15 de janeiro de 2013

ESPERAS

(by Emilii Wilk)
                             

                                  São muitas as janelas
                                  E em cada uma delas
                                  Alguém espera.
                                  É o filho que tarda,
                                  O sonho que alimenta,
                                  O amor que aguarda...
                                  Nesses instantes,
                                  A vida parece estagnada.                              

                                  Nem tudo vai chegar
                                  Nem todos vão sorrir
                                  Mas ficam a aguardar.
                                  Em várias das janelas
                                  Há alguém a refletir,
                                  Aquele é o seu porto
                                  E algo está por vir

                                  Abrigam sensações
                                  Acolhem emoções
                                  E muitas tentações,
                                  Silêncios e palavras
                                  Permeiam relações

                                  Agora é madrugada
                                  E muitas das janelas
                                  Encontram-se fechadas.
                                  Os sonhos adormecem,
                                  Não morrem, só descansam,
                                  Pois já foi feita a prece
                                  Para a espera de amanhã

                                                                      Marilene

61 comentários:

  1. Seu lindo poema nos fala de como devemos estar aberto para os sonhos, porém se não abrimos a porta e irmos atrtás deles, estaremoa eternamente esperando-os na janela. Bjos, querida Marilene. Tenha uma boa semana.

    ResponderExcluir
  2. Olá tudo de bom ...
    Obrigada por seguir o meu blog .
    Também estou a seguir o seu , como poderá ver .
    Eu recomendei no +1
    Parabéns o seu blog está magnifico .


    Ernesto
    ernestocastanha.blogspot.com
    ernestocastanha.blgs.sapo.pt

    ResponderExcluir
  3. Marilene,
    Quem sabe nossos sonhos adormecem para reunirem forças...
    E continuarem repletos de confiança e perseverança...
    Acreditar...Sempre acreditar que tudo é possível e pode acontecer quando menos esperamos...
    Como uma surpresa da vida...Abraço.
    Maria da Graça

    ResponderExcluir
  4. Que lindo amiga!!!!
    Muitas vezes tenho essa "relação" com a minha janela.
    Ou simplesmente vou até ela pra pensar.
    Adorei! Mande-me por e-mail por favor?!!!
    Beijos, lindo dia querida.

    ResponderExcluir
  5. Lindas janelas, sempre em busca, em busca!
    Boa semana
    abraços

    ResponderExcluir
  6. Sempre que é noite alta... gosto de chegar a janela e ficar olhando as luzes acesas nas outras janelas...e me vem sempre o mesmo pensamento... o que sera que eles estao fazendo? pq acordados tao tarde?... entao deve ser isso... estao de alguma forma esperando um sonho... seja ele qual for...
    Beijos...

    ResponderExcluir
  7. E assim se fazem os caminhos da vida,,,cheios de esperas e ansiedades por vir,,,,beijos amiga e um bom dia pra ti,

    ResponderExcluir
  8. Às janelas, sonhamos, observamos o mundo, pensamos na vida, sentimos saudades e planejamos o futuro. Que haja muitas janelas, sempre, e bem grandes, para deixar as casas sempre bem arejadas, e as mentes, sempre criativas. Lindíssimo poema, Marilene!

    ResponderExcluir
  9. Esos sueños nunca mueren, sólo están descansando para imprimir con más intensidad la Esperanza de llevarlos a cabo.
    Precioso Poema.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  10. É a janela da vida, minha amiga!! Onde podemos visualizar nossos sonhos, amores e fazer nossos planos. Um grande abraço!!
    jorge-menteaberta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Quando dormes, os teu sonhos
    Ganham vida, já se vê;
    Se abres teus olhos risonhos
    Eles sonham com você!


    Beijos, sonhadora de sonhos de sonhos.

    ResponderExcluir
  12. Só não as têm, quem vive ao relento!
    Sempre tão decantadas! Linda poesia!

    Beijo!

    ResponderExcluir
  13. Olá.
    Nossa ,muito legal seu blog, gostei bastante, parabéns.
    Estarei sempre por aqui.
    Até mais

    ResponderExcluir
  14. um poema muito real.
    mais um belo trabalho.
    boa semana.
    um beijo

    ResponderExcluir
  15. Mesmo para quem desista da espera
    A madrugada acontece
    E entra-nos pela janela...


    ResponderExcluir
  16. As janelas abrem-se e fecham-se. Através delas podemos ver o mundo (ou parte dele) a palpitar. E isso pode ser transmitido para nós próprios...
    Magnífico poema, gostei muito.
    Beijo, querida amiga.

    ResponderExcluir
  17. E amanhã será um novo dia. E haverá de novo janelas que se abrem, portas que se fecham, pessoas que chegam e outras que esperam.
    É o ciclo da vida, que se repete incessantemente.
    Belo e muito real poema, que descreve, na perfeição, a vida do dia-a-dia.

