30 de julho de 2013

REAÇÕES

(Charles Dwyer)
                                                     

       
                                       Não sou ferro
                                       Nem fera
                                       Mas machuco
                                       Sem perceber
                                       Quando me ferem
                                       Quando me chagam
                                       Quando tentam moldar
                                       O meu jeito de ser

                                       Não sou anjo
                                       Nem santa
                                       Mas tenho bondade
                                       Desde que a  fria maldade
                                       Não me ponha a ferver,
                                       Pois da escuridão e da luz
                                       Posso ser

                                       Não sou faca afiada
                                       Não sou língua ferina
                                       Gostaria de ser, para sempre,
                                       A menina com sonhos
                                       E belos sentimentos,
                                       Mas existe o tormento
                                       Que outros nos causam
                                       E o sorriso se apaga
                                       Quando empunho a adaga
                                       Para me defender

                                       Ela é linda e dourada
                                       Deveria somente adornar
                                       Mas não posso mantê-la
                                       Em um canto
                                       E me por a chorar
                                       Frente ao desencanto

                                                                                  Marilene

49 comentários:

  1. Boa tarde

    Que lindo... fantástico poema...

    cada verso nos puxa para o seguinte o que faz da poesia um ninho de esperança e prazer na leitura

    Adorei

    Fique feliz
    *******************************
    http://pensamentosedevaneiosdoaguialivre.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
  2. Instigante e belo poema,Marilene! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  3. Um lindo pema que nos fala de momentos da vida.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Lindo poema, Marilene. Gostaria de ser como a Madre Teresa, mas quando pisam no meu calo, eu não me calo.

    ResponderExcluir
  5. Amei o poema Marilene!
    Eu também sou uma fera quando alguém quer me atingir.

    bjs amiga
    Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Marilene

    Deus disse para sermos bons, não disse para sermos parvos. Podemos pois ser bons sem precisar de ser anjos. ´
    Beijos

    ResponderExcluir

  7. Olá mana,

    Todos nós temos nossos momentos anjo e demônio. Alguns conseguem mais que outros a dominarem seus impulsos negativos, mas a tendência natural é mesmo reagirmos quando nos magoam e ferem, ainda que seja uma reação contrária ao nosso desejo.

    LINDO POEMA.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  8. Olá Marilene
    Acredito que todos somos assim, bons e maus, dependendo do momento e do fato. Belo poema.
    Bjux

    ResponderExcluir
  9. Marilene, somos dotados da bondade e da maldade, se formos do bem, o q não podemos deixar é q a maldade alheia nos modifica se a nossa bondade não lhe modificar. Bjos.

    ResponderExcluir
  10. Um poema contagiante ao compararmos nossas existências tão pulverizadas de pressões.
    Bj. Célia.

    ResponderExcluir
  11. A auto defesa faz parte do nosso instinto amiga. E a amiga soube poetizar esse instinto de um modo muito bonito.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  12. Serei em sua vida anjo
    Ou talvez dela o desarranjo
    Não me importa quão mau possa ser
    Mas sim o bem que a mim possa promover
    Sou luz tão quão sou sombra
    Importa-me saber qual delas a ti assombra
    Pois se vens aqui viver
    Deixe para trás o que jaz de um passado qualquer...

    Lindo Marilene, como sempre há de ser.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo presente, Hamilton. Seus versos enriquecem meu espaço. Bjs.

      Excluir
  13. Olá, querida Marilene
    Não deixe nunca que a maldade alheia apague do seu sorriso tão lindo...
    Que suntuoso poema onde vc se retrata(?)!!!
    Cada resposta dada ao ego e ao não amor, surpreendente...
    Lindo demais!!!
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
  14. É que não dá pra ser todo o tempo uma coisa só. Tem horas de bradar, tem horas de simplesmente sorrir e acenar.

    Tem horas de fazer das emoções, poesia linda assim.

    Beijo, Marilene.

    ResponderExcluir
  15. Poema intenso, Marilene. E todos nós somos feitos de tudo, inclusive maldade. Basta sabermos dominar isso. O mesmo vale pra bondade, afinal, no mundo em que vivemos não dá pra ser 100% puro. Bjssss

    ResponderExcluir
  16. Bom dia, querida Marilene!

