9 de março de 2013

PERIGOSO QUERER

(Alberto Pancorbo )
                                                     
                                                     
                                  Quero-te
                                  Mas ofusco a visão
                                  Para não ler nos olhos teus
                                  O pedido pelo qual anseia
                                  O meu coração

                                  Quero-te
                                  Mas me calo
                                  Escondo-me no silêncio
                                  Para que não chegues
                                  Seguro de minha fraqueza,
                                  Nessa aparente fortaleza


                                  Quero-te
                                  Mas me debelo
                                  A lúcida consciência
                                  Pede o afastamento
                                  Enquanto a loucura
                                  Reforça o sentimento

                                  Quero-te
                                  Mas sei, deveras,
                                  Não ser esse o caminho
                                  Teu mar é profundo
                                  E nada tranquilo,
                                  Se nadar, vou naufragar,
                                  Sem conseguir vir à tona
                                  Depois de me entregar


                                                                       Marilene


Após adormecer por longo período, meu outro blog voltou à vida. Resolvi oferecer-lhe uma nova oportunidade. Se quiserem fazer um visitinha: 
http://diario-feminino.blogspot.com.br/

41 comentários:


  1. Olá mana,

    Às vezes é bom dar asas aos sentimentos, calando a voz da razão. O risco poderá surpreender positivamente. Se não, valerá pelo que se viver.

    Adorei o poema.

    Seu outro blog renasceu lindamente. Tudo muito lindo por lá.

    Beijão.

    ResponderExcluir
  2. Oi Mary!
    Belo poema...
    As vezes nos vimos numa encruzilhada né? Queremos algo, mas achamos que poderemos quebrar a cara...

    É... Será que vale a pena?

    Um beijão minha amiga e tenha um lindo final de semana!

    ResponderExcluir
  3. Bom dia! Bonito poema... querer assim é uma resposta.

    ResponderExcluir
  4. Lindo,Marilene! A razão demais pode atrapalhar a emoção,rs...beijos,chica, lindo fds!

    ResponderExcluir
  5. Um querer que brota cheio de duvidas ha que ser muito bem pensado ou entao arriscado com tudo. Afinal que esta na chuva é pra se molhar ou pode ser que nem chova...
    Devaneei rs

    Que bom que deu uma chance para o outro blog que também é lindo!

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Minha querida amiga,

    Que lindo!Quase todas as mulheres já sentiram essa sensação da dúvida da entrega. Todavia, os momentos mais felizes são em um encontro quando amamos e somos amadas.

    Beijos e vou lá no seu outro blog.

    ResponderExcluir
  7. Querer não é perigoso
    Perigo é ter e não saber o que fazer
    Ninguém naufragou por se entregar

    Se lhe queres
    Ele te saberá retribuir

    ResponderExcluir
  8. Oi Marilene!Voltei ao blog!Estava com saudade de teus versos que sempre me fazem sair da realidade pra um lugar melhor.Vou visitar este teu outro blog.Beijos!

    ResponderExcluir
  9. A eterna dúvida de se entregar e arcar com as consequencias ou se poupar pra não sofrer mas com isso não viver o que poderia ser lindo.

    Bom fds
    =^.^=

    ResponderExcluir
  10. Olá
    Querida Marilene
    Que lindo....
    essa dúvida da entrega ...as nossas mãos não tem o poder de agarrar o que almeja e anseia para si, porém tentamos alcançar o alvo sonhado, a emoção a cada respirar emerge mais, porém a visão não é capaz de ver um final preciso, e esse mistério de como possa ser essa saída, causa um ar de medo... e não sabemos o que nos é devido... se entregar ou se manter firme em um conto de fadas, ... é difícil, mas faz parte da vida: arriscar para ser feliz
    Boa noite de sábado
    Beijos
    ah..passei lá no outro, e voltarei com mais vagar...sucessos lá, também!

    ResponderExcluir
  11. Como decía James Bond:
    "En el Riesgo está el Placer".
    Siempre hay que arriesgarse a encontrar ese Amor que buscamos, porque el Amor de verdad nunca puede ser peligroso.
    Precioso Post.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  12. Se for intenso, q importa afundar, se for verdadeiro, q importa se naufragar, entregar-se e experimentar é q dar a oportunidade de saber. Bjos, Marilene

    ResponderExcluir
  13. Que lindo e intenso Marilene!
    Vou espreitar o outro blog...
    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Voltei para dizer que o endereço não está activo! e não me é dada a possibilidade de copiar aqui!

    ResponderExcluir
  15. E o querer as vezes noa causa dúvidas, mas vale apena ariscar. Um lindo poema cara Marlene. Um abraço.
    => Poesias e poemas
    => Macabraza
    => Desejos ardentes

    ResponderExcluir
  16. Mas, Marilene, é preciso deixar sempre o rabo de fora (como os gatos que se escondem)...
    Beijinho para si!

    ResponderExcluir
  17. Razão e coração sempre estão em conflito. E como é difícil equilibrar essa batalha. Lindo, Marilene. Bjs e bom domingo.

    ResponderExcluir
  18. O ato de entrega tem os seus requisitos...
    Sempre delicada, sempre sensível!