    Beijinhos, querida amiga.

    ResponderExcluir
  18. Belo poema...Espectacular....
    Para quem sabe esperar, tudo vem a tempo.
    ~Clément Marot
    Cumprimentos

    ResponderExcluir
  19. penso ser você uma brilhante observadora dos detalhes e pormenores da Vida!

    ResponderExcluir
  20. Que lindo, Marilene!
    Cada janela há um sentimento... uma pessoa... e um sonho que nos espera!
    beijos e linda noite.

    ResponderExcluir

  21. Olá Mana,

    A vida é feita de esperas.
    E da janela observamos a natureza, as pessoas,
    o mundo a nossa volta. Algumas janelas são iluminadas
    pela alegria reinante no ambiente.
    Outras, pela luz que indica haver alguém
    vivendo momentos de ansiedade.
    Mas quando a noite avança tudo adormece,
    para um novo recomeço ao alvorecer.

    Muito lindo! Fiquei imaginando você sentada aí em seu computador, olhando
    pela janela e teclando o seu poema-rsrsrsrs.

    Beijão.

    ResponderExcluir
  22. Muitas janelas abertas, outras tantas para sempre cerradas.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  23. Olá Marilene,
    Se o sonho que alimenta e o amor que aguarda esperam significa que vivem....

    Sabes, a vida é feitas destas esperas. E nunca devemos desistir delas, de algumas, destas....dos sonhos e do amor.

    As janelas abertas, pois.

    Beijinho
    (Se me permites vou seguir o teu blog)

    ResponderExcluir
  24. Cada casa tem pelo menos uma janela
    E uma porta para nela se poder entrar
    Vejo tristeza no rosto dela
    O que estará ela a pensar

    O vestido dela tem botões
    Cada um em sua casa entrar
    Há tristezas e paixões
    Por todo o mundo a chorar!

    Há felicidade, paz e amor
    Há muita maldade sem fim
    Sofrimento, mágoa e dor
    Há lindas flores no jardim!

    Amiga Marilene,
    seu lindo poema li,
    Para ver você alegre
    Prometo voltar aqui!

    Desejo uma boa noite
    para você, e bons sonhos.
    Um beijo
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  25. "...A ESPERA DO AMANHÃ..."
    Essa...deve ser a nossa fala.
    "...OS SONHOS...só descansam.
    Beijos amiga.
    Fica com DEUS.

    ResponderExcluir
  26. Marilene.... obrigado pela visita.
    A janela é uma representação da vida. É pela e através da janela que olhamos e sentimos o mundo..Sensações, emoções, tentações, novas descobertas....
    Muito lindo o poema e linda a analogia.
    Beijos do amigo Marco!

    ResponderExcluir
  27. Às vezes esperar é a unica coisa que nos resta, e a janela é um simbolo de espera muito doce em seu poema, adorei! E concordo com o Marco. ^^
    Parabéns, Marilene! Mil beijos! ;*

    ResponderExcluir
  28. Adoro uma janela... tenho a impressão que sempre vou ver algo novo... lindo... bom... não sei explicar... Linda demais sua poesia. Parabéns querida!

    ResponderExcluir
  29. Oi Mary!

    Essa espera constante e diária por dias e momentos melhores é que movem a vida! Se um dia a gente se cansar de esperar... Acho que a vida se acaba!

    ResponderExcluir
  30. Um bom dia pra ti minha amiga,,,beijos.

    ResponderExcluir
  31. Oi, querida!
    Um poema que retrata nossos espaços vazios. Formidável!
    Beijo, linda.
    Ahhh, estou voltando, viu? rsrss
    Em divina amizade.
    Sonia Guzzi

    ResponderExcluir
  32. Adorei a analogia! nossa vida é assim mesmo, como uma janela...
    Bjs

    ResponderExcluir
  33. E todos os dias janelas se abrirão, outras se fecharão além da nossa vontade. E todos os dias haverá o que se esperar.

    Que seja boa a espera.
    Que seja prazerosa a chegada.

    Beijo,moça da palavra bonita.

    ResponderExcluir
  34. Minha querida

    Depois do anoitecer há sempre um novo amanhecer e o tempo corre tão rápido que por vezes não temos tempo de fechar a janela dos sonhos.
    Adoro ler-te, os teus poemas dizem-me tanto.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  35. As janelas representam muitas coisas, Marilene. E uma delas é a espera. Estou lendo o poema numa madrugada, hora que elas costumam estar fechadas. Bela poesia. bjs

    ResponderExcluir
  36. Um belo dia pra ti minha amiga,,,beijos.

    ResponderExcluir
  37. Que lindo, Marilene
    Em cada janela uma grande poesia.

    bjs.