    É uma BOA "DEPENDÊNCIA" ter de passar por seu blog, sempre que me é possível.

    Ontem, fui dar um beijinho à sua mana, Vera, hoje, é "sua vez".

    Sem dúvida, que essa dualidade de caráter, de resposta, todos/as nós a temos, em condições normais, e ela se mostra naturalmente e de imediato.

    Amei todo o seu poema, de excelente estrutura e métrica, para além do fantástico conteúdo.

    Nós somos pessoas, portanto temos sentimentos, e como se diz por cá: "Quem se não sente, não é filho de boa gente".

    Feliz e abençoado dia.

    Beijos da Luz, com carinho.

    ResponderExcluir
  17. Há muito desrespeito que merce a mesma facada, e não será maldade se for por justiça! abraços

    ResponderExcluir
  18. Somos reações. Somos vida, e não pedra morta.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  19. Puxa vida,adorei Marilene!
    Poderia ser eu a autora do texto,
    se eu tivesse o dom de escrever
    certamente escreveria algo assim!
    Vc me traduziu!Um abraço!

    ResponderExcluir
  20. Somos o tudo um pouco :)
    Lindo texto. Bjs

    ResponderExcluir
  21. Boa noite Marilene,
    Que lindo!
    Concordo com a Ane.
    Se eu tivesse o dom da escrita,esse texto poderia ser meu também.
    Simplesmente,amei.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  22. Olá Marilene; belo poema...Espectacular....
    Cumprimentos

    ResponderExcluir
  23. Nossa Mary!
    Que poema legal esse! Muito instigante, muito inteligente, muito bom!
    Parabens! O melhor que já vi aqui!

    ResponderExcluir
  24. Marilene querida, tudo bem?
    Bastante intenso o poema! E muito belo!
    É a lei da ação e reação, lei física, mas também aplicada aos sentimentos... difícil ser de outra forma quando se sente.

    Beijos e ótimos dias!

    ResponderExcluir
  25. Lindíssimo!!!! Uma leitura que traz sossego.....<3

    Bjos!

    http://diariodabrunet.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  26. Olá Marilene,
    tanta coragem não poderia vir de uma pessoa passiva.
    Precisamos lutar sempre que necessário. Defender a liberdade, ainda que usando a espada. O amor é uma plantinha delicada que viceja em solos revirados pelas lâminas do arado!
    Um grande abraço.
    (ninguém lê seus textos sem se tocar. Seus versos mexem conosco)

    ResponderExcluir
  27. Olá querida Marilene,seu poema "Reações", nos mostra antíteses bem marcadas em nossas vidas.Ele traz um pouco de tudo que possuímos em nossa alma.Você realmente, tem o dom de registar o belo. Sinto também que queremos ser bons, mas às vezes, o mundo não nos deixa caminhar na tranquilidade. Grande abraço!

    ResponderExcluir
  28. Oi Marilene!

    Te agradeço pela força minha linda amiga. você tem razão, temos que pausar,enfim voltei a postar, devagar e sempre.

    Esse poema Reações detalha o que sentimos, e muitas vezes não queremos esse sentimento. Não somos anjos e também não somos omissos diante de injustiça. Você descreveu lindamente em todos os sentidos da alma.


    Bjs querida amiga.

    ResponderExcluir
  29. Querida amiga,

    Eu tambem sou assim algumas vezes, não dá para estar 100% o tempo todo.
    O bom que podemos escrever para soltar o que está dentro, seja estressante, seja contagiante, seja alegre, seja o amor. São reações... compartilhadas.

    Beijos

    ResponderExcluir
  30. Belo,magistral e verdadeiro seu poema,Marilene.



    Desculpe não ter visitado antes,mas minha conexão está péssima e minha visão também.

    Opero o olho direito no próximo dia 7/8 e estarei afastada por um tempo após a cirurgia.

    Obrigada pela visita e ótima semana.