    Beijo :)

    ResponderExcluir
  19. Marilene

    Há casos em que a palavra "perigoso", em principio, se poderia dizer o contrário. No fundo, para tudo haverá uma convenção!
    Em beleza poética, fica mais um registo do "perigoso".
    Beijos de amizade

    ResponderExcluir
  20. Oi, Marilene. Quando os sentimentos são contraditórios é preciso deixar que a razão tome as rédeas por um tempo, até que o sentimento possa enxergar com clareza se devemos seguir por aquele caminho ou não. Uma pessoa com medo do sentir pode pensar que irá naufragar e acabar se enganando...lindo poema, um abraço!

    ResponderExcluir
  21. Os pose entregar por uma boa causa....
    Beijo Lisettte.

    ResponderExcluir
  22. Lindo demais!!!!
    Beijos no coração.
    Me mande este?
    Cleliarocha2008@hotmail.com

    ResponderExcluir
  23. Que profundo, Marilene.
    Desejos podem mesmo ser muito perigosos.. Embora pareça difícil, por vezes, devemos ser prudentes.
    Bjus

    ResponderExcluir
  24. Vale sempre a pena investir no amor, na entrega total.

    Lindo poema Marilene.
    beijinho, boa semana
    cvb

    ResponderExcluir
  25. Oi Marilene \o/
    Sempre haverá eterna divergência entre razão e emoção...
    Mas é bom ter a resposta.E você tem:
    'Mas sei,deverás,
    Não ser esse o caminho'.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  26. Oii Marilene, que lindo, to indo conhecer o novo antigo Blog rsrs Bjooss

    ResponderExcluir
  27. Ah Marilene,
    por vezes urge perdermo-nos na asfixia do sentir.
    Belíssimo poema!
    Beijinho

    ResponderExcluir
  28. Querida

    Vim dizer tchau e agradecer o carinho de sua amizade.
    Nao pretendo demorar mas sempre que der passo agui pra ler as sua belas poesias!

    Beijos e até mais

    ResponderExcluir
  29. Não consegui copiar o link pra visitar seu outro blog... Deixa lá no Inquietude, depois, por favor?

    Ah, e se um dia nos faltar essa capacidade de sentir até o último fôlego?
    Que jamais nos falte!

    Beijos, poetisa.

    ResponderExcluir
  30. Querer receber e ao mesmo tempo ter medo de se entregar.
    A nossa vida é sempre assim e de poucas coisas temos as nossas certezas.
    Será que esses medos serão nossos conselheiros...?
    Muitas vezes as nossas surpresas só se vencem com uma caminhada atenta e consciente.
    A cegueira e a curiosidade impedem chegar a um bom consenso.

    ResponderExcluir
  31. Coloquei lá no meu blog, lado direito, veja depois.
    Beijos.
    Obrigada.

    ResponderExcluir
  32. É mesmo assim, às vezes queremos não querer... mas há forças pra isso?

    bjos

    ResponderExcluir
  33. Que intenso, que maravilhoso!
    Querer, não querer, quem já não teve esta dúvida, medo talvez, mas quando sentimos de verdade
    o amor, nos entregamos sem pensar em nada a não ser naquele momento mágico que se
    transforma para sempre...adorei...beijinhos no coração.

    ResponderExcluir
  34. razão e coração nem sempre estão de mãos dadas

    muito belo


    beijo

    :)

    ResponderExcluir
  35. O querer nos leva para novos ou velhos caminhos.

    Lindo poema!Bjs

    ResponderExcluir
  36. Oi Marilene!

    Queria levar este poema para guardá-lo... pois vivo exatamente este período...

    Manda pra mim?

    Bejuh

    William

    ResponderExcluir
  37. Quero-te, mas não te tenho
    Procuro mas não te encontro
    De muito longe eu venho
    Não te vejo, mas contigo sonho!

    Quero-te, mas não te vejo
    Também não te posso abraçar
    Não concordo, mas percebo
    Que não te posso encontrar!

    Quero-te,mas não te beijo
    Por que de mim te escondes
    Muitas cartas te escrevo
    Mas nenhuma respondes!

    Depois de tanto te querer
    Mais uma coisa eu te digo
    Não te vais aborrecer
    Amiga Marilene comigo.

    Boa noite para você
    e um beijo.
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  38. Querida amiga

    As palavras
    que semeiam o pensar
    são preciosas.
    Delas nascem sentimentos
    que nos tiram do lugar comum
    e nos fazem sentir
    o perfume
    precioso da vida.

    Olha o céu de manhã.
    Vês como brilha iluminado
    por teus sonhos...

    ResponderExcluir
  39. Amiga Marilene! Como estás? Estou recomeçando aos poucos... Todos nós passamos pelo momento descrito em tua poesia que, por sinal, é linda, profunda e triste... Uma abençoada semana!
    Abraço carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  40. OI MARILENE!
    UM "QUERER" QUE APESAR DE TUDO NÃO SUCUMBIU, MANTEVE A RAZÃO...
    LINDO.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/ClickAQUI

    ResponderExcluir
  41. Olá, Marilene.
    Todos nós passamos por momentos de dúvida quando não sabemos se somos correspondidos ou não, e o único jeito de descobrir isso é seguindo em frente.
    Abraço.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...