2 de novembro de 2014

IMPERFEIÇÃO

                        
(by Julie de Waroquier)
                                                          
                             
                                                 
                                                
                     Quisera ser como os pássaros,
                     Libertos ...
                     Quisera ser como a lua,
                     Inspiradora ...
                     Quisera ser como o mar,
                     Infinito ...
                     Quisera ser como a brisa,
                     Leve ...

                     Quisera ter um sorriso
                     Constante
                     Atraindo olhares
                     E provocando encantamento,
                     Quisera me doar
                     Sem policiamento,
                     Quisera ter bondade
                     Frequentemente
                     E com o passar dos anos
                     Não perder a inocência
                     De em tudo poder crer

                     Quisera, apenas,
                     Porque assim
                     Nunca vou ser

                     Há espinhos que não cortei
                     Há laços que não rompi
                     Há abraços que recusei.
                     Há avessos nos meus traços
                     Que se mostram, sem embaraço
                     E sem se importar com beleza.
                     Há frutos que não plantei
                     E outros que nem colhi.
                     Há vento forte em minh'alma
                     Que não alimenta a calma
                     No modo de proceder

                     Há dentro desse meu ser
                     Um coração que, nem sempre,
                     Desenha o sol ao tecer
                     Suas emoções



                                                Marilene



53 comentários:

  1. Bom dia Marilene!

    Tem dias que a gente quer ser um monte de coisas, mas como diz a Pitty "O importante é ser você"

    Beijos!
    Alcides

    ResponderExcluir
  2. Muito linda tua poesia e todos , cada um de nós, tem imperfeições. Por isso estamos aqui, aprendendo a melhorar... Adorei e essa imagem instigante! bjs, chica, lindo domingo e semana!

    ResponderExcluir
  3. Queremos ser tanta coisa e às vezes, ao mesmo tempo, não é?
    Gostei muito de ler o seu poema.
    Bom domingo, Marilene.

    ResponderExcluir
  4. Como somos assim, como você tão bem poetisou, lindo seu poema querida Marilene.
    E vamos continuar desejando e tentando e realizando todos nossoso "quereres".
    Um abraço, linstigante imagem, faz pensar.

    ResponderExcluir
  5. Linda poesia nos versos, somos assim, perfeitos, mas erramos, só isso!
    Acredito que a paz sempre vem quando nos perdoamos, nos perdoar é fundamental para aceitarmos as nossas limitações!
    Abraços linda amiga!

    ResponderExcluir
  6. um poema muito belo, mas temos de saber gerir o nosso dia a dia e tentar sempre antes de tudo ser feliz e partilhar essa felicidade.

    gostei muito

    :)

    ResponderExcluir
  7. Esquisita posição!
    direi mesmo nada usual
    talvez ela tenha razão
    nem vertical nem horizontal.

    Pois, não venho aqui,
    para falar de posições
    sei que esse lindo poema li
    com palavras, não palavrões.

    Bom domingo desejo,
    sem mágoas nos corações
    que seja do vosso desejo
    felicidade aos milhões.

    Um beijo para você amiga Marilene.
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  8. Bom dia Marilene,
    Eu também queria ser tudo isso.
    Mas às vezes é o lado avesso quem mais aflora.
    Poesia encantadora...
    Bjs!

    ResponderExcluir
  9. Não somos perfeitos, mas o importante, é estarmos com a consciência tranquila.
    Bjux

    ResponderExcluir
  10. Marilene
    O importante é estarmos de consciência tranquila mesmo que, em introspeção, deixemos num poema a nossa confissão.
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá, querida Marilene
    Vc se mostra uma menina irriquieta e versátil... rs...
    Seus poemas são belos na essência da palavra...
    Bjm fraternal

    ResponderExcluir
  12. Eu queria ser tanta coisa, que se me levasse a sério seria toda a vida uma frustrada.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderExcluir
  13. Eu só sei que esse teu querer fez brotar uma poesia linda de viver. Li em voz baixinha, sentindo cada letra.

    Um beijo, Marilene.

