3 de fevereiro de 2012

EXPOSIÇÃO

(Brooke Shaden - Against Destruction)
                                                                               
                           Deixo uma parte de mim
                           Em cada palavra escrita,
                           A caneta não tem pena
                           De sugar da veia o sangue
                           Que a sustenta


                           Cada gota, um verso meu,
                           No interior, o silêncio,
                           Do azul sai o vermelho
                           Que pinga sem causar dor
                           Vai colorindo, uma a uma,
                           Com vários dos sentimentos,
                           A alma está sendo rasgada
                           Mas não existe tormento


                           Não finda a essência
                           Nem se esgota o êxtase,
                           Ela também precisa se mostrar



                                                
                                                                  
(Imagem retirada da internet. Se, inadvertidamente, estive a ferir direitos, gentileza avisar, para imediata regularização.)

58 comentários:

  1. Olá, amiga. Lindo como tudo que escreve! Estou sempre viajando nos seus versos. Obrigada amiga! Desejo um ótimo fim de semana com paz e luz. Bjos carinhosos!

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Escolheu uma linda carreira e torço para que seja um grande profissional. Nossa sociedade está precisando disso. Bjs.

      Excluir
  3. Marileme Maravilhosa,sempre!!!beijos,chica

    ResponderExcluir
  4. ...e a alma vai sendo colorida...aos poucos...
    Belo,
    Um beijo em tons de azul-mar-montanha, BS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Sempre uma alegria receber você. Bjs.

      Excluir
  5. Versos que traduzem a alma.Lindos seus poemas, beijos.

    ResponderExcluir
  6. Olá Mary!

    Puxa... Muito bom esse poema! Dos melhores que já ví aqui!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eita!!!! (rss) Obrigada, meu amigo! Que estímulo! bjs.

      Excluir
  7. Para esse poema , não tenho palavras.
    Tão lindo e intenso que seu brilho,ofusca sem precisar de explicações.
    Amei!

    ResponderExcluir
  8. Li e reli para ter certeza do que estava absorvendo. Mostrar a essência é necessário...e perigoso. Ainda assim, belo. Um abraço!

    ResponderExcluir
  9. Essa exposição em palavras é a alma que sente a necessidade e o desejo de se expressar,,,de mostrar os mais belos sentimentos...beijos de bom final de semana pra ti amiga.

    ResponderExcluir
  10. Bom dia,Marilene!!!

    É uma entrega, sem restrições, inteira, corajosa!!!!!
    Assim é a alma dos poetas! A imagem é surpreendente!!
    Belíssimos versos minha linda!!!
    Beijos pra ti!

    ResponderExcluir
  11. Ah!!!rsrs
    Bom final de semana!!!!
    Beijos!
    Até segunda!!!
    *Fiquei tão absorta na poesia que esqueci!rsrs

    ResponderExcluir
  12. ...Do azul sai o vermelho que pinga sem causar dor... Que lindo amiga! Desejo-te um maravilhoso fim de semana.

    ResponderExcluir
  13. Bom dia Marilene, é tão bonito que leio uma duas trez vezes, muito bom!!! Aproveito p desejar um ótimo fim de semana! Abraços!

    ResponderExcluir
  14. Marilene

    Amei e cito: "Do azul sai o vermelho / Que pinga sem causar dor". Tal como dois versos, todo o poema tem beleza e elegância.
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. O poeta mostra todas as faces da sua alma, belos versos, bjs

    ResponderExcluir
  16. Marilene

    Seus versos são encantadores.Sempre com gosto de querer voltar para reler um a um
    Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Delicioso poema con un gran final. Genial. Saludos cordiales.

    ResponderExcluir
  18. Amiga gosto do lirismo dos teus versos.
    Um abraço. Tenhas uma linda tarde.

    ResponderExcluir
  19. A palavra não tem pena
    Da pena que a escreve,
    Do sangue que a envenena,
    Da mão que a faz tão leve...

