20 de novembro de 2013

ME TENS ...

(arthur_braginsky_)
                                         
                                                     
 
                                             Me tens ...
                                             Talvez sem o saber
                                    Talvez sem perceber
                                    Talvez por não querer
                                    Te entregar,
                                    Talvez por não pensar
                                    Em te deixar prender

                                    Me tens ...   
                                             E se não te convém
                                    Nada posso fazer,
                                    Deixei o coração
                                    Em tuas mãos
                                    E mesmo nessa indecisão
                                    Sequer o veio devolver

                                    E assim, me tens ...
                                    Sem choro e sem lamento
                                    Abraço o sentimento
                                    E te observo, cautelosamente,
                                    Sabendo que um dia
                                    Dele serás um servo,
                                    Eternamente
                                    

                                                                           Marilene




42 comentários:

  1. Lindo e forte, com certeza Marilene!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. existe um "freio" neste texto e torço para ele sirva para trazer paz e harmonia entre as partes...Namastê!

    ResponderExcluir
  3. Maravilha de entrega e certeza!beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  4. Lindos versos líricos, amiga Marilene.,
    Um abraço. Tenhas um lindo dia.

    ResponderExcluir
  5. Bonito poema, mais um, Marilene.

    Beijinho

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Oi mana,

    É uma atitude corajosa esta de entregar o coração a alguém que não define seus sentimentos. Mas, se existe a certeza da conquista definitiva do amor deste alguém, o risco da entrega valerá à pena.

    Lindo o poema e a imagem.

    Beijo.

    PS. Eliminei o comentário anterior por incorreção.

    ResponderExcluir
  8. Boa tarde Marilene.. antes do outro nos ter temos de ter a nós mesmos.. dai tudo flui.. gostei do jogo das rimas.. elas sonorizam a poesia.. beijos e um lindo dia amiga até sempre

    ResponderExcluir
  9. Oi Marilene, mas que bela poesia!
    Fantástica a maneira com que compõe os versos!
    Realmente seu dom poético aflora mais, a cada composição!
    Daria uma linda canção, versos assim...
    Com certeza,mil vezes mais bonita do que a maioria das novas músicas que escutamos hoje em dia...

    Beijos querida e obrigada por mais este lindo presente!
    Feliz semana!

    ResponderExcluir
  10. Entregarmos o coração a alguém não depende de querermos ou do outro aceitar. Apenas entregamos e esperamos ser correspondido. E assim a gente vai no embalo da vida.
    bjks doces!

    ResponderExcluir
  11. Olá Marilene, o amor é muito bom, preenche a vida, sem ele tudo fica meio insosso né! Mesmo quando o outro não corresponde, o sentimento presente no coração pode preencher mais a vida do que sentimento nenhum! Bjinhossss

    ResponderExcluir
  12. Lindo Marilene,realmente no amor tem que se entregar,se doar,de corpo e alma!
    Um maravilhoso poema,parabéns.
    Boa tarde beijinhos.

    ResponderExcluir
  13. É de entrega assim que um grande amor pode perdurar. Bjos.

    ResponderExcluir
  14. Olá Marilene!
    É bom ser assim decidida, forte e livre... O poema é maravilhoso, cheio de musicalidade, como eu gosto! Felicidades e parabéns.
    Beijos.
    M. Emília

    ResponderExcluir
  15. Belíssima entrega Marilene que faz da personagem uma crente do amor.
    Construção impecável amiga.
    Carinhoso abraço.
    Bjo de paz e luz.

    ResponderExcluir
  16. Ah, faltou dizer que a ilustração está linda.

    ResponderExcluir
  17. Marilene querida, tudo bem contigo?
    Minha impressão mais intensa foi a respeito da esperança. Fiquei pensando no sentimento como um pré-existir, e, por isso mesmo, uma gota de esperança na incerteza de uma relação concreta.

    Beijos e ótimos dias!

    Por lá, estou com um post comemorativo pelos 3 anos do blog!
    Agora vou ler os teus anteriores...

    ResponderExcluir
  18. Eita poetisa arretada. Maravilhosa construção. Amo os seus poemas.

    Dia iluminado sempre
    Bjs.

