23 de abril de 2014

CONSEQUÊNCIA DA DOR

(Francis Giacobetti)
      
                                                   

                                       E a fria noite
                                       Assustou o dia
                                       Que nasceu inquieto
                                       Escondendo a luz.
                                       Mostrava o tempo
                                       Sinais de tormento,
                                       Prazerosamente?
                                       Ou seria a mente
                                       Que por descontente
                                       Via só nublado
                                       E melancolia?
                                       Seria tudo
                                       Só o resultado
                                       De uma dor latente
                                       Que o íntimo feria?
                                       Ou seriam os olhos
                                       Fechados ao belo
                                       Que nada coloria?

                                       Lembrou a noite
                                       Cheia de aconchego
                                       E o dia claro
                                       Que trazia paz.
                                       Mudaram eles
                                       Ou sua visão?
                                       Lembrou presença
                                       E felicidade,
                                       Lembrou silêncio,
                                       Ausência e saudade.
                                       Lembrou então
                                       Que ainda alimentava
                                       O pesadelo
                                       De uma despedida
                                       E que optara
                                       Por seguir dormindo
                                       Pra fugir da vida

                                       Olhou de novo
                                       E logo percebeu
                                       Que estava tudo igual,
                                       Fora sua alma
                                       Coberta por lamentos
                                       Que inconsequente
                                       Apagara a luz


                                                             Marilene



(Vou estar ausente por alguns dias. Tenho hóspedes e me faltará tempo para o computador. Quando retornar, visitarei, com prazer, os espaços dos que por aqui passarem).



55 comentários:

  1. Gostei demais desse poema. Não sei se muda o dia pra noite, ou a noite pro dia pura e simplesmente como deve ser, ou se é mesmo nossa visão que se altera conforme a situação, nosso modo de ver e encarar as coisas. Às vezes mergulhamos em noites profundas que não se vão nem com a chegada do sol, porque fizemos assim dentro de nós.Isso não pode, priecisamos fazer como a natureza mostra.. deixar ser dia e ser noite dentro da gente, se alternando no dia a dia. Beijos e bom trabalho aí.

    ResponderExcluir
  2. Muito lindo e sempre intenso! beijos, boas visitas, aproveita bem! chica

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Marilene.. quando a dor retrata a morte que se apresenta.. sofre mais quem observa quem daqui se despede.. pelo que já pude ler e ouvir na hora que a alma deixa o corpo este recebe alguma substancia que não nos faz sentir dor alguma.. só um leve torpor.. bjs e lindo dia

    ResponderExcluir
  4. Olá, Marilene.
    O mais incrível quando estamos tristes - seja por uma perda ou por outro motivo - é andar pela rua e ver as outras pessoas, felizes, a vida continuando sem a gente.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  5. Intenso, soberbo, muito bonito...Gostei muito

    Fique feliz

    ResponderExcluir
  6. Intenso, bonito.
    O que dizer mais?
    Apenas aplaudir.

    ResponderExcluir
  7. Querida Marilene, você disse tudo em seu poema.
    Nós é que somos os culpados de nosso brilho ficar ofuscado.Temos que tomar o cuidado para refazermos a nossa alma. Muito bem construído seu texto. Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Fugas, em sonho ou reais, sempre são dolorosas de se administrar...
    Abraço.

    ResponderExcluir
  9. Sobram as cicatrizes. Belo poema, querida.
    Beijos,
    Renata

    ResponderExcluir
  10. As lembranças, a dor, mas temos que confiar que dias melhores virão. Tenha uma abençoada semana.Bjs

    ResponderExcluir
  11. As marcas sempre ficaram...
    Beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  12. É tem histórias vividas que o que sobra no final, apenas cicatrizes.
    Lindo poetar, bjs no coração e até a volta querida amiga.