    ResponderExcluir
  14. YO QUIERO ESCRIBIR COMO TÚ.
    BESOS

    ResponderExcluir
  15. Esta poesia luminosa é refletida pelo um coração solar,
    descortinando as sombras da imperfeição humana em cada um de nós,
    com um olhar poético encantador ecoando o significado maior
    das palavraras.
    Adorei,poetisa!!
    Bjos.

    ResponderExcluir
  16. Esqueci de dizer sobre a imagem,que é sensacional...

    ResponderExcluir
  17. Olá mana,

    Todos somos imperfeitos e por mais que desejemos sempre ficaremos a dever para nós próprios. O importante é que o 'querer' já nos aproxima de muitas de nossas aspirações. Um passo de cada vez e vamos nos aperfeiçoando. O importante é não nos cobramos pelo que não somos e sermos felizes com o que já conquistamos.
    Um belíssimo poema.
    Muito interessante a imagem.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  18. E nesta ansiedade você mostrou o quanto é sol, o quanto brilha e o tanto que expande nesta explosão de "quiseras" e "quimeras". Lindo! Poeta. Beijos.

    ResponderExcluir
  19. Que belos versos, Mari!
    Ha tanto que gostaríamos de ser mas que bom que somos tao simplesmente, nós, com nossas imperfeições nos fazendo eternos aprendizes.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  20. Sua amizade sempre foi muito importante para mim
    sem duvidas acredito ter lutado muito nesses anos
    embora poucos estavam comigo a quase dez anos atrás.
    Hoje estou passando para deixar um
    pouco do perfume que ficou no frasco.
    Embora tenha capacidade de entendimento,
    que passado é perfume de primaveras mortas.
    Agradeço por tua amizade tão especial,
    e por me fazer sentir que ainda sou
    alguém com quem você se importa.
    Deus te abençoe ..sempre..
    Um abraço grande ,
    e especial.
    Com muito carinho.
    Evanir.
    Tenha uma linda ,
    e abençoada semana..
    Eu amo vir a seu blog gosto imenso.
    Em 14 de Julho 2013..
    Hoje posso chamar de ano dourado..
    Estou matando saudades!!
    Amada que lindo seu poema!!

    ResponderExcluir
  21. Olá Marilene
    Nem tudo na vida é perfeito. Não somos perfeitos, estamos sempre aprendendo no dia a dia.

    Linda Poesia Marilene.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  22. Oi Marilene!
    Hoje tive a oportunidade de conhecer dois blogs novos (para mim) de duas blogueiras que gosto tanto que são tu e a Taís Luso.
    Gostei de conhecer teu lado poético. Queria poder copiar e colar um dos trechos que mais me marcou, mas aqui há um gadget de desabilitar o teclado, então infelizmente não dá.
    Só penso que, espinhos que não cortamos e laços que não rompemos nunca é tarde para fazê-lo.
    Abraços que recusamos podemos retribuir com novos abraços, sem necessariamente ser das mesmas pessoas.
    Frutos que não plantamos, ainda dá tempo de plantar para poder colher.
    Enquanto há vida, há chance de tudo.
    Só não podemos cobrar perfeição porque nada nem ninguém é perfeito, mas pode sim, se tornar cada vez melhor. Mas isso é um processo que não ocorre do dia para noite.
    Beijos querida e uma semana repleta de bençãos para ti.

    ResponderExcluir
  23. Ah, minha amiga, quisera eu ter escrito esses versos... Pois também gostaria de ter a liberdade dos pássaros, a inspiração da lua, a infinitude do mar e a leveza da brisa, porque também existem espinhos que não cortei, laços que não rompi, abraços que recusei, frutos que não plantei e também não colhi. E também existe dentro de mim um coração que nunca aprendeu a desenhar um sol que soubesse tecer as emoções...
    Marilene, desculpe ter viajado nos teus versos... tão profundamente lindos!
    A imagem me intrigou: mergulhar a cabeça (mente) num recipiente de pouca água. A água que representa purificação, vida, renascimento... Confesso que não consegui formar uma ideia a respeito dessa instigante imagem. Minha mãe dizia que desde pequena eu gostava de esmiuçar as coisas e enquanto não arrumava uma solução eu não sossegava. Lembrei-me dela agora (saudade!) tentando descobrir o que a imagem representa. Se eu descobrir, amiga, eu volto (risos).
    Que te cheguem estrelas entrelaçadas no sorriso das horas que irão enfeitar a tua semana.
    Com carinho,
    Helena
    (http://helena.blogs.sapo.pt)

    ResponderExcluir
  24. Há sempre tanta coisa que ficou por querer, acontecer.