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você sempre me deixa presentes. Obrigada! bjs.

      Excluir
  20. E a alma vai se desnudando no caminhar dos teus versos. Lindo!
    Abração.

    ResponderExcluir
  21. todo poeta se doa um pouco em cada poema.

    beijos

    ResponderExcluir
  22. Mari, minha querideza, passando pra te ler e me desculpar pela ausência. To meio dodói ainda, mas melhorando a cada dia.

    Delicia de poema. Belo demais na essência e leitura.
    Mari tem asas de anjos e voa sobre cada estrofe que escreve.

    Te amo, moça!
    bom fim de semana
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é um encanto e uno minhas mãos em uma prece, para que logo se recupere. Bjs.

      Excluir
  23. "O êxtase é a única linguagem comum a todo o infinito."

    Beijo.

    ResponderExcluir
  24. Uau!
    Quanta inspiração, é de emocionar!
    Dá prazer ao ler, ao sentir cada letrinha se juntando e desenhando um lindo poetizar.
    Adoramos, linda mesmo.
    Beijos nossos em seu coraçaõ de poetizadora, que nos faz sonhar.

    ResponderExcluir
  25. Gracias mi buena amiga por acariciarnos el corazón con la sublime belleza en cada verso de tú hermosa poesía. Que pases un feliz fin de semana lleno de sensaciones positivas. Un beso desde la distancia de un amigo.

    ResponderExcluir
  26. Olá MANA,

    É assim que se mostra a alma do verdadeiro poeta. Em cada verso, deixa um pouco de si.

    Maravilhoso!

    Beijão.

    ResponderExcluir
  27. Tua alma exposta em cada letra que tanto apaixona, nós teus leitores.
    Assim é a poetisa que ao tirar de suas inspirações os poemas, nos extasia e nos emociona. Adentramos ao mundo dela.
    Um abraço minha querida, beijos.

    ResponderExcluir
  28. Olá estimada Marilene,

    As canetas, os teclados são tão impiedosos!
    Deixa uma parte de si? Se calhar se dá, por inteiro e não dá por isso.
    Quem escreve desse jeito, não se dá, parcialmente, tenho certeza.
    A caneta rasga sua alma, mas sem tormento. Que bom!
    Eu fico, quase, em êxtase, quando consigo reproduzir o que me vai na alma.
    Vamos mostrar nossas canetas?

    Bom fim de semana.

    Beijos de muita luz, contemporânea.

    No domingo, continuaremos nossa viagem histórica. Esperamos por si na porta principal, com flores.

    ResponderExcluir
  29. Marilene,,,,, nem tenho competencia para fazer um comentario a altura do seu talento.
    Adoro te ler.


    Ps. vc vai amar a minha proxima postagem tenho certeza. Vou faze-a sabado ou domingo.

    Bj

    ResponderExcluir
  30. Ah, eu sei como é isso!

    Os rasgos, os pingos que escorrem para o papel.

    Da vida que circula para o papel que se lê.

    Um beijo, Mari

    ResponderExcluir
  31. A beleza do que vc escreve não se extingue e sua imaginação/criatividade não se esgota! Parabéns!
    bjs Sandra
    http://projetandopessoas.blogspot.com//

    ResponderExcluir
  32. Nossa, que poema mais lindo!! Dá vontade de ler e ler e eler....
    Você realmente nasceu com um dom incrível!!
    Um grande abraço!!

    ResponderExcluir
  33. Um belo sábado pra ti minha amiga querida...sempre com muita poesia...beijos e beijos.

    ResponderExcluir
  34. cai a voz no chão vermelho onde assomam os sulcos individuais.
    beijos de tinta sobre folhas de pele!

    ResponderExcluir
  35. Olá,
    Quem escreve sabe o que falar do que sente o coração... Lindo post!!!
    Bom fim de semana!!!
    Bjm de paz e alegria

    ResponderExcluir
  36. Que Deus ilumine o nosso fim de semana e nos proporcione muitas Bênçãos.
    Deus quer que cada um seja um canal de benção um para o outro.
    È com esse espirito que venho desejar um lindo final de semana
    beijos de paz e luz.
    Com carinho.
    Evanir...