    ResponderExcluir
  13. A mente cheia de frio e sem luz, só vê a tristeza...
    Magnífico poema, minha querida amiga. Gostei muito.
    Marilene, tem um bom resto de semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  14. Extraordinário! É um prazer ler as tuas palavras, escreves mesmo bem! Há um sentimento muito grande em tudo aquilo que aqui deixas :)

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderExcluir
  15. MELANCÓLICO, PERO TAMBIÉN ESPERANZADOR TEXTO.
    UN ABRAZO

    ResponderExcluir
  16. O escuro da noite adensa o sentir negativo. A claridade do dia aquece, amortecendo esse sentir. Contudo, ele permanece bem dentro de nós. Apenas há nuances, como as tonalidades da luz...
    Gostei imenso. Parabéns, Marilene!
    Bjo, querida :)

    ResponderExcluir
  17. Lindo demais, mana!
    Dor e saudade ofuscam os olhos da alma, assim como os dias de chuva ofuscam o sol.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  18. Que poema bonita, Marilene. E um pouco instigante também. Adorei. bjssss

    ResponderExcluir
  19. Minha querida Marilena

    Por vezes estamos tão embrenhadas na nossa dor que não vimos o que se passa ao nosso lado.
    Lindo sempre ler-te.

    Um beijinho com carinho e bom fim de semana
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  20. palavras que nos tocam quando toda a pele parece converter-se em inverno e silêncio...

    beijinho, marilene!

    ResponderExcluir

  21. Às vezes acontece vermos tudo de conformidade com o nosso ser interior.
    O que fazer? Muito difícil seguir em frente e tentar colorir a vida de radiantes, mas
    'navegar é preciso'...

    Beijos

    Olinda

    ResponderExcluir
  22. Boa noite Marilene,
    Quando a alma fica coberta por lamentos,
    o mundo se torna vazio, e não se percebe
    claridade alguma.
    Mas tudo passa, e nada como um dia após o outro...
    Bjs!

    ResponderExcluir


  23. Hoy como es sábado debo comenzar deseando
    que pases un maravilloso y genial fin de semana!!

    Pero es diferente, a pesar de haber estado de viaje
    unos días he regresado a tiempo para celebrar
    en el día correcto el cumpleaños de La gata coqueta,
    pudiendo reunirme contigo en familia para brindar.

    Eres la casualidad más bonita que ha llegado a mi vida
    y te invito a que me acompañes en este acontecimiento.

    Siento una inmensa satisfacción al recordar todo
    el cariño recibido durante estos seis años, salpicados
    por la felicidad compartida, dibujando en el horizonte
    del alba un paisaje muy difícil de mostrar con palabras.

    Si plantamos una semilla de amistad
    recogeremos un ramo de felicidad…

    Y si por un casual no puedes acercarte,
    te dejo el enlace para que tengas este detalle
    hecho con mucha ternura como
    recuerdo de este fantástico día.
    http://dc617.4shared.com/img/2NYeExqWba/s7/1459ab24ea0/
    Gato_Cumpleaos.jpg?async&rand=0.7479251901857024

    ¡¡Gracias por tenderme la mano de la amistad!!

    Atte.
    María Del Carmen


    ResponderExcluir
  24. O nosso mundo é colorido com as cores do nosso interior... por isso temos fases cinzas e fases multicoloridas... e assim a vida segue...

    Beijos...

    ResponderExcluir
  25. Marilene, é para mim muito agradável vir aqui ler a arte que amiga nos oferece e deixar algumas palavras a incentiva-lá a prosseguir com está odisséia tal bela!
    Os meus cumprimentos.

    ZezinhoMota

    ResponderExcluir
  26. Oi, Marilene, lindo poema! Tudo em nossa alma acaba sendo uma questão de ponto de vista. Mergulhado em dores e mágoas não conseguimos observar a beleza do milagre de se estar vivo. Como é recompensador quando percebemos que conseguimos mudar nosso olhar sobre o que passou! Um abraço!

