1 de agosto de 2012

FUGA INÚTIL

(Nathan Brutsky)


                                                                                     
                             O nível de segurança
                             Foi violado
                             Permitindo que um clima diverso
                             Se instalasse,
                             Já não era possível fugir do beijo
                             Nem do anseio 
                             Pela hora do amor


                             O simples toque das mãos
                             Incendiava os corpos,
                             Há tanto tempo vistos
                             Como mortos,
                             No campo das sensações


                             Não desejavam do vento
                             A voz, que atroz,
                             Atormenta,
                             Preferiam o sussurro da brisa,
                             Bem mais acalentador


                             Não buscavam o fogo do amor,
                             Que sabiam queimar,
                             Preferiam um carinho terno
                             Que os pudesse embalar


                             Mas o nível de segurança
                             Não foi mantido
                             E o único sentido encontrado
                             Estava no abraço apertado,
                             No esquecimento dos laços,
                             Mordaças vãs,
                             Não controladas pelos corações
                             Que, embora sedentos,
                             Tentam fugir dos sentimentos


                                                                        (Marilene)

59 comentários:

  1. Oi, amiga. Boa, noite. Lindos sonhos! Bela forma de descrever o amor. Mi perdi nos versos. Encantador!! Bjos carinhosos e ótimos dias pra vc. Obrigada sempre! Adoro vc flor.

    ResponderExcluir
  2. Grande amiga Marilene!
    Tentar fugir de sentimentos é uma luta inglória e se esse sentimento for o amor, fica mais sem sentido ainda, no entanto, o amor deve somente nos proporcionar paz, alegria, felicidade, enfim, vida.
    Gosto dos temas que tu cantas poeticamente, amiga.
    Abraços do amigo!

    ResponderExcluir
  3. Very nice work.....i like this Marilene.

    Summer greetings, Joop

    ResponderExcluir
  4. O amor sobressai...Lindo demais!!beijos,chica

    ResponderExcluir
  5. Um abraço apertado demais: impossível escapar!

    ResponderExcluir
  6. E o melhor de tudo,,,o abraço apertado,,,corpos colados...desejo saciado,,,no mais puro toque do vento....beijos de bom dia pra ti amiga...

    ResponderExcluir
  7. Não sendo possível fugir do beijo
    Não buscando o fogo do amor
    Melhor seria satisfazer o desejo
    Antes de arder de tanto calor!

    Boa quarta-feira para você,
    amiga Marilene,
    um beijo
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  8. Bom dia amiga, manter um nível de segurança no amor é sempre muito difícil rsr bjooos

    ResponderExcluir
  9. gostei do poema, tem uma coisa de sedução, gostei bastante!
    bjs

    ResponderExcluir
  10. Fuga dos sentimentos: um caminho curto! Belos versos!

    ResponderExcluir
  11. Eu gosto de saborear os poemas que aqui encontro, umas vezes intensos, outras descompromissados e leves...

    Deixo um abraço, minha amiga, e meu carinho, sempre...

    ResponderExcluir
  12. Oi Marilene!
    Lindo!
    É sempre muito difícil fugir dos sentimentos e ficar numa zona de segurança quando se está próximo a pessoa amada. A químuca do amor é mais forte!rss
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  13. Hermoso poema donde los sentimientos van de la
    mano con el amor y el deseo, versos que entregan
    la impaciencia por ese momento tan esperado, me
    encantó visitar tu Blog querida Poeta.

    Te dejo un abrazo sin fronteras desde mi corazón.

    ResponderExcluir
  14. Ah! sair deste espaço de segurança para outro bem mais perfeito, da entrega dos sentimentos é que fazem do amor esta troca maravilhosa.Amei teu poema e a sutileza das palavras.És uma poetisa fantástica.Bjs no coração Eloah

    ResponderExcluir
  15. Marilene

    Um nivel de segurança que é impossível de se desvencilhar.
    Lindíssimo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. OLá MANA,

    É mesmo difícil fugir dos sentimentos quando amor e desejo falam mais alto.
    Não há nível de segurança que seja mantido diante da proximidade do ser amado.

    O poema é um encanto e a imagem é muito interessante e bonita.

    Beijão.

    ResponderExcluir
  17. A fala de todas as coisas que compõem este quadro poético, revela o desejo, a angústia, o medo, a dúvida.Transpor todas estas emoções fazem com que a descoberta do amor seja completa.
    Belas e poéticas questões, Mari.
    Bjos,
    Calu

    ResponderExcluir
  18. Oi Marilene
    Que poema gostoso de ler e não somente isso, mas degustá-lo, assim como o amor, podemos tentar fugir dele, mas ele nos acompanha onde formos, está dentro do nosso coração.
    Bjão. Fique com Deus!

    ResponderExcluir
  19. Não por que fugir de um destino,que se desenha enquanto porvir...
    Bjosss...Marilene.