    Beijos

    Donetzka

    ResponderExcluir
  31. Que lindo Marilene, instigante e reflexivo da alma.
    Somos uma anitítese de nós mesmos.
    Grande beijo querida amiga.

    ResponderExcluir
  32. Oi Marilene querida, que lindo!
    Profundo e muito reflexivo!
    Tenha um ótimo final de semana, beijos!

    ResponderExcluir
  33. Um poema muito bom que me prendeu. Gostei.
    Desejo-lhe um bom fim de semana.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  34. Acão x Reação! Somos por natureza seres ambíguos e reagimos de acordo com a demanda. Não é certo que a palavra promove guerra e paz? Assim somos nós, pisou no calo a gente grita e está mais que certo.
    Um poema adorável e como sempre falam de coisas profundas.
    bjkas doces e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  35. Oi, amiga.
    Somos uma miscelânia de sentimentos e possibilidades...
    Um poema que fala de todos nós.
    Beijão. Em divina amizade.
    Sonia Guzzi

    ResponderExcluir
  36. Oi, amiga.
    Somos uma miscelânia de sentimentos e possibilidades...
    Um poema que fala de todos nós.
    Beijão. Em divina amizade.
    Sonia Guzzi

    ResponderExcluir
  37. Querida amiga

    Diante da dor
    ou do amor,
    somos tempestade
    ou ainda brisa...

    Que em teu coração,
    a vida possa dançar
    a música da alegria.

    ResponderExcluir
  38. Belíssimo, como sempre se esmera em nos emocionar.

    Somos tantas em uma só
    Seguimos na corda da vida
    atando e desatando os nós.

    Bjs. Marilene.

    ResponderExcluir
  39. Que maravilha de poema,Marilene.Denso,profundo,uma pérola,amiga.

    Amo seu blog.


    Beijos,ótimo fim de semana e obrigada pelas visitas.

    Donetzka

    Face Book: Donetzka Cercck

    ResponderExcluir
  40. Oi, Marilene. Quantas verdades e beleza em cada verso. Perfeito! Belo! Arrasa sempre amiga com sua maravilhosa sensibilidade. Bjos flor e lindos sonhos!! Bom domingo.

    ResponderExcluir
  41. Oi Marilene querida


    Também queria ser pra sempre a menina com sonhos e sentimentos puros, mas com o passar dos anos a vida se mostra de outras formas que se quer ousamos sonhar...
    Amei seu poema. Lindo de viver.


    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  42. Oi Marilene !

    Ser anjo, e porque não amar, se linda e dourada, como no tempo de que se foi, e um dia voltará. Belo poema amiga.

    Querida amiga, eu resgatei o blog antigo, não deu para salvar as postagens anteriores, refiz tudo de novo. Te agradeço mais uma vez.

    E tem uma coisa, venho te dizer. Te amo minha amiga. Bjs e um final de domingo maravilhoso.

    Foi esse que tinha excluído.

    http://magiadasmensagens.blogspot.com.br/


    ResponderExcluir
  43. Lindo e forte, Marilene!!! Que tenhamos a possibilidade de usar o menos possível essa adaga dourada, por mais que seja somente por um ato de proteção. Não gosto de ferir ninguém, mas em situações extremas fugir da defesa pode significa abandonar a si mesmo.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  44. Hey curti um bocado ein ;D
    Lembrou-me os jogos de palavras e entrelinhas do Alphonsus de Guimaraens.
    Construi um belo ninho para aconchegar teus versos e tua poesia o/


    parabéns pelo blog, logo terá post novo lá no meu espaço, mas teu comment no post atual também é bacana ^^
    te aguardo lá.
    diademegalomania.blogspot.com

    ResponderExcluir
  45. Lindo, Marilene

    Em cada passo uma palavra que rima, encanta-me na leitura.

    Lindos dias para você.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  46. ola,
    poderosas palavras e cheias de fortes sentimentos!
    namastê!

    ResponderExcluir
  47. Muito bonita esta menina que nem sempre pode se revelar em sua potencialidade, mas que bem sabemos vive embalada nos sonhos.
    Lindíssima inspiração Marilene.
    Abraços.
    Bjo

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...