    ResponderExcluir
  27. Uns lindos versos que acabei de ler!
    Bom domingo

    ResponderExcluir
  28. Olá, Marilene. Perfeito! Está tudo em nós, quando nossa alma sofre. O dia torna-se cinza. Lindo! Meu carinho e desejo de uma semana de luz. Bjossssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  29. Marilene...meu blog recebeu um premio e teria que indicar outros blogs para recebe-lo tbm, seu blog esta entre os que tenho especial carinho, por isso o indiquei... o mimo esta no meu blog, mas sinta-se a vontade para pega-lo ou nao...

    Que sua semana seja de paz...

    Beijos...

    ResponderExcluir
  30. A Arca que somos, comporta e guarda reminiscências de verdades e sonhos.
    Apenas te direi que este teu Poema é sublime na construção e na Mensagem.
    Parabéns., Marilene.


    Beijos


    SOL

    ResponderExcluir
  31. Oi Marilene querida, como estamos triste, tudo parece pior, mas alegria sempre vêm pela manhã.
    Beijos e boa semana!

    ResponderExcluir
  32. Oi Marilene,
    A escuridão na alma se propaga tão rapidamente, que ofusca a luz que é a sua própria essência. Parece consumir toda a beleza.Nestes momentos devemos gerar mais força para poder contemplar esta nova luz do dia.
    Belíssimo poema.
    bjs. Uma linda semana pra você.

    ResponderExcluir
  33. Apesar de triste é tão bom ler poemas tão bonitos!
    Bjs

    ResponderExcluir


  34. Cultivemos el optimismo sobre todas las cosas.
    Al mal tiempo, buena cara. Usando el positivismo en todo y por todo,
    buen humor en las palabras,
    la alegría siempre presente en el espejo del pensamiento,
    con una sonrisa de felicidad en las pupilas de los ojos…

    ¡Recordando que el corazón siempre permanece joven!

    Un feliz y luminoso día te deseo desde la distancia,
    pero muy cercano desde el corazón.

    Atte.
    María Del Carmen




    ResponderExcluir
  35. Olá, querida Marilene
    Apagar ou acender a luz pode ajudar ou atormentar...
    Lindo estilo vc tem de poetar!!!
    Bom descanso!!!
    Seja abençoada e feliz!!!
    Bjm fraterno de paz e bem

    ResponderExcluir
  36. E que esse apagar e ascender as luzes
    faça vc mais romantica ainda e escreve poemas
    tão bonitos esse gosteiiiiii


    Abraços com carinho de sempre
    Bjuss
    Rita!!

    ResponderExcluir


  37. Pensemos en nuevas metas, hagamos planes, programemos sueños siempre en positivo, en negativo nunca, dañan los sentimientos propios y de quienes navegan a nuestro lado...ღ

    Todas las personas debiéramos ser como la Luna; destinada a dar luz, o como el sol, que con la magia de su calor acaricia y posee diariamente…ღ

    Un abrazo de luz para ti
    y un feliz comienzo de semana
    cultivando pensamientos...ღ

    Atte.
    María Del Carmen ღ





    ResponderExcluir
  38. Você como sempre intensa em seu poetar querida Marilene.
    Amei!
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  39. Infelizmente existem muitas almas no escuro...Por puro lapso, ou então por um apagão da vida...É lamentável!
    Muita luz e muito brilho na sua alma!

    Bjuss

    Algumas blogueira disseram que tiveram dificuldades para encontrar meu link no perfil, por este motivo estou facilitando, deixando-o abaixo.

    http://marciagrega.blogspot.com.br/2014/05/voce-tem-compulsao-por-compras.html

    ResponderExcluir
  40. Oi Marilene querida, vim lhe desejar uma ótima semana e um feliz dia das mães adiantado! Beijos!!

    ResponderExcluir
  41. linda a sua Poesia 1 gostei muito !

    ResponderExcluir
  42. linda a sua Poesia 1 gostei muito !

