo sabe. Muito bom seu poema, uma viagem íntima. Agradeço sua visita, volte sempre, é bem vinda. Beijos. Sigo seu blog tão aconchecgante.

    ResponderExcluir
  26. As eternas duvidas sem respostas, a tentativa de compreensão do nosso "eu", natural de quem sente... de quem é nobre, de quem é gente...

    Um forte abraço, minha amiga.
    cvb

    ResponderExcluir
  27. Fotografia da alma.. sentir...amar...chorar
    Um grande abraço!!
    jorge-menteaberta.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  28. Fico sempre fascinada com a facilidade com que a poesia lhe surge, poetar assim é um dom!
    Bjs

    ResponderExcluir
  29. Depois de uma breve ausência passando pra te deixar um abração e deliciar com seus poemas.
    Abração
    Giovanna

    ResponderExcluir
  30. Olá MANA,

    Creio que muitos de nós se escondem atrás desta armadura para poder ocultar sentimentos que não desejamos sejam conhecidos, tais como você menciona no poema.

    Por outro lado, nossa vida é uma eterna procura de respostas, pois o autoconhecimento é um processo infinito. A busca é constante e sempre teremos algo a questionar.

    MUITO LINDO e PROFUNDO!

    Você encanta sempre com seus versos.

    Beijos.






    E quer respostas que não consegue obter .
    Talvez um dia me cheguem
    Sem que perceba de onde,
    Nos acasos do viver

    ResponderExcluir
  31. Amiga mia.Tu espíritu és joven,si éste acompaña en edad,puedes sentirte dichosa
    por ello.
    Si tu amas a la poesia,te gusta la fotografia y eres capaz de saber interpretar
    aquello que el fotógrafo quizo decir con su imagen,te puedes sentir persona previligiada
    Abrazos

    ResponderExcluir
  32. Um belo dia repleto de paz, poesia e carinho pra ti minha amiga...beijos e beijos.

    ResponderExcluir
  33. Bom dia,Marilene!!!

    Querida poetisa,que seu dia seja pleno de amor e alegrias!!!!
    Beijos pra ti!!!Tudo de bom!

    ResponderExcluir
  34. Bonjour
    Merci pour ta visite sur mon blog, qui m'as extremement fait plaisir, et pourtant, c'est vrai, je ne consacre en ce moment, que tres peu de temps.
    Tu sais rien ne sert de se cacher derriere une armure, car tot ou tard le reel prend le dessus
    je te souhaite une tres agréable journée
    Bisous
    Cordialement
    Chris
    http://nsm01.casimages.com/img/2009/03/18/090318094508505743332675.jpg

    ResponderExcluir
  35. I like these words so much! This is such a great post!

    Take a look and if you want we can follow each others: Cosa mi metto???
    Win an amazing dress of your choice up to £200, enter the Zeleb giveaway

    ResponderExcluir
  36. Belíssimo poema.
    beijinhos missixty

    ResponderExcluir
  37. Mari vim aqui dizer que ouvi seus versos na voz da Lu...e claro que me emocionei. Ficou lindo mesmo! :)

    beijocas querida minha!

    ResponderExcluir
  38. Amiga poeta.Nuestras mentes quizas caminen en paralelo en fantasias.
    Nuestras diferencias de edad es muy grande,pero los espíritu siempre son jovenes.
    Un fuewrte abrazo

    ResponderExcluir
  39. Olá, Mar+ilene, você que tem o mar no nome...rsrs

    Amei a inquietação poética que de forma tão suave transcreveu em versos.

    Parabéns!

    ps.: não sabia que era irmã da Lúcia (Vera Lucia), vejo que a sensibilidade de vocês é de berço.

    ResponderExcluir
  40. Versos belos e sinceros. O bem que temos feito nos dá uma satisfação interior, que é o mais doce de todas as paixões ...

    beijos

    ResponderExcluir


  41. Borda el pañuelo de tus sueños de mil colores
    Y en cada esquina ponle una cinta de ilusiones…

    Si se pierden los encuentras
    Si se alejan los acercas
    Si se van los atraes

    No te desveles que se enojarán
    Y si se enojan te olvidarás
    Que por un momento…
    Has sido feliz bordando un sueño.

    Un fuerte abrazo hoy desde mi tierra
    Bañada por los aromas del Cantábrico.

    María del Carmen



    ResponderExcluir
  42. OI minha querideza, vim te dar boa noite e aproveitar pra ler mais uma vez teus versos, que sempre pedem minha releitura.

    O título já enlaça o leitor e depois já estamos cativos de tuas palavras.
    Ótima construção e cadência, traduzindo um tema complexo que resvala no íntimo de cada um.
    Queremos a Coletânea poética da Marilene... cadê que demorô?! rs

    bacios cara mia
    :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre uma encantadora amiga, que provoca alegria quando vem aqui e aplausos quando estou em seus recantos. Obrigada. Bjs.

      Excluir
  43. Lindo, minha querida Marilene, a poesia das palavras despida a teus pés... Bjsss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é mestre nessa arte, tanto nos longos, quanto nos que chama curtinhos. Estou sempre a aplaudi-la. Bjs.

      Excluir
  44. Boa, Noite amiga. Eu fico sem palavras com seus belos versos. Vc nos faz cativos de tão belo poema. È profundo essa visão interior e vc expoê lindamente. Bjo no seu coração e muito aplauzo pra vc! Te adoro.

    ResponderExcluir
  45. Adorei essa parte: "Sei que espero, que voo,
    Mas sempre busco a terra firme
    Pois sou do chão, do real,
    Ainda que na ilusão"

    Muito bom!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  46. Bonjour !
    Merci de ta visite, que j'ai apprecier
    J'espere que cette journée se passe bien pour toi
    Pour moi, un peu de fatigue, je suis aller jusqu'a Hollywood pour toi
    et il y avais quelque chose ! Un césar ! pas n'importe lequel celui de l'amitié
    http://nsm07.casimages.com/img/2012/01/26/120126120326505749349049.gif

    je te souhaite une tres agreable journée
    bisous
    amicalement
    Chris

    http://nsm01.casimages.com/img/2009/05/19/090519075024505743688107.jpg

    ResponderExcluir
  47. regarde sur le blog de Vera ! l'image bouge
    je crois que tu desire, que je vienne te donner des cours informatique
    ah ah ah ah

    ResponderExcluir
  48. Eu gosta dessa gente que sonha, sabe? Dessa gente que não amordaça a criança que guarda em si, que possui ainda um quê de ingenuidade, e que a mobilização é essa pulsão que a leva a se espargir no mundo... Precisamos de sonhadoras, que bom que existes!

    Um beijão!

    ;)

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...