16 de janeiro de 2012

PARÊNTESES

                                                     
                       Fale baixo e saia logo
                       Não desperte os sonhos meus,
                       Já foram acomodados
                       E esquecidos
                       Já foram abandonados
                       E adormecem,
                       Deixe-os assim, na preguiça,
                       Sem toques que os façam sentir
                       Sua presença


                       Já não quero me abaixar
                       Pra pegar a esperança
                       Escondida nos tapetes
                       Da lembrança,
                       Foi pintada de mil cores
                       Faz parte da decoração
                       E unida aos ornamentos
                       Nem sequer chama a atenção,
                       Camuflei-a, na despedida,
                       Pra afastá-la do coração


                                                                  
                       Suas palavras são  parênteses
                       Que logo, logo, irei fechar
                       Imprevistos acontecem
                       Por isso o deixei chegar,
                       Mas fale baixo e saia logo
                       Pois aqui não existe abrigo
                       Pra águas frias , tormentos,
                       Eis que diverso é o hoje
                       E o desejo que alimento


                                                     
                       Um amor em preto e branco
                       Sem labareda e calor
                       Não vou receber de volta
                       Pois dei a volta na dor


                                                               (Marilene)


(Imagens  -  lindas criações do Chris - sweetmelody87.blogspot.com)

52 comentários:

  1. Gostei! Não deixa mesmo revirar a dor, mexer na ferida, já deu a volta por cima, nada de voltar! muito bom! Uma semana maravilhosa pra você, bjs

    ResponderExcluir
  2. Lindos versos, sim, águas passadas e a vida é ir em frente com determinação sempre!
    Abraços amiga.
    Ivone

    ResponderExcluir
  3. Que coisa mais linda isso, versos perfeitos.
    Linda semana para você!
    Gd beijo

    ResponderExcluir
  4. E uma volta completa, em 360 versos que dizem tudo com clareza, com sincero desabafo de quem não quer mais"águas frias e tormentos."
    Bravo Mari;verso feito, caminho aberto.Avante!
    Bjos,
    Calu

    ResponderExcluir
  5. Mais um lindo poema!

    Menina você tem que ler a última postagem no blog do Bento Sales que fala de métricas e formas que os cordelistas usam pra escrever seus poemas. Acho que você vai gostar muuuito. Tem o blog dele lá no meu nos indicados, passa lá pra ver. O blog dele se chama Literatura (folhas soltas).

    Um beijão e fica com Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O Bento é uma amigo que muito admiro, André!

      Excluir
  6. Que os seus sonhos sejam lindos, como é este poema.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Bello, profundo y sentido. Felicitaciones! Saludos cordiales.

    ResponderExcluir
  8. Ah, que coisa boa de se ler ! Determinado e lindo de viver!!! Bjs querida

    ResponderExcluir
  9. Ai ai Marilene que coisa mais linda.
    Triste,mas lindo por demais.
    Li,reli,bebi,levei-o até minha alma,deu até para sentir sua dor ao poetizá-lo,mas que bom que já passou né?
    Siga em frente e por certo novos sonhos serão sonhados,realizados,amor novo sentido...
    Beijinhos no coração minha querida e meiga amiga.

    ResponderExcluir
  10. UAU, MANA!

    Que lindo!

    "Sem labareda e calor" não dá. É o fim da linha para amor. Sem chance de retorno.

    Amei os versos!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  11. Olá, Marilene. Lindo amiga! Adorei essa volta completa. clara, sincera de atitude. Bjos no seu coração e obrigada pela amizade e carinho! Bjos.

    ResponderExcluir
  12. Bom dia,Marilene!!!

    Linda poetisa que encanto nestes versos!!!!Palavras trasnformadas, vivas!
    Ontem li uns poemas da Cecília e lembrei de você, tens um dom para expressar sentimentos por vezes tão difíceis de serem ditos como ela!
    Que seu coração carregue sempre esperanças!!!E que a vida nunca a desencante, por favor?!Beijos pra ti!!!!!

    ResponderExcluir
  13. Ah!E precisa ser muito decidida e confiante para dizer:chega!E seguir em frente!!!!!Estas atitudes merecem sempre admiração!!!

    ResponderExcluir
  14. Muitas vezes chegamos nesse ponto da vida,,,em que um basta é preciso,,,as vezes precisamos guardar nossas esperanças pra outras oportunidades...beijos de bom dia pra ti.

    ResponderExcluir
  15. Sublime! Em especial o trecho com referência à esperança: Camuflei-a, na despedida,
    Pra afastá-la do coração

    ResponderExcluir
  16. Ha alturas em que os sonhos parecem ter acabado, os desejos esquecidos, porém, quando o coração voltar a se abrir, palavras voarão e tomarão o rumo da luz para que a felicidade volte a nos encontrar.
    Linda a sua poesia Marilene.
    beijos
    cvb

    ResponderExcluir
  17. Oi Mari,

    sem chance de permitirmos que doa duas vezes, não é?

