4 de junho de 2012

CALE-SE !

( Freydoon Rassouli )


                                    
                                 Cale-se!
                                 Se desejasse ouvi-la
                                 Não ficaria com os olhos fechados
                                 Embalando-me por suave melodia,
                                 Fundo perfeito para  sonhos e poesia


                                 Cale-se!
                                 Quando quiser atentar
                                 Para os seus alertas
                                 Verá que lhe tenho abertas
                                 As portas da reflexão


                                 Cale-se!
                                 Não ando a desejar a sua voz
                                 E a (in) conveniência de suas verdades
                                 A me afastar do caloroso chamado
                                 Da ilusão


                                 Por ora, cale-se,
                                 Razão!


                                                            (Marilene)

49 comentários:

  1. A vez e a voz do coração, gostei. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  2. Às vezes precisamos dar um basta em nós mesmos! Dar-nos oportunidades, novas descobertas.... Um abençoado início de semana!
    Abraço fraterno e carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. As vezes, mesmo que o outro fale a verdade, a gente acha que é melhor não escutar!

    ResponderExcluir
  4. Que linda e profunda poesia, amei. Abraços

    ResponderExcluir
  5. E a razão nunca se cala.Precisa ser ,por vezes, abafada...Lindo!beijos,chica

    ResponderExcluir
  6. O sempre belo ato de silenciar pra ouvir,,,sentir a expressão...contemplar...beijos de bom inicio de semana pra ti amiga..

    ResponderExcluir
  7. Bom dia, Marilene!!!

    Pior, que quando queremos que ela se cale...aí é que ela não nos deixa!rs
    Belíssimo poema e imagem!!!
    Beijos minha amiga!!!Ótima semana pra ti!

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Quando soar a sineta
    Para a hora do recreio
    Pousa o livro e a caneta,
    Corre ao pátio, sem receio!

    Mas não te esqueças, querida
    Que outro toque haverá;
    E como tudo na vida
    A aula recomeçará.

    Assim também acontece
    Nas teias que o fado tece
    Na mente e no coração;

    E nossa vida balança
    Na dança e na contradança
    Entre o amor e a razão.


    É... tem muita gente que não sabe dar valor à hora do recreio, e há outros que sempre se atrasam para a aula. O bom equilíbrio entre razão e sentimento é um dos pilares de uma vida bem vivida. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que recreio encantador! Ele é, realmente, indispensável ao tão buscado equilíbrio. Obrigada pelos versos, meu amigo! Bjs.

      Excluir
  10. Dar a vez para o coração, pelo menos em doses hemopáticas, será maravilhoso, assim poderemos ouvir melhor o coração do outro e a nossa própria alma...adorei...beijinhos minha linda e doce amiga Marilenee uma linda semana

    ResponderExcluir
  11. rsrsr, tem horas que mando minha razão calar tbém, adorei Marilene! Bjooooooss

    ResponderExcluir
  12. Oi Marilene!
    Perfeito!
    A razão teima em ficar presente mesmo quando desejamos deixar falar mais alto o coração.
    Beijinhos e uma feliz semana!

    ResponderExcluir
  13. Fascinante seu jeito de escrever Marilene, ficou excelente seu poema...parabéns amiga.
    Boa semana, beijos,
    Valéria

    ResponderExcluir
  14. Uma amiga muito especial
    hoje marca a postagem do meu blog.
    Um ser divino que em pouco tempo conquistou corações nesse mundo virtual.
    O meu foi quase um dos primeiros a ficar apaixonado pelo carisma ,
    e grandeza de seu coração.
    Convido você a deixar seu carinho e fazer parte dessa preciosa amizade.
    Espero em Deus ter saúde o suficiente para conhece-la pessoalmete
    em 2012.
    Vou ficar agradecida com sua doce presença.
    Uma linda e abençoada semana.
    Beijos ternos e carinhosos.
    Evanir.