    Belo poema.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  25. Bom dia
    Somos seres imperrfeitos e desejantes e assim seguimos mesmo nesta sua linda poesia. bjs

    ResponderExcluir
  26. Passei por aqui para ler mais uma de suas belas poesias e só posso dizer que fiquei surpresa! Já imaginava, é óbvio, que você escrevesse bem... O que me surpreendeu, no entanto, é a sua sensibilidade! Lindas metáforas... Acompanharei sempre (mesmo que não comente). Abraço!

    ResponderExcluir
  27. Quisera, Amiga!...
    Somos o que, e como, somos. Não podemos "acrescentar um côvado" á nossa estatura. Permitimo-nos sonhar e disso não somos retirados.
    Vigorosa esta tua Poesia. Gostei.


    Beijos


    SOL

    ResponderExcluir
  28. Nem sempre querer é poder, mas querer é uma forma de sonhar com coisas melhores. Ninguém quer coisas ruins, então há uma grande possibilidade de viver a lei da atração.
    Qual a graça de viver sem imperfeições, afinal não somos deuses. E nem sempre os dias são ensolarados na nossa alma...
    Lindo Marilene!
    bjkas doces

    ResponderExcluir








  29. Sempre sonhamos com algo mais, mas o mais importante, é vivermos bem o hoje, melhorando as nossas imperfeições a cada dia, sem nunca deixarmos de sonhar!
    Lindo poema!
    Beijos e uma bela tarde!
    Mariangela


    ResponderExcluir
  30. Quisera que o ruim não fosse tão real.

    Lindo, lindo poema.
    Tenha uma semana abençoada.Bjs

    ResponderExcluir
  31. Marilene, minha cara..., esse teu poema é de uma profundidade tocante. Gostei muitíssimo.

    ResponderExcluir
  32. Que texto belíssimo, Marilene. Aliás, um poema primoroso. E forte a foto que mulher enfiando a cabeça num aquário. Mt bom. bjs e boa semana.

    ResponderExcluir
  33. Muito lindo e muito verdadeiro! Nós somos assim mesmo, as vezes agimos de mais, e as vezes agimos de menos... E aí quando vamos pesar na balança, as vezes percebemos que erramos. Mas não é por maldade... É apenas a vida!

    ResponderExcluir
  34. Gostei de descobrir a sua poesia!

    bom fim de dia :)

    ResponderExcluir
  35. Quem dera que sempre pudessemos ser livres e que o nosso coração pudesse sempre desenhar um sol....
    Belo poema!
    Estive a ler outros poemas e também gostei muito, Marilene. Parabéns!
    xx

    ResponderExcluir
  36. Quisera eu escrever tão lindamente assim.

    Essa estrofe final então, merece aplausos. \o/ Beijos, Marilene. ♥

    ResponderExcluir
  37. E quem sabe como se encantar com todas estas delicadezas espalhadas, por certo esta acima de todos os quereres, sentou-se nos braços da poesia ancorada pelo Pai abençoando cada verso, cada suspiro de eu queria.
    Lindo demais Marilene que até podemos ferir em comentar.
    Aplausos.
    Beijo

    ResponderExcluir
  38. Oi querida amiga, adorei a mensagem!
    Vim lhe desejar uma´ótima semana, beijos e fique com Deus!!

    ResponderExcluir
  39. Marilene, como vai querida, tudo bem?
    Fico impressionada em cada momento que aqui venho!
    Sua arte de escrever poesia, é quase inexplicável!
    Fica realmente difícil tecer um comentário diante desta beleza toda amiga!

    Estou entorpecida com as palavras, com a magia da composição!
    Parece que adentramos em um sonho e aliviamos a mente ( exatamente como a moça do aquário que ilustrou a sua bela poesia)
    Eu quero e tento ser leve, apesar dos dias pesados para carregar nas costas....
    Mas a gente tenta e em em um passe de mágica, colocamos leveza no caminhar!
    Mudamos a mente e o espírito... E tudo se torna mais suave...

