7 de junho de 2012

O ENCONTRO

(Victor Ostrovsky)
                                              

                        Passou o tempo de espera
                        E a  hora que pensei certa
                        Não era, de fato, aquela

                       Os passos, sempre ansiosos,
                       Sofreram o engano da fonte
                       Que os vivia a alimentar

                       Pensei estar adiantada
                       Por me haver equivocado
                       Com os ponteiros do relógio 

                       Ou que, talvez, atrasada,
                       Provocasse o desencanto
                       De quem já havia partido

                       Restou a interrogação...
                       Quem correu?
                       Quem se atrasou?

                       Agora, não mais importa
                       A hora certa passou
                       Cada um foi pro seu lado
                       E só o banco ficou,
                       Aguardando

                                                      (Marilene)

41 comentários:

  1. It's very nice , as usual.

    My compliments Marilene.

    Greetings, Joop

    ResponderExcluir
  2. E que toda essa espera,,,toda essa ansiedade sejam recompensadas um dia com o reencontro...beijos de bom feriado pra ti amiga.

    ResponderExcluir
  3. Muito Bonito !! Vc é brilhante q Deus te abençoe

    ResponderExcluir
  4. Oi Marilene
    Nada como começar o feriado com uma linda poesia! É, as vezes deixamos passar a oportunidade e depois nos arrependemos, ainda bem que não deixei passar o amor da minha vida, agarrei-o na hora certa, nem antes nem depois.
    Bjão e um ótimo feriado.

    ResponderExcluir
  5. ... "a hora certa passou..."
    Como somos ignorantes quando não aproveitamos do momento certo em nossas vidas! Não há retorno!
    Bj. Célia.

    ResponderExcluir
  6. Nova postagem sobre nossa casa, a importancia de cuidar de algumas coisinhas. Da uma olhadinha ?! http://grandeigualdavi.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Um primor de poesia!!!
    Um grande abraço

    ResponderExcluir
  8. Olá Marilene, tem situações nas nossas vidas que são únicas se perdemos a hora perdemos a oportunidade! Muito bom! Bjoooosss

    ResponderExcluir
  9. Oi MANA,

    Muito triste quando se perde esta hora, este momento.
    Mas nas voltas que a vida dá, um outro momento poderá propiciar o reencontro.

    Lindo o poema!

    Bjks.

    ResponderExcluir
  10. Olá, querida
    O que importa é que se tentou...
    Um dia o banco não ficará mais vazio nem que seja no Céu...
    Bjm de paz

    ResponderExcluir
  11. OI MANA,

    Voltei para dizer-lhe que a imagem é linda.
    Parabéns pelo bom gosto na escolha das ilustrações.

    Bjks.

    ResponderExcluir
  12. Boa noite minha querida !!!!!
    Aguardar sempre,mesmo vencendo a incompreensão do atraso ...
    No meu blog tem um post agradecendo todas as visitas ao FOLHAS DE OUTONO!
    E vc sempre se fez tão presente que merece ir lá só para ler,rsrsrsrs,
    bjs minha linda!!!!!

    ResponderExcluir
  13. Boa noite, Marilene.
    Não é sempre que conseguimos enxergar uma oportunidade de felicidade, mesmo se ela for absurdamente óbvia.
    E depois da felicidade perdida, pouco há de se fazer, a não ser recomeçar.
    Pseudointelectuais estão entre as pessoas mais insuportáveis existentes, Marilene, ainda bem que não conheço nenhum.
    Abraço, poetisa.

    ResponderExcluir
  14. Postagem sobre signos, da uma olhadinha ok?!
    http://grandeigualdavi.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá, Marilene. O destino muitas vezes nos prega peça como essa. Más a vida dá volta e um novo encontro poderá acontecer. Perfeito como sempre seu post! Amei a imagem. Belissima!! Beijinhos no coração.

    ResponderExcluir
  16. Um bom final de semana pra ti amiga...beijos.

    ResponderExcluir
  17. Bom dia,Marilene!!!

    Estas cada dia mais afiada!Que belíssima poesia!!!Embora triste, porque não queremos passar por estes desencontros...mas fazem parte.E a imagem que escolheste...bah!Que perfeição!!!Amei a pintura!
    Beijos,querida poetisa!!!
    Que seu final de semana seja MARAVILHOSO!!!