    ResponderExcluir
  19. Pergunto-me sendo mero mortal
    Do amor que me levara, se lembrará que o tem um dia?
    Desse amor incondicional, doado sem qualquer expectativa
    A não ser talvez sua consideração
    Será talvez ainda nesta vida servo deste amor que lhe dei um dia?
    Quantos gestos fiz para querer-me
    Quantas singelas poesias entreguei-te
    Para que por fim, retribuísse com uma imensidão de lágrimas caladas
    Mentiras e omissões...
    Ainda dói, dói muito em mim
    Essa saudade posta a força em meu peito
    Hora também em meu leito
    Será que um dia se lembrará, ou talvez quem sabe...
    Se arrependerá de não ter dado a mínima para o amor que me pediu
    O qual havia lhe dado sem antes ter notado?

    *Desculpe Marilene querida poetisa... Mas este seu lindo poema, remeteu-me a uma dor calada que ainda habita em meu peito.

    Linda diga-se de passagem, tal qual singela é vossa pessoa adorada!

    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Marilene, que poema delicado, bonito e profundo. Emocionante, sem exagerar. Beijos.

    ResponderExcluir
  21. Um escândalo de lindo teu poema amiga. Um bj e é sempre prazeroso te ler.

    ResponderExcluir
  22. há sensações que precedem todas as certezas...

    bonito, marilene! beijinho meu!

    ResponderExcluir
  23. Marilene, seus versos são impecáveis para falar sobre o sentimento guardado,mas ao mesmo tempo ansiado por ser correspondido.Gosto muito do que você escreve, me emociona e passo a pensar mais sobre tão nobre sentimento. Grande abraço!

    ResponderExcluir
  24. "Me tens"... ele então que aproveite enquanto pode ter, ou quando quiser será tarde, porque a gente também se cansa de esperar. beijos, Marilene.

    ResponderExcluir

  25. Bela constatação...e quem sai a perder? Quem se entrega de alma e coração ou quem não faz caso e prefere ignorar? Ai o amor! Um 'contentamento descontente'!

    Gostei muito deste seu poema, querida Marilene, onde as palavras tomar novo vigor.

    Beijinhos

    Olinda

    ResponderExcluir
  26. Olá Marilene,
    aqui a ficção poética se confunde com o calor da realidade. Arte e vida!
    Um grande abraço

    ResponderExcluir
  27. Uma entrega profunda e intensa.
    Lindo poema.
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  28. Um poema muito lindo,romântico,maravilhoso parabéns.
    Agradeço sua lindas palavras em meu blog,amei beijinhos.

    ResponderExcluir
  29. Oi, amiga. Bela e doce entrega! Adorei cada verso. Maravilha de inspiração querida poetisa!! Bjos.

    ResponderExcluir
  30. Que bom poder voltar as visitas de vcs, hj
    meu dia foi melhor,
    Vim deixar um abraço de agradecimento por todo
    carinho que vc tem comigo, muito obrigado pelas
    palavras que são deixadas na minha pagina
    Que Deus abençoe ricamente sua vida, e amigos eu guardo no coração
    Abraços de sempre.....Bjussssss

    └──●► *Rita!!

    ResponderExcluir
  31. OI MARILENE!
    ATÉ PORQUE AO VERDADEIRO AMOR TODOS SUCUMBEM...
    LINDO!
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  32. Oi Marilene querida


    Lindo poema.
    As vezes fazemos isso mesmo, nos entregamos por completo...
    Na minha opinião, pra ser grande e verdadeiro, tem que ser assim...

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  33. Marilene, entregar o coração é coisa séria, mas quando nos encantamos por aguém, entregamos o coração, a alma, sem titubear, ficamos como seres sem razão, mas com imensa de amar e ser amamdo, aí a entrega é totla, ficamos a mercê deste amor...nossa adorei seu poema, parabéns querida amiga.

    ResponderExcluir
  34. PRECIOSO TU TEXTO. COMO TODOS LOS QUE NOS COMPARTES.
    UN ABRAZO

    ResponderExcluir
  35. Lindo e intenso como tudo que você escreve Marilene.

    Bjs

    Leila

    ResponderExcluir
  36. Oh Marlene que bonito e cheio de encanto
    profundo , e quando a gente sabe o que quer ´
    é divino

    Bjossss

    Vanessa------

    ResponderExcluir
  37. Lindo poema minha amiga. Lindo mesmo. Gostei muito.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  38. E se me tens por um momento, aproveite o instante, porque o seguinte tudo pode ser diferente.

    Bjs

    ResponderExcluir
  39. Olá, querida Marilene
    Com é bom quando se tem certeza do amor!!!
    Seja abençoada e feliz!!!
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
  40. Maravilhoso e intenso,
    Quando a gente se entrega por completo, espera receber com a mesma proporção.
    Beijos Marilene!
    ótimo domingo!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...