    ResponderExcluir
  15. VENHO TRAZER UM CONVITE ESPECIAL PARA IR A MINHA FESTA...ESTOU COMPLETANDO UMA LINDA IDADE,KKKKKKK,E QUERO MUITO VC LÁ PARA FAZER PARTE DO CORAL,KKKKKK,TE QUERO LÁ CANTANDO PARABÉNS PRÁ MIM!!!!
    a FESTA TÁ LINDA ,MAS FALTA VOCÊ PARA COMPLETAR A BELEZA ...
    VAI LÁ AMIGA QUERIDA !!!!!
    PASSANDO E DEIXANDO BEIJOSSSSSSSSSSS
    MAS NÃO RESISTI DE LER MAIS UM POEMA ENCANTADOR...CHEGO A FLUTUAR NAS TUAS ESCRITAS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já estive lá, querida! Não poderia deixar em branco uma data tão especial. Felicidades mil! Bjs.

      Excluir
  16. Oi Marilene
    Simplesmente maravilhoso o poema! Caiu como uma luva para mim. A minha razão vive me dizendo para eu me calar, mas minha emoção não consegue se controlar (rimou) kkkkkkk.
    Bjão e uma ótima semana.

    ResponderExcluir
  17. Olá MANA,

    Por vezes temos mesmo que calar nossa razão, principalmente quando ela
    deseja se sobrepor às nossas emoções.

    AMEI O POEMA e a imagem.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  18. Por que me manda calar
    Se calado já estou
    Venho agora a chegar
    Foi a chuva que me atrasou!

    Encontrei as portas abertas
    Por isso posso entrar
    Já dei os meus alertas
    Para ninguém se assustar!

    Me sentei junto do computador
    Comecei e escrever e a pensar
    Vou ao jardim colher uma flor
    Para a amiga Marilene mandar!

    Então receba em sua mão
    Esta linda flor a imaginar
    Coloque-a junto ao seu coração
    Para deste seu amigo se lembrar!

    Continuação de boa semana
    um beijo
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  19. Por vezes nosso silêncio diz tanto!!! Certas horas não há razão ou emoção que nos convença, mas o silêncio pelo menos nos embaraça...Ou constrange! Há coisa melhor? rsrs
    Beijão
    Tais

    ResponderExcluir
  20. Muitas vezes não queremos ouvir a razão, principalmente quando estamos confortáveis em uma situação. Bjs

    ResponderExcluir
  21. Oi, Marilene. Perfeito! Lindo! Muitas vezes se faz necessário calar a razão, para não sobre por a emoção. Boa noite e uma semana feliz! Bjos.

    ResponderExcluir
  22. Marilene,
    muito lindo e franco!
    Quantas vezes não é bom mesmo se pudéssemos calar só um pouquinho a razão, para que a nossa Poesia não morresse de realidade.

    Grande beijo e ótima terça-feira!

    ResponderExcluir
  23. O dilema que nos afronta vez ou outra entre a aemoção e a razão é atroz. Ainda bem que aqui ela está no seu devido lugar, sob o jugo da poesia, onde repousará mais domada.

    Que belo, Marilene! Grande abraço. paz e bem.

    ResponderExcluir
  24. Um belo dia pra ti minha amiga...paz e poesia sempre...beijos.

    ResponderExcluir
  25. Ah doce ilusão Marilene, mais do que nos promete, nos proporciona uma sensação maior que a razão....

    Amiga muito belo!

    Beijos e bom dia querida!!

    ResponderExcluir
  26. Sonhar é fácil. A razão tenta sobrepor-se aos sonhos, mas nem sempre há a vontade de a querermos perto.
    Belo Poema, Marilene.
    Parabéns.

    beijos

    SOL

    ResponderExcluir
  27. Ah, razão... por que te intrometes sempre onde não és chamada? Adorei o poema! Muitas vezes, o que mais precisamos em certos momentos, é o raciocínio irracional de uma emoção! Abraços.

    ResponderExcluir
  28. Ahhhhh que saudade que eu estava em ler-te Mari. Tua literarura é contundente e mexe remexendo nossos vãos.