    ResponderExcluir
  18. Lindo e triste...beijo,ótimo fds,chica

    ResponderExcluir
  19. Acho que os desencontros acontecem quando não é pra ser... adorei, lindo poema!

    ResponderExcluir
  20. lindo e triste!!tenha um
    ▒▒▒▒▒▒▒██▒▒▒▒███▒▒▒▒██ BOM DIA!!!
    ▒▒▒▒▒▒█▓▓█▒██▓▓▓██▒█▓▓█
    ▒▒▒▒▒█▓▒▒▓█▓▓▓▓▓▓▓█▓▒▒▓█ post lindo
    ▒▒▒▒▒█▓▒▒▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▒▒▓█ lembre-se
    ▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓█ que você
    ▒▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓█ é uma pessoa
    ▒▒▒▒▒▒▒█▓▓█▓▓▓▓▓▓█▓▓▓█ maravilhosa
    ▒▒▒▒▒▒▒█▓▓██▓▓▓▓▓██▓▓█
    ▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▒▒█▓█▒▒▓▓▓▓█ DEUS
    ▒▒▒▒▒█▓▓▒▒▓▒▒███▒▒▓▒▒▓▓█ te abençoe
    ▒▒▒▒▒█▓▓▒▒▓▒▒▒█▒▒▒▓▒▒▓▓█ em todas
    ▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓▓▒▒▒▒▒▓▓▓▓▓▓█ áreas de
    ▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓▓███▓▓▓▓▓▓█ sua
    ▒▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓█ vida Jesus
    ▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▒▒▒▒▒▒▒▓▓▓▓█te ama
    ▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▒▒▒▒▒▒▒▒▒▓▓▓▓█ UM FORTE
    ▒▒▒▒█▓▓▓█▓▒▒▒▒▒▒▒▒▒▓█▓▓▓█ABRAÇO
    ▒▒██▓▓▓█▓▒▒▒██▒██▒▒▒▓█▓▓▓██ DIANA
    ▒█▓▓▓▓█▓▓▒▒█▓▓█▓▓█▒▒▓▓█▓▓▓▓█
    █▓██▓▓█▓▒▒▒█▓▓▓▓▓█▒▒▒▓█▓▓██▓█
    █▓▓▓▓█▓▓▒▒▒▒█▓▓▓█▒▒▒▒▓▓█▓▓▓▓█
    ▒█▓▓▓█▓▓▒▒▒▒▒█▓█▒▒▒▒▒▓▓█▓▓▓█
    ▒▒████▓▓▒▒▒▒▒▒█▒▒▒▒▒▒▓▓████
    ▒▒▒▒▒█▓▓▓▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▒▓▓▓█
    ▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▒▒▒▒▒▒▒▒▒▓▓▓█
    ▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▒▒▒▒▒▒▒▓▓▓▓█
    ▒▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓█▓█▓▓▓▓▓█
    ▒▒▒▒▒▒▒▒█▓▓▓▓▓█▓▓▓▓▓█
    ▒▒▒▒▒████▓▓▓▓▓█▓▓▓▓▓████
    ▒▒▒▒█▓▓▓▓▓▓▓▓▓█▓▓▓▓▓▓▓▓▓█
    ▒▒▒▒█▓▓▓▓▓▓▓▓█▒█▓▓▓▓▓▓

    ResponderExcluir
  21. Quem sabe o banco não ficou aguardando a volta? Sempre podemos contar com essa possibilidade. Meu beijo.

    ResponderExcluir
  22. Perdi o amor de alguém
    Não sei onde, não sei quando;
    Não sei se perdi o trem
    Ou peguei o bonde andando...

    Nessas horas faz falta um despertador bem barulhento. Beijos.

    ResponderExcluir


  23. Cuando paso a visitarte me crezco con los textos encontrados, que son el archivo de las vivencias, poesías o momentos de un trayecto de vida, que con ayuda del recuerdo han regresado al presente recobrando protagonismo.

    Siendo hoy uno de esos momentos, que cuando me valla, me llevaré ese buen sabor en la comisura de los labios, porque has sabido aderezarlos con la textura de las palabras…

    Un feliz viernes ya casi fin de semana te deseo, algo que siempre se espera con ansiedad para dedicárselo a diferentes prioridades que se van posponiendo.

    Un beso tan profundo
    Como el sentimiento
    Del aprecio
    Que nos ha unido.
    María del Carmen



    ResponderExcluir
  24. Triste o desencontro na vida...
    Captou a essência dele na sua poesia!