    ResponderExcluir
  37. ;) só vc mesmo lindeza pra deixar teu rastro perfumado lá no Retratos... rs

    Esse poema que citou, tem uma história (aliás, como todos). Mas esta foi especial, porque veio de um jeito inesperado e muito rápido.

    Obrigada minha querida, por tuas palavras.
    Te amu
    :D

    Lu C.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seus blogs estão apenas cochilando, mas estou certa de que acordarão em uma bela alvorada. E nada melhor que seus próprios versos, para isso. Seu livro é magnífico. Bjs.

      Excluir
  38. Linda amiga, vim aqui agradecer o carinho de suas lindas palavras de conforto que confortaram a minha alma, no momento dificil da minha vida, agradeço de coração! um super beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se nossos amigos estão tristes, abraçamos um pouquinho de sua dor, para que possam se aliviar. Que bom vê-la retornar! Bjs.

      Excluir
  39. Não se esgota nem há tormento porque a missão maior do poeta é dar-se em cada poema, expor-se em cada palavra, exprimindo os sentimentos que preenchem a Vida...

    Adorei o seu poema Marilene.

    Beijos

    Olinda

    ResponderExcluir
  40. Olá Marilene querida,
    Seu poema é muito lindo!
    Curvo-me diante de seu talento para a poesia, amiga.
    desejo um ótimo domingo para você.
    Grande beijo.
    Maria Paraguassu.

    ResponderExcluir
  41. Em uma palavra: Profunda!


    P.s.: Um grande beijo Luz, adorooo te ler!!

    ResponderExcluir
  42. Meus queridos

    Cada visita que recebo me enche de alegria. São todos muito especiais . Recolho as palavras afetuosas que me deixam , para que ocupem um lugar de destaque no meu coração.

    Bjs.

    ResponderExcluir
  43. Bom dia, poetisa! Escrever com a alma, com o sangue correndo nas veias e transformá-lo em versos intensos a cada letra, cada palavra, frase e beleza.
    É como se fosse um parto esse processo de criação tão almático, e vez em quando sofrido.
    Parabéns!
    Um beijo na alma, e tenha um domingo de muita paz!

    ResponderExcluir
  44. Você escreveu com a alma, e com a alma senti e vi quão lindas as suas palavas são.

    ResponderExcluir
  45. Olá querida amiga Marilene! Vim te visitar! ^^
    Ah.. como é bom chegar aqui e me embalar com seus lindos e tocantes poemas...
    Tenha um ótimo dia, repleto de paz e alegria!
    Abraço em seu coração! =)

    ResponderExcluir
  46. Uma semana repleta de carinho e muita poesia pra ti minha amiga...beijos e beijos.

    ResponderExcluir
  47. Lindo Marilene!
    Acho que é assim que um poeta deve escrever!
    Um beijo em cada bochecha!
    :-*

    ResponderExcluir
  48. Ameiiiii, tudo muito lindo!

    Parabéns!!!

    Conheça o meu cantinho www.artecomfeltro.blogspot.com

    Beijos

    ResponderExcluir
  49. Mari querida, me lembrei de Clarice Lispector que apesar de não querer se mostrar acabava colocando muito dela em tudo o que escrevia. E isso é fato minha amiga, somos cada palavra que sai de nossa inspiração e nos mostra escandalosamente a quem nos lê!

    Amo te ler, muitas vezes parece escrever pra mim. Aquele seu poema Parenteses que a Lu declamou era um momento que eu estava passando, me tocou demais da conta, inesqeuecível pra mim.

    Beijos de luz e carinho minha amiga poetisa!

    ResponderExcluir
  50. Lindo Marilene, a cada poema teu uma sensibilidade a encantar!
    Uma linda semana para você!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...