    ResponderExcluir
  20. nossa que texto esse hein Mary... Meio poético meio angustiante... Uma fuga talvez...
    Gostei!

    ResponderExcluir
  21. Ixi... apertei alguma coisa aqui e não acabei de comentar, ahhahahahahhaha.


    Uma fuga talvez, mas que não chega a lugar nenhum. Porque na vida onde formos alguns pensamentos e emoções vão atrás da gente, pois moram no nosso coração!

    ResponderExcluir
  22. Mari,

    Boa noite!

    Fugir de sentimentos pode ser covarde, mas será sempre o nosso cortar caminhos para evitar machucados ou escorregões, principalmente quando o dia apresenta início de chuva. Tem um livro que se chama "Ninguém foge do amor", que é meio tolo, mas apresenta um mulher com todas as condições clássicas da Cinderela moderna, mas que fica na busca utópica da perfeição desejando o marido da Angelina Jolie. Enfim, o príncipe usa cueca rasgada e paga prestação do carro.

    Muito bom o texto! Beijos.

    ResponderExcluir
  23. Boa noite Marilene, vim trazer um abraço, parabéns pelas lindas postagens!! uma linda noite na paz de Jesus. Bjus

    ResponderExcluir
  24. Me perdi nos versos e me encontrei nos sentimento
    tão lindamente poetizado.
    Que lindo Marilene eu adorei.
    Beijinhos minha querida e uma linda noite de
    sonhos e realizações.

    ResponderExcluir
  25. Não há níveis de segurança para certos sentimentos. A dosagem "segura" para a paixão está na bula?

    Beijos.

    PS: Recebi seu e-mail. Obrigado, Marilene.

    ResponderExcluir
  26. Marilene, querida!
    por vezes fugir dos sentimentos é uma tarefa difícil e ingrata, para não dizer, praticamente impossível, apenas substituindo um por outro sentimento.
    Bastante reflexivo!
    Beijos e ótimos dias!

    Ah! Finalmente coloquei teu blog no meu blog roll, já estava na hora... heheh pura distração a minha... :)

    ResponderExcluir
  27. Marilene vim te agradecer o carinho e adentrando em tua casa me apaixonei pelos teus escritos, nossa são muito lindos, parabéns você escreve com a alma, beijos Luconi

    ResponderExcluir
  28. Marilene

    Os sentimentos e amor são o grande manancial por onde o poeta pode deambular. Cabe ao leitor interpretar. Li o poema, tentei ler também nas entrelinhas, Vislumbrei um excelente poema!
    beijos

    ResponderExcluir
  29. OI QUERIDA MARILENE,

    A imagem me deslumbrou.
    Seu poema, não menos.
    Começou tudo tão bem, tão entrelaçado, e depois não souberam manter aquele "FOGO QUE ARDE SEM SE VER".
    Causas? Existirão muitas, por certo.

    Um dia maravilhoso, com afetos e cumplicidades.
    Beijos da Luz.

    ResponderExcluir
  30. Oi, querida!

    Mudou o cabeçalho de seu blog? Só agora, notei.
    Está mais leve. Precisamos mudar, alterar para não cansar nossa mente e nosso olhar.

    Beijos, com carinho, da Luz.

    ResponderExcluir
  31. Um belo dia pra ti minha amiga,,,,beijos e flores...

    ResponderExcluir
  32. um titulo muito adequado ao poema.
    há sempre fugas inúteis.
    um beij

    ResponderExcluir
  33. Com certeza uma fuga inútil essa, o amor é irresistível.
    Amo suas poesias!
    Beijos querida Marilene.

    ResponderExcluir
  34. Para os sentimentos o limite é o coração! Bastante profundo e reflexivo! E lindo! Hoje tem novo post! Obrigada pelo carinho e pelos comentários sempre gentis!
    Um abençoado e feliz final de semana!
    Abraço carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  35. Amiga Marilene.Tus poesias y fantasias fotográficas,son muy superiores a la de éste viejo fotógrafo
    Abrazos
    Juan

    ResponderExcluir
  36. Olá Marilene, ainda bem que não podemos e jamais possamos fugir do amor.Por mais fugaz e sutil que se nos apresente, sempre será o Amor.Como poderíamos viver se a cada instante tivéssemos qu mensurar o limite do Amor?
    Lindo seu poema, diz muito nas entrelinhas.
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  37. Oi, Marilene. O amor é uma delícia quando vem em brisa, quando vem forte, quando enlaça e aquece, mas não é possível nada disso sem que se permita acontecer, sem que a fuga seja um caminho dispensado. Lindo poema, um abraço!

    ResponderExcluir
  38. porque a pele também sabe mentir...

    beijinho, marilene!

    ResponderExcluir
  39. Oi Ma...