    Esses versos são intensos e ao mesmo tempo vem na cadência certeira de um: OIII - ACORDE! Foi assim que senti.

    bom dia pra ti, lindeza, com chuva e tudo! rs
    bacios

    ResponderExcluir
  29. é preciso calar-se por vezes, aquietar o coração, o ouvido, aquietar a alma, para poder ouvir os sons da vida. lindo seu texto. abraços lamarque

    ResponderExcluir
  30. A razão é uma menina desobediente. Você coloca de castigo e ela encontra um modo de escapulir e interferir na emoção. rs

    Gostei do poema/Bem criativo.

    beijos♥linda semana/!

    ResponderExcluir
  31. Boa tarde, Marilene. Uma linda poesia. Muitas vezes não queremos ouvir a razão, contudo sabemos o que ela está a nos dizer claramente.
    A ilusão é a leveza, a descontração que pede o nosso coração para a nossa alma, mas a razão, é quem nos coloca no centro dos nossos sentimentos.
    Parabéns! Um beijo na alma, e fique na paz!

    ResponderExcluir
  32. Boa tarde Marilene

    As vezes é mesmo preciso mandar a razão calar-se...

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  33. OLá amiga Marilene! Com certeza muitas vezes o ato de calar-se é preciso,ele nos ajuda também a fazer uma reflexão.Adorei amiga.Ah, fiquei sem meu PC,estava no conserto(30 dias)e vim te visitar.


    * . + . * . * . + . * . * . *
    “Uma das trágicas coisas que eu percebo na natureza humana
    é que todos nós tendemos a adiar o viver.
    Estamos todos sonhando com um mágico jardim de rosas no horizonte,
    ao invés de desfrutar das rosas
    que estão florescendo do lado de fora de nossas janelas hoje.”
    * . + . * . * . + . * . * . *
    Beijos e uma Feliz Semana.Nati

    ResponderExcluir
  34. Eu ouço mais a emoção e o sentimento do que a razão,ou seja,meu coração tá em primeiro lugar!Lindos versos Marilene!

    ResponderExcluir
  35. A razão por vezes cansa...como sempre lindos versos, diria até espetaculares!
    Bjs

    ResponderExcluir
  36. Poesia profunda. A razão é composta de verdades a dizer
    e verdades para ser calar.

    beijos

    ResponderExcluir
  37. Belíssimo,adoro ler as tuas poesias e as imagens então,sempre divinas!
    abraço Marilene,=)

    ResponderExcluir
  38. Bom dia, Marilene. Tenha um dia abençoado e de paz!
    Talentosa e generosa amiga, para você, deixo o meu beijo carinhoso!

    ResponderExcluir
  39. Uma excelente quarta feira pra ti minha amiga, repleta de paz, amor flores e versos...beijos e beijos.

    ResponderExcluir
  40. Por vezes é mais prudente calarmo-nos, porque "o silêncio é de ouro..."
    A sua Poesia é linda !

    ResponderExcluir
  41. Marilene

    Franco e direto.
    As vezes é necessário o silêncio.
    O depois, o amanhã vem a resposta certa.

    Lindo.

    bjs.

    ResponderExcluir
  42. Boa tarde, Marilene.
    Muitas vezes, as palavras só atrapalham realmente, e nada deve ser dito.
    Agradeço por teus elogios ao meu texto e da Ana; saber que os amigos gostaram de nossos escritos é muito recompensador.
    Abraço, Marilene.

    ResponderExcluir
  43. Uma pausa para sonhar...
    Belo, linda.
    Beijo, em divina amizade.
    Sonia Guzzi

    ResponderExcluir
  44. Minha querida

    A imaginação é um ajuste de contas com o sonho...uma realidade por ser...a loucura de existir...a soma de todas as ilusões...o desvario da razão.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  45. Muito legal seu blog, parabens, me segue tbm ?! http://grandeigualdavi.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  46. o homem, esse animal bicéfalo, que tanto deseja o que não pode pensar ou pensa o que se lhe torna impossível querer...

    beijinho!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...