    Beijo

    ResponderExcluir
  25. Sorteio queridas, se inscrevam:
    http://grandeigualdavi.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Oi, Marilene, penso assim, como diz no seu belo poema. Há coisas que tem um tempo para acontecer, que se não acontecem nesse "tempo", passam e fica um vazio aguardando no banco. Um abraço!

    ResponderExcluir
  27. Oi Marilene!
    Lindo!
    A vida é mesmo a arte dos encontros e desencontros, pena que eles existam para roubar um pouco do colorido da vida.
    Beijinhos e um lindo fds!

    ResponderExcluir
  28. Cada um para o seu lado, mas o amor foi amado... Olá minha querida Marilene vim degustar do vinho embriagador dos teus escritos e convidar-te para meu 4.9 ... o convite está na Ilha e tem tb um arraiá acontecendo no meu chat, topas dançar u forrozinho e beber um quentão? :) beijos perfumados no coração.

    ResponderExcluir
  29. Marilene, tudo bem?
    O banco pode ser a metáfora para o desencontro. E por que duas pessoas não conseguem se encontrar? Foi ocasião ou decisão? O que resta? Apenas o banco.
    Muito lindo!

    Beijos e ótimo fim de semana!

    ResponderExcluir
  30. Um belo sábado pra ti minha amiga queria...beijos e beijos.

    ResponderExcluir
  31. a imagem do banco como impressão digital do tempo é-me muito cara, marilene. e, todavia, mesmo que só e agarrado ao passado, o banco espera, aguarda... nem ele sabe, na maioria das vezes, o quê ou porquê...

    beijinho, querida amiga!

    ResponderExcluir
  32. Querida Marlene
    Na vida as vezes é assim temos encontro e desencontros.Parabéns. te peço mil desculpas pela minha ausência estou com uma virose horrível.Um feliz fim de semana sem chuva rsrsrs. Um beijinho.
    Ana Brisa

    ResponderExcluir
  33. Marilene..
    Linda a imagem postada aqui para emoldurar eu poema!

    A vida é feita de encontros, desemcpntros e reencotros..
    O banco esta ali, para quem sabe na hora certa.......

    Um beijo...bom fds""

    ResponderExcluir
  34. Que o encontro se faça no desencontro de olhos, mas no reencontro de almas e que seja breve o encontro dos seres...AMEI Marilene...beijinhos

    ResponderExcluir
  35. Há desencontros assim...
    Belo poema, gostei imenso.
    Marilene, querida amiga, tem um bom fim de semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  36. Difícil descrever melhor, que cada momento tem um espaço e a essência que não se repete.

    Beijo e Kandandos

    (Grato pela amabilidade de tua visita)

    ResponderExcluir
  37. OI MARILENE!
    ESTA É UMA HISTÓRIA QUE ACONTECE MUITO,QUANTOS AMORES QUE FICAM PARADOS NO TEMPO, POR UM DETALHE SIMPLES, COMO UM ATRASO...
    QUE BELEZA TEU TEXTO!
    ABRÇS

    zilanicelia.blogspot.com.br/
    Click AQUI

    ResponderExcluir
  38. Olá Marilene, boa noite!

    Ahhh, esses atrasos, ou chegada antes da hora, quando ainda não é a hora certa, que comprometem os compromissos, os encontros de amor, transformando em desencontros fatais! E, depois a gente pega tudo isso, e mais um pouco e transforma em poesia, assim como fez você, como faço eu...Ainda bem que a poesia existe! rsss

    Seu blog é fantástico, amiga, dá gosto vir aqui, e ficar lendo, apreciando cada detalhe que o teu cuidado transforma em oasis!

    Muito grata por suas visitas sempre tão esperadas por mim, lá no SEMENTES PRECIOSAS!

    Bjos da Lu...

    ResponderExcluir
  39. Oi linda !!!!
    Que lindo, nossa fiquei encantada belas palavras.
    Aguardo sua visitinha ta.
    http://www.plantaodabeleza.com.br/
    BeijossssssssssssSimara ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

    ResponderExcluir
  40. Seu poema ,tem a ver com o meu último affair. Me parece que depois de tantos desencontros, não terei o tão sonhado encontro. Uma pena!

    Abraços

    ResponderExcluir
  41. Nossa Marilene.
    Adorei. Só o banco pode revelar se houve o desencontro.
    Bom domingo, poeta talentosa.

    bjs

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...