    ResponderExcluir
  43. Na realidade somos estas marcas que cicatrizam.
    Bela inspiração com sua ótima construção.
    Volte logo para nós.
    Um abração.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  44. È por sentir saudades que estou aqui para desejar
    um abençoado e feliz final de semana.
    Que DEUS te abençoe a cada
    dia com sua infinita graça e Misericórdia.
    Que o Dia das mães seja pleno de felicidade
    junto da sua família.
    Beijos no coração e meu carinho.
    PS.Recadinho na postagem..
    Evanir.

    ResponderExcluir
  45. Olá, Marilene.
    Vim até aqui, para lhe desejar um Dia das Mães, com alegria. ( domingo - 11/05 ).
    Independente, de ser ou não, um tempo de saudade ( é o meu caso ). Os meus desejos de saúde e paz.
    Abraços.


    CONVITE
    Passei por aqui lendo, e, em visita ao seu blog.
    Eu também tenho um, só que muito simples.
    Estou lhe convidando a visitar-me, e, se possível seguirmos juntos por eles, e, com eles. Sempre gostei de escrever, expor as minhas idéias e compartilhar com as pessoas, independente da classe Social, do Credo Religioso, da Opção Sexual, ou, da Etnia.
    Para mim, o que vai interessar é o nosso intercâmbio de idéias, e, de pensamentos.
    Estou lá, no meu Espaço Simplório, esperando por você.
    E, eu, já estou Seguindo o seu blog.
    Força, Paz, Amizade e Alegria
    Para você, um abraço do Brasil.
    www.josemariacosta.com

    ResponderExcluir
  46. Uma beleza de poema que traduz muito claramente a alma do poeta em melancolia. Muitas vezes é assim mesmo que se apresenta nossa alma: escura e fria como um dia nublado sem o brilho da luz do sol. Quero lhe desejar um bom domingo e um Feliz Dia das Mães. Bjs

    ResponderExcluir
  47. Que beleza de poema....parabéns.
    Um feliz dia das mães.

    ResponderExcluir
  48. Boa noite Marilene
    De que são feitas as mães?

    Mães são feitas de...
    Raios de luar...
    para iluminar os caminhos dos filhos
    Brilho estelar...
    para iluminar os caminhos nas noites escuras
    Raios solares...
    para aquecer o coração aflito dos rebentos
    nos momentos de dor
    Arco íris...
    para colorir com as nuances matizadas
    os sonhos dos seus filhinhos

    Mães são feitas de...
    Amor...
    o coração de uma mãe foi costurado com fios dourados
    para transmitir esse sublime sentimento
    de forma incondicional
    Carinho...
    ela afaga com a ternura que lhe transborda do coração
    Coragem...
    ela enfrenta todos os obstáculos com altivez
    para defender a sua prole
    Aconchego...
    ela oferece o colo, o abraço para confortar
    os coraçõezinhos machucados dos seus descentes

    Mães são feitas de...
    Sentimento
    Emoção
    Ternura
    Força


    Mãe é dádiva do CRIADOR na vida dos filhos

    Amanhã vamos celebrar um dia super especial.
    E todas nós somos mães pelo instinto materno
    com o qual fomos agraciadas e por isso lhe digo
    Mães são assim como as fadas.
    São anjos cheios de amor.
    Tão guerreiras no dia a dia!
    E delicadas como uma flor.
    Feliz Dia das Mães

    Beijos
    Gracita

    ResponderExcluir
  49. Espero que você tenho um feliz dia das mães!
    Um domingo maravilhoso e uma semana cheia de paz!


    Bjusssssssss

    ResponderExcluir
  50. Marilene,

    Bom, voce se ausentou mas saiu arrasando!

    Quando uma pessoa está profundamente triste, não quer fazer nada, se refugia dormindo, enquanto encarar a realidade é a melhor maneira de sair mais rapidamente da crise. Mesmo que doa.

    Bjs

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...