14 de maio de 2013

O JOGO

( by DeAngel)


                                          

                           Somos cartas embaralhadas
                           Que no transcorrer do jogo
                           Sempre mudam de lugar
                           Algumas buscam seus pares
                           Outras procuram reinados
                           E há, ainda, as que são usadas
                           Em trapaças, para o ganhar

                           Há sempre meias verdades
                           Muitos blefes e marcações
                           Nas mãos, sonhos de vitória
                           Ilusões e frustrações.
                           Não é vício o jogo da vida
                           Já que dele não se pode fugir
                           Mesmo sem qualquer coringa
                           Havemos que o prosseguir

                           Somos cartas embaralhadas
                           Procurando um convívio feliz



                                                                                   Marilene

A querida Milene, do blog http://petallarrosadinha.blogspot.com.br/, me proporcionou uma grande alegria, publicando um de meus poemas em seu espaço. E eu lhe sou muito grata pelo presente.

44 comentários:

  1. Lindo poema, Marilene! E como o jogo da vida é cruel... Muitas vezes quem perde não consegue ter uma revanche. Bjssss

    ResponderExcluir
  2. É o jogo da vida Marilene...

    O que há mais são as que usam trapaças para atingir os seus objetivos...

    Beijinho

    ResponderExcluir
  3. Na verdade nao existem perdedores ou ganhadores no jogo da vida... tudo... absolutamente tudo é aprendizado...
    Beijos...

    ResponderExcluir
  4. Muito lindo esse teu modo de olhar...beijos,chica, um dia lindo!

    ResponderExcluir
  5. Que analogia genial! E temos, muitas vezes, de ser espertos a não cair no bluff! abração

    ResponderExcluir
  6. Olá, querida Marilene!
    Verdade... no jogo da vida para ganhar e também para perder.
    Beijos, lindo dia.
    Lis

    ResponderExcluir
  7. Pura verdade a vida é um jogo constante, beijo Lisette,

    ResponderExcluir
  8. Es cierto; la Vida es un Juego en lo que lo único que es cierto es el final de la Partida para todos...Tramposos, legales, profesionales y amateurs.
    Precioso Poema.
    Abraços e beijos.

    ResponderExcluir
  9. Olá Marilene;belo poema...Espectacular....
    "...Os amigos são para toda a vida, ainda que não estejam conosco a vida
    inteira. [...] Amizade não é dependência, submissão. Não se tem amigos
    para concordar na íntegra, mas para revisar os rascunhos e duvidar da
    letra.É independência, é respeito [...] O que é mais importante: a
    proximidade física ou afetiva?[...]Assim como há os amigos imaginários
    da infância, há os amigos invisíveis da maturidade. Aqueles que não
    estão perto podem estar dentro. [...] Amigo é o que fica depois da
    ressaca. É glicose no sangue.A serenidade."
    ~Fabrício Carpinejar

    Cumprimentos

    ResponderExcluir
  10. Espetacular Marilene querida.
    Que analogia bela você fez, parabéns!
    Beijos no coração.

    ResponderExcluir
  11. E somos mesmo assim...

    muito bom!

    bjos

    ResponderExcluir

  12. Que lindo, mana!
    Você foi super criativa neste poema e eu adorei. Parabéns!
    E já que não se pode fugir do jogo da vida, vamos pelo menos tentar jogá-lo sem trapacear, né não?

    Beijão.

    ResponderExcluir
  13. Uma perspectiva interessante e poética, sobre a vida em comparação com o jogo, com imagens realistas.
    Gosto!
    beijinho

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Marilene
    Perfeita a analogia.
    sim...onde cada jogada, deve ser analisada profundamente,dentro das regras de conduta, e se fazem fundamentais para vencer as barreiras impostas.
    Boa semana
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Creio, que é assim mesmo... Assim é a vida. Bonito poema.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Oi Marilene
    Mas infelizmente no jogo da vida, ganha quem blefa mais.
    Bjux

    ResponderExcluir
  17. Somos cartas... mas quem nos joga?... Boa tarde, Marilene, Lindo poema!

    ResponderExcluir
  18. Oi, Marilene!

    E que jogo é a vida!
    E que cartas somos "alguns" de nós!

    Não baralhemos! Vamos tentar nos entender, sem prejudicar e sem atrapalhar.

    Gostei de seu inteligente poema, que constiui uma valiosa metáfora.

    Já fui visitar seu bog dos miminhos. Obrigada, por aceitar. Fica lindo, lá. Não deixei comentário, como fiz no blog de sua mana, por estarem bloqueados, penso eu.

    Muito obrigada!

    Boa semana.
    Beijos da Luz, com estima e carinho.

    ResponderExcluir
  19. Todos os dia somos convidados para mais uma partida. Num dia ganhamos, no outro perdemos, mas não podemos deixar de viver, de jogar... adorei sua visão!

    ResponderExcluir
  20. Seus poemas são fora de série, sempre muito os admiro, merece toda a homenagem. Muito parabéns e continue assim nos encantando.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  21. Poema que embaralha seus versos
    de amor e paixão
    nas cartas do baralho
    fazendo do coração um jogo
    um belo jogo de sedução
    e amplas possibilidades
    nos encontros

    mui belo

    Luiz Alfredo - poeta

    ResponderExcluir
  22. É Mari, há sempre que entrarmos neste jogo, mas é preciso cuidado e molejo, pois entre derrotas e vitórias o propósito é sempre comum a todos.