    Uma é mais do que o suficiente.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  18. Maravilhoso,Marilene! um beijo praiano,chica

    ResponderExcluir
  19. Minha querida e amada amiga!
    Não sei mais o que faça contigo,kkkkkkkkkkkkk,escreves lindamente tanto para os apaixonados como para os amantes...genial querida!

    Passa no blog do nosso amigo Daniel que tem um poema lindo dedicado prá mim...sabia que fico toda mole quando as pessoas me cativa,kkkkkkk.Aproveito e te peço que faças um poema que fale das pessoas que sabe cativar...(sugestão)
    bjs minha linda!
    Passa no blog do nosso amigo Daniel que tem um poema lindo dedicado prá mim...e eu toda mole,kkkkkkkkkkk,mas de alegria...

    http://danielmilagredanieldaniel.blogspot.com/


    http://danielmilagredanieldaniel.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  20. Olá!

    Preparei uma pequena homenagem para os Blogs que interagem com o: A arte da vida. No poema: Blogando na janela, parte dos versos é formada pelo nome de “janelas” amigas. Confira. Seu Blog está lá.

    Um abração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ver-me em uma das suas janelas foi um enorme prazer. Seu condomínio, muito bem construído, apresenta preciosidades. Abraços.

      Excluir
  21. Marilene,lindo demaisss...
    Hoje este espaço é todo seu...é com muita alegria que você é Destaque no Detudoumpouco
    Beijos de luz

    ResponderExcluir
  22. Quanto tempo não venho aqui né?
    O tempo é o presente mais precioso que podemos ofertar, porque é limitado.
    Quando dedicamos tempo a uma pessoa,
    estamos oferecendo uma porção de nossa vida que nunca iremos recuperar.
    Veja como é verdadeiro essa essa frase .
    E quanto nos faz bem dedicarmos um pouco de nos as pessoas que amamos.
    Um Dia abençoado para você.
    Sabe porque estou aqui?
    Minha amiga seu poema é demais de lindo.
    Porque te Amo Muito.
    Beijos meus.
    Evanir
    Tem um novo mimo de seguidores te ofereço com muito carinho.

    ResponderExcluir
  23. Marilene, boa tarde!
    Que bom que gostou da foto do infinito, eu só troquei porque observei que já havia publicado em outro post, obrigada pelo seu carinho, um abraço!

    ResponderExcluir
  24. Que versos tão bonitos! Gostei muito!

    ResponderExcluir
  25. Mari querida, tô no aguardo do médico me ligar pra me falar a data de tudo amiga. Não aguento mais essa espera, mas num tem outro jeito...e no meio disso tudo ainda tenho uns pepinos bravos aqui em casa pra resolver, mas no fim dá tudo certo, com fé em Deus a gente vai longe :) até comentei com sua mana que por isso tenho aperecido menos pela blogosfera, num gosto de ler os bloguitos quando num to com cabeça, mas tudo vai se ajeitando!

    Lindo poema, amor tem que ser colorido, nos trazendo só coisas boas, sem aspas e sem parenteses!

    bjocas na bochecha amiga, te adoro muito!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu já lhe disse (rss) que tem que manter a cabecinha livre de ansiedades, porque tudo se resolve no momento que Deus escolheu para isso. Bjs.

      Excluir
  26. Que lindo amiga!

    Um jogo de palavras perfeito.

    Dar a volta na dor... é tudo que precisamos!

    Abraços

    ResponderExcluir
  27. Marilene

    Tal como a prosa a tua poesia tem sempre um sentido, um fio condutor a unir a delicadeza que usas. Fixei a última quadra a justificar:
    "Um amor em preto e branco
    Sem labareda e calor
    Não vou receber de volta
    Pois dei a volta na dor"
    Beijos

    ResponderExcluir
  28. Se você construiu um castelo no ar, você no esperdiçou seu tempo, este é o lugar onde deveria estar. Agora você deve construir uma base sob ele.
    Sempre sonhos e objetivo maior do que você sabe que pode alcançar...

    beijos

    ResponderExcluir
  29. Querida e linda amiga, tens razão, a dor o tempo purifica.Acomodá-la na alma , como bem dizes "sem labareda e calor" dói menos.Belíssimo poema! Como sempre escrevestes lindamente, com doçura e delicadeza sentimentos complexos e que fazem parte da vida.Encanta-me esta tua maneira de construir poesia.
    Meu aplauso e mil flores para você.Bjs Eloah

    ResponderExcluir
  30. Lindo!! Lindo!! Realmente belas palavras!
    Um grande abraço!
    jorge-menteaberta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  31. Obrigado por retribuir a visita!

    Até mais!