    Em se tratando de amor.. o coração é quem dita as regras não
    a razão..
    vc escreve cada dia melhor....

    bjs

    ResponderExcluir
  40. Olá Marilene,,

    Letras profundas,
    fragmentos reconstituidos
    deixam marcas,nas ranhuras
    quebradas.

    Tudo muito profundo
    entendível para quem
    o mesmo sente.
    Das vezes por motivos
    até mesmos banais
    contariamos nossas almas
    sem darmo-nos conta
    que o amor habita nos corações
    mais que especiais..

    Obrigado pela visita
    pelo carinho em meu espaço,
    pelas palavras, pelo abraço

    Volte sempre
    e por cá haverei de voltar,
    gostei muito do que lí
    sopros de tua'lma...

    Bjs

    Livinha

    ResponderExcluir
  41. Bom dia Marilene! Como é ler, reler sempre seus belos versos. Obrigada pela partilha amiga! Passando para desejar um feliz fim de semana. Beijo carinhoso e flores pra vc!

    ResponderExcluir
  42. A fuga é um estado dificil, a mente não se liberta facilmente das sensações.

    Excelente poema
    Beijinho Marilene.
    cvb

    ResponderExcluir
  43. O bom é começar o dia, nessa poesia tão bonita.
    E nessas borrifadas de sentimentos de amor, eu te abraço bem forte.
    Um abraço de saudades minha amiga querida.
    Sempre muito bom te ler.

    Beijão Marilene.

    ResponderExcluir
  44. Bom dia,Marilene!!!

    Que lindo!!!Por vezes tentamos(inutilmente)fugir do que sentimos,principalmente quando se trata de amor,de paixão...
    Mas se não tentarmos nunca saberemos!
    Teus versos são belíssimos,poetisa!
    Beijos e meu carinho!

    ResponderExcluir
  45. Ah!O visual novo do blog é LINDO!!!Amei as pinturas!

    ResponderExcluir
  46. Um maravilhoso final de semana pra ti minha amiga....beijos e flores...

    ResponderExcluir
  47. Marilene
    Amiga querida, não se pode fugir do amor e com tantas sensações que engradecem o seu belo poema, e quando vem a insegurança o amor fica contido dentro de um baú, que ao sair de lá para o coração vem o anseio.

    Beijos amada amiga e um feliz final de Semana Iluminada por Deus..Fuiii

    ResponderExcluir
  48. Hoje com o coração muito apertado
    com a alma triste pelo afastamento
    do menino poeta enamorado da (LUA)
    Um poeta que conta as estrelas
    da sua janela .
    Vai deixar uma grande lacuna não só
    no meu coração.
    Mais a todos que ama seus poemas
    e o carisma que trata todos nos.
    Minha homenagem ao meu maior idole
    esta na postagem.
    Vai se afastar sim:deixando seu livro
    um grande legado para quem conseguiu um exemplar.
    E seu exemplo que jamais vou esquecer
    Como esquecer de quem tanto me apoia
    de quem eu tanto amo.
    Virei poeta para homenagea-lo .
    Um abençoado final de semana beijos paz e luz.
    Evanir..

    ResponderExcluir
  49. Mari, lindeza... Passando pra te ler e sentir em toda linha poética o encanto de tuas palavras, sempre tão bem delineadas.

    Super beijo com afeto
    e um lindo fim de semana

    Lu

    ResponderExcluir
  50. Momentos de amor são assim: avassaladores, imprevisíveis, "implanejáveis"...

    Poesia e imagem fantásticas!

    Beijos, Marilene

    ResponderExcluir
  51. Querida amiga

    Penso que viver
    é semear com palavras,
    imagens e sonhos
    palavras que acordem
    o belo,
    o justo
    e o melhor do mundo
    em outras vidas.

    Que este seja o nosso
    compromisso com a vida

    Aluísio Cavalcante Jr.

    ResponderExcluir
  52. O amor sempre presente ...tomando formas ...e em forma de poema se torna mais encantador ...
    Sabes que aprecio de montão teus escritos...
    bjssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  53. Bacana...O amor é fugaz, é música, é letra...é sentir a brisa passar, o fogo queimar. Adorei....bjs e saudades daqui!!!

    ResponderExcluir
  54. Olá, Marilene.
    O amor cria as próprias regras, e não temos escolha senão segui-las.
    É o preço que temos de pagar por ele tornar nossas vidas muito mais dignas de serem vividas.
    Abraço, Marilene.

    ResponderExcluir
  55. Quem foge de si mesmo vai ter que passar toda a vida a fugir... a não ser que mude!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  56. Bom dia Mari.
    Quis vir ler este poema outra vez.
    Precisei refletir,e este aqui é um doa mais lindos que já li.

    Bjo e bom domingo querida.

    ResponderExcluir
  57. Lindíssimo ! Belíssimo ! Eu me emocionei, Marilene. Acho que porque vivi isso ... ;)

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...