    Beijos Marilene, demorei, mas voltei!
    Tomara que os dias prossigam mais tranquilos!!
    Obrigada por nos presentear com toda essa beleza!!
    Beijos e ótima semana! :)))

    ResponderExcluir
  40. Amiga Marilene:

    Um poema que revela a mulher intensa e verdadeira que é e não aquela que gostaria de ser.
    Acho que está muito bem assim :)

    beijinho

    ResponderExcluir
  41. OI MARILENE!
    HÁ TANTAS COISAS EM NOSSO INTERIOR QUE VAMOS DEIXANDO PARA TRÁS, SÓ NÃO PODEMOS É DEIXAR DE AMAR, ISSO PREENCHE O CORAÇÃO DE TODOS OS VAZIOS.
    LINDO TEU POETAR AMIGA.
    ABRÇS



    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  42. Olá Marilene, ah! como eu quisera também.....
    Você transforma pequenas letrinhas em doces palavras que levam o mel para fazer o poema.
    Lindíssima composição de metáforas que nos deixam mais sensíveis à leitura delas.Grande beijo!

    ResponderExcluir
  43. Achei lindo o poema!
    Você escreve muito bem,querida!
    A última estrofe é muito forte!
    bjus e bom final de semana!
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
  44. Que lindo, Marilene. Pura emoção. . Parabéns pelos belos versos. Abcs

    ResponderExcluir
  45. Bonito Marilene,
    Emoções seja quais forem fazem bem e fazem parte do nosso viver.
    E se são assim tão bem expressadas acolhemos e compartilhamos.
    Parabéns pelo dom da palavra.
    um abraço

    ResponderExcluir
  46. Tantas emoções, tantos desejos que muitas vezes nos vai na alma. Contudo, trazemos dentro de nós um pouco disso tudo, somos a obra-prima que saiu das mãos de Deus. Somos capazes fazer e experimentar as mais variadas sensações e ainda o livre-arbítrio.

    Um belo poema que nos transporta para as incertezas do nosso eu.

    Bjs

    Olinda

    ResponderExcluir
  47. Bom dia, Marilene.
    Um dos poemas mais lindos e profundos que você escreveu.
    Nem todas as pessoas admitem que não serão o que gostariam de ser por causa de característica de personalidade e ficam se enganando e aos outros também.
    Tantos quereres numa pessoa ressaltam a intensidade da vida que há em ti com todos os defeitos inerentes a qualquer ser humano.
    Guarde o melhor de si e distribua e vá lapidando, aos poucos, o peso que não gosta de carregar, sabedora, no entanto, que somos tão diferentes, apenas estamos em evolução, mas jamais perfeitos.
    Tenha um excelente domingo de paz.
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
  48. Olá, Marilene, como vai?
    Ler seu escrito me fez pensar em como os contornos do ser humano vão sendo traçados. A vida nos esculpe nem sempre de forma agradável, rouba nossa inocência, mas conservar um olhar de poesia sobre a vida, não seria uma questão de escolha? Ou é uma utopia? Um abraço!

    ResponderExcluir
  49. Marilene belissimo poema.
    Quem não quer ser melhor do pensa ser? e todos temos ventos na alma que provocam tantas vezes terriveis tempestades no coração.
    Bom domingo
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  50. Uma imperfeição/muito perfeita.4
    Gostei muito.
    Desejo que a amiga esteja bem.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  51. Quisera eu, conseguir exprimir assim, as minhas emoções em poesia!!
    Lindo!
    Bjs

    ResponderExcluir
  52. À espera de nova postagem... Enquanto isto, que a tua semana seja inundada de sorrisos e estrelas, com meu carinho, minha doce amiga!
    Helena
    (http://helena.blogs.sapo.pt)

    ResponderExcluir
  53. Todos nós carregamos imperfeições no nosso ser. Mas o importante é que somos únicos.Na verdade só levaremos dessa vida o que doamos e o que nos foi tirado, apenas foi aparentemente, pois continua presente na nossa essência para ser novamente cultivado.
    Sempre um grande poema. e a poesia é mais uma dádiva à nosso favor.
    bjs,Divino.!!!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...