    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Seguimos na vida jogando, limpo e claramente cuidando para nos desviar da trapaças e dos blefes. Uma beleza de poesia. Bjus Marilene.

    => Gritos da alma
    => Meus contos
    => Só quadras

    ResponderExcluir
  24. Amiga Marilene

    A vida pode ser um jogo, de "cartas embaralhadas", quando jogamos tentando nos aprofundar, para valorizar esse jogo, por vezes muito viciado pela falta de transparência.
    Bjs

    ResponderExcluir
  25. Marilene, uma ótima analogia, se imaginarmos que no baralho a separação entre as cartas, dando poder a umas mais que as outras, é gritante, voltaremos para a vida e entenderemos que a miséria de mtos advém da abundância de poucos. Bjos.

    ResponderExcluir
  26. Hello friend, had not been visiting here
    apparently a lot of progress in this blog, it was great to see him again and read the post here ..
    thanks for sharing

    ResponderExcluir
  27. Oi minha amiga!
    Gostei muito do poema e da analogia com as cartas! Muito interessante.

    ResponderExcluir
  28. Uma inspiração poética que retrata muito bem nossa condição de personagens no grande sonho de Deus.
    Inspirador!
    Beijo, querida.
    Em divina amizade.
    Sonia Guzzi

    ResponderExcluir
  29. E COMO HÁ TRAPAÇAS NESTE JOGO!!!
    ESTOU ME RECUPERANDO DE UM BRAÇO QUEBRADO E SINTO DIFICULDADES EM DIGITAR COM UMA SÓ MÃO!

    BJUSSSSSSSSS

    ResponderExcluir
  30. gostei, nunca tinha pensado na vida como um baralho de cartas
    beijinhos

    ResponderExcluir
  31. É sempre um grande prazer e ler Mari, você é sábia.

    Beijinho

    ResponderExcluir
  32. Boa noite Marilene!
    Vc escolheu uma imagem perfeita para ilustrar esse poema encantador.
    'O Jogo',me fez lembrar de uma frase de Shakespeare:
    'O destino embaralha as cartas,mas somos nós que jogamos...'
    Bjs \o/

    ResponderExcluir
  33. Uma imagem maravilhosa para ilustrar sábias palavras.

    Beijinho

    ResponderExcluir
  34. Marilene, simplesmente lindoooo!!!Bjs

    ResponderExcluir
  35. Querida amiga

    E é preciso
    muito esforço
    para que o embaralho
    das cartas,
    não nos roube de
    nosso caminho...



    Tudo é possível
    quando se tem um sonho.

    ResponderExcluir
  36. Quanta verdade nesse poema hein Mari?

    Gosto imenso da forma como retratas o ser humano e suas complexidades em teus versos.

    bacios lindeza!

    ResponderExcluir
  37. Excelente teu poema é uma inspiração maravilhosa, adorei, recheado de verdades ditas de forma muito bela, beijos Luconi

    ResponderExcluir
  38. Bom dia minha querida !!!!!!!!!!!!!!!!
    Estava afastada por uns dias ,mas de volta agora,vim saber as coisas por aqui.Encontro mais um dos seus emocionantes poemas que traduz a inteligência da amiga.Lindamente traduzes em cartas embaralhadas o jogo da vida...
    bjsssssssssssssssss

    ResponderExcluir


  39. La vida no es solo respirar y alimentarse es algo más, como compartir sentimientos que genera la amistad como lo estamos haciendo en este momento.
    En el que yo te felicito por la ternura que hay en cada una de las palabras expuestas en tus textos, sean poéticos, de vivencias o cualquier otro contenido con tan excelsa exquisitez, para deleite del pensamiento.

    Feliz y agradable fin de semana, para ti y familia!!

    Un abrazo
    y un te aprecio
    más allá del tiempo y la distancia.

    Atte.
    María Del Carmen


    ResponderExcluir
  40. Marilene querida, tudo bem?
    Belas imagens, e me parece tão reais mesmo..., que nossa vida é uma espécie de jogo, onde as cartas que somos se definem conforme atuam; o problema é quando esse jogo se transforma em "cartas marcadas", e assim é a vida também.

    Beijos e ótimos dias!

    Vou lá no blog de sua amiga!

    ResponderExcluir
  41. Querida poetisa, a vida é sim um jogo que muitas vezes se torna perigoso. Somos realmente cartas marcadas! Belissimo e sempre perfeito tudo que escreves. Obrigada pelo prazer da partilha! Bjos e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  42. Um jogo perigoso que se pratica pela vida.
    Um jogo onde cartas marcadas carregam vidas.
    Um jogo sem vencedores,onde o fim é sempre uma incognita.
    Reflexão e poesia de mãos dadas num grande salão.
    Aplausos minha amiga, sua poesia é cada vez mais profunda.
    Meu abraço.
    Bjo.

    ResponderExcluir
  43. Você ilustra a vida com seus poemas de forma brilhante!
    Mulher inteligente, sensível e talentosa com as palavras e com os sentimentos.
    Admiro muito você, Marilene!
    Beijocas!

    ResponderExcluir
  44. Que lindo, Marilene

    De quantas cartas embaralhadas tentamos nos desvencilhar.
    Poemas de criatividades infinitas com muita sensibilidade e talento.

    Bjs.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...