    ResponderExcluir
  38. Que lindo Marilene!
    Estamos sempre na espera de algo e na busca de tantas outras, mas nem sempre a espera se faz presença, esta é a vida de cada um de nós, você poetizou lindamente, um grande beijo em seu coração poético.

    ResponderExcluir
  39. Olá Marilene, estou conhecendo seu blog e curtindo muito sua poesia. Beijos

    ResponderExcluir
  40. Marilene

    Depois se ler o teu poema emanadado de um pensamento muito real, nele meditei e conlui, ter observado uma mente verdadeiramente poétca!
    Isto quer dizer que amo a tua poesia.
    beijos de amizade

    ResponderExcluir
  41. OI MARILENE!
    ESPERAR, PARECE QUE NA VIDA ESTAMOS SEMPRE ASSIM, EM CADA FASE, TEMOS NOSSAS ESPERAS QUE NEM SEMPRE SÃO SATISFEITAS, EMBORA AS QUEIRAMOS MUITO.
    EIS A VIDA!
    LINDO TEU TEXTO, ME FEZ PENSAR.
    ABRÇS
    http zilanicelia.blogspot.com.br/ClickAQUI://

    ResponderExcluir
  42. Querida amiga

    Palavras assim,
    são tributos
    a esperança...

    Que todos os dias
    os sonhos nasçam em ti,
    como nasce o sol pela manhã...

    ResponderExcluir
  43. Simplesmente maravilhosa tua poética descrição;o que vê-se, sente-se, espera-se, busca-se quando divisa-se por uma janela o mundo a frente.
    Que em cada amanhecer, tua janela lhe mostre paisagens belíssimas.
    Bjos, Mari.
    Calu

    ResponderExcluir
  44. Querida Marilene, sua escrita poética "Espera", nos mostra o quanto esperamos por tantas coisas, momentos, pessoas e quem sabe esperamos a hora chegar.Porém como sabiamente escreveu, nem sempre nossa espera é agradável e surte o efeito que desejávamos quando iniciamos a espera. Como você escreve bem as palavras que formam o poema.Parece uma tela pintada com palavras de tanta perfeição. Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  45. Marilene ,

    Tua poesia é divina! Os momentos de nossas vidas são feitos de esperas. Conduziste poeticamente o tema suavizando-o com tanta ternura que a espera fez-se mansa e calma.
    Beijos, amiga!

    ResponderExcluir
  46. Olá, Marilene.
    Adorei o seu poema.
    "Quem espera sempre alcança"
    Eis o dito popular
    O coração até balança
    Quando fica a esperar.
    Até...

    ResponderExcluir
  47. Boa noite minha linda !!!!
    Uma poesia encantadora ,que faz de vc como poetisa ,uma grande pintora das nuances da vida e,na escrita usa uma maestria com significância...
    bjs minha flor !!!!!

    ResponderExcluir
  48. Um belo final de semana pra ti minha amiga,,,beijos e flores...

    ResponderExcluir
  49. Que lindo o modo de cantar nossa esperança, Mari!

    Gosto imenso de ler-te!

    Bom findi minha amiga querida

    bacios

    ResponderExcluir
  50. Todas as Janelas da Vida são Miradouros e vigias para se ter o que mais ansiamos. Nesta tua Poesia, sublime, descreves muito bem esse Viver.
    Amei.


    Beijos


    SOL

    ResponderExcluir
  51. A imagem fala Marilene,e fica a curiosidade am inspiração veio da imagem ou a imagem veio coroar a inspiração.Lindo demais, uma perola de seu porta joias da poesia.Este olhar para a janela,sobre a espera que se faz vasta em cada olhar,que espera e as vezes desespera.Faz lembrar a mãe na porta a espera do filho que jamais voltará.Parabens com euforia Marilene.
    Um lindo fim de semana com muita paz e alegria.
    Meu abraço mineiro de flor amiga.
    Bjo.

    ResponderExcluir
  52. A espera...

    As dores e as delícias imanentes à ela...

    Lindos versos,Marilene...

    Bjosss...

    ResponderExcluir
  53. E por vezes tudo o que resta é fazer uma prece pela espera de amanha.Ainda assim uma incerteza!

    Muito bom parabens minha querida!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  54. É curioso isso, não é, Marilene? Parece que a nossa vida é uma eterna espera....o ser humano tem essa dificuldade de viver somente o mento sem expectativas. Ou então está sempre a se preocupar com algo. Um abraço!

    ResponderExcluir
  55. Olá, Marilene.
    Creio que não importa qual seja nossa idade, sempre teremos anseios, dúvidas e desejos que ora serão correspondidos, ora não.
    Saber lidar com os percalços de cada idade é uma coisa que nos ajuda a alcançar a maturidade.
    Abraço.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...