    ResponderExcluir
  32. Bom dia, Marilene. O seu poema muito forte e determinado. Uma mulher que não quer dar segmento ao sofrimento, fez uma pausa, porém sabe muito bem o que quer.
    É verdade quando escrevestes que o amor em preto e branco tu não queres.
    Cadê a vida, a alegria e a felicidade harmônica, dupla, cadê?
    Certamente quando fechares os parênteses de uma vez, a cor do amor chegará para você merecidamente com a sua luz!
    Um beijo na alma, e fique na paz!

    ResponderExcluir
  33. Oi, amiga Marilene!
    Quando o amor não é mais a oração principal no contexto da relação, mas um aposto, o melhor mesmo é confiná-lo entre parênteses e pôr um ponto final.
    Enquanto houver colorido, o amor ainda existe, ao passo que quando não há mais, tudo descolorirá.
    Seu poema está magnífico!

    Parabéns pela inspiração!

    Abraços fraternos do amigo de sempre!

    ResponderExcluir


  34. No soy un poeta,
    soy un principiante
    de palabras rimadas y pensadas
    para no herir los sentimientos
    de quienes las lean cuando se acercan
    cual inexperta mariposa
    a besar el aroma de los acantilados.

    Cada día se vive un verso diferente,
    motivo de sobra ilustrado
    para continuar el camino
    con la vista fija en el horizonte,
    apoyado en la esperanza y el sosiego
    no permitiendo el retroceso
    al más endeble de los pensamientos.

    Un beso de amor y ternura

    María del Carmen


    ResponderExcluir
  35. Bom dia,Marilene!!!

    Linda poetisa, adorei te ver lá na Vera!!!!!E parabéns pelo destaque no blog de tudo um pouco!!! Você merece tudo de bom!!!!
    beijos pra ti!!
    Lindo dia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Você é sempre generosa. Bjs.

      Excluir
  36. Uma ótima quarta feira pra ti minha amiga, muita paz, muito amor e muitos versos...beijos.

    ResponderExcluir
  37. Maravilhosas palavras, belo poema!
    Abração.

    ResponderExcluir
  38. as vezes me sento assim como escreveu este poema, queremos ficar quieta a só no canto, ABRAÇO AMIGA, ESTOU VOLTANDO E ESTE ANO VOU TENTAR ESTA MAIS PRESENTE POR AQUI!!!!

    ResponderExcluir
  39. Muito bom te ver na Vera! :)
    duas irmãs de um coração em sintonia,
    gosto muito de ter voces aqui!:)
    Falei com ela que gostaria de ter um livro seu. rs
    pq talento nao lhe falta!
    quem sabe fechará esse parentese nesse ano?
    e sai um livro novinho em folhas pra nós.rs
    mereces!
    Beijoss, fica bem!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha querida amiga, obrigada pelas palavras, sempre estimulantes e carinhosas. Bjs.

      Excluir
  40. Uauul Marilene, sinceramente, um dos poemas mas belos que já vi, me envolveu de tal forma que me senti identificada nele!! Caramba, tenho muito a aprender contigo, sério!
    Ah..Venho te fazer um convite, para participar como minha amiga lá em meu blog!
    Aceita? Já tô te seguindo!

    Deixo pra ti um abraço carinhoso!

    Aline Santos, autora do blog 'Epífises de uma Pérola'.

    ResponderExcluir
  41. Ahh.. esqueci de dizer, coloquei com carinho seu selinho em meu blog, na margem esquerda em baixo. =D
    BJ!

    ResponderExcluir
  42. Olá Marilene, li dois poemas seus hj em dois outros blogs, por isso vim conhece-la e dar os parabens por tanto talento, vou ficar por aki e se gostar do meu espaço as portas esttão abertas! abçs

    ResponderExcluir
  43. Mari, amada, que poema doído,choroso, corajoso e maravilhoso! Tu escreves e o sentimento jorra como cascata e ao leitor emociona.

    Fiquei tão maravilhada com teus versos que gravei em voz, um presente pra mim, sabia? Assim que converter o arquivo, tenho sua permissão para postar em meu blog?

    Em todo caso, Mari, podemos falar em off.
    Escreve pra mim, anota o mail

    leregostar@gmail.com
    te aguardo
    meu afeto, poeta cintilante!
    bacios caa mia!!
    :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você me encantou! Vou ouvir sua voz a declamar um poema que escrevi. Nossa!! Honra é pouco para definir o que sinto. Obrigada! bjs.

      Excluir
  44. bonjour
    Apres quelques jours ayant un peu délaissé le monde des blogs, je fait un retour sur ton blog.
    C'est une faute car manque de temps disponible, j'espere que vous me comprendrez !
    Alors j'en profite de ce dimanche pour venir
    Toujours aussi merveilleux ton blog
    je te souhaite une tres agreable journée
    tres cordialement
    Chris
    http://nsm02.casimages.com/img/2009/08/28/090828020528505744336580.jpg

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...