23 de novembro de 2015

APENAS UM ABRAÇO

(Erika-Hopper)
                       


                        O desejo chamava por um abraço ...
                        Não queria amor, apenas um espaço
                        De aconchego
                        Para aliviar a dor,
                        Saborear a essência benfazeja
                        De um carinho que oferece paz
                        
                        O branco dos indecifráveis mistérios
                        Que a vida apresentava
                        Queria colorir
                        Com um dos pincéis de afeto,
                        Imunes à ilusão - tão poucos!                
                        O abraço sempre foi um teto
                        Acolhedor,
                        Capaz de afastar o vento
                        Reestruturar o dentro
                        E colocar melodia no silêncio

                        O desejo morava nesse simples gesto,
                        Terno, forte, agasalhador ,
                        Como aquele que as árvores
                        Oferecem aos pássaros perdidos,
                        Concedendo-lhes um ninho protetor

                        Mas as noites não tinham lua
                        Ou qualquer outra luz ...
                        Todos os braços moviam-se ao léu, indiferentes,
                        Seguindo passos que se distanciavam
                        Do pedido que habitava um olhar ...
                   
                        Queria apenas um abraço,
                        Capaz de libertar
                        Os soluços represados na alma,
                        Imperceptíveis aos olhos do mundo ...

                        Inconveniente lucidez !
                        Por mais que se despisse do efêmero,
                        Continuaria invisível
                        Aos braços da solidariedade humana
                        

                                                              Marilene




35 comentários:

  1. Hoje estou assim, só querendo um abraço...
    Poema lindo...
    Beijos, Marilene...

    ResponderExcluir
  2. Hoje estou assim, só querendo um abraço...
    Poema lindo...
    Beijos, Marilene...

    ResponderExcluir
  3. Um abraço é tudo de bom. Aliás, tudo começa por ele.
    abraçogrande

    ResponderExcluir
  4. Olá, querida Marilene
    Tenho visto que o bem não é propagada e como valorizar o abraço sincero num mundo tão seco e carente de afeto?
    O poeta percebe isso com nitidez e faz versos de dor contida pois é, muitas vezes, só o que consegue... abraça pelas palavras...
    Abraços fraternais

    ResponderExcluir
  5. Muito belo este abraço posto em poema.
    Um abraço e boa semana.

    ResponderExcluir
  6. O abraço cura, liberta.
    Lindo seu abraço poético querida Marilene.
    Um abraço e felizes dias.

    ResponderExcluir
  7. Marilene, eu não sei o que aconteceu com o vídeo, por aqui está abrindo bem, sinto muito amiga, um abraço.

    ResponderExcluir
  8. Tudo começa pelo um forte abraço!
    Ele é tudo de bom!
    Lindo poema Marilene,adorei.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  9. Como é bom um abraço gostoso, verdadeiro!
    É um remédio e tanto para amenizar qualquer que seja a dor!
    Receba o meu abraço, querida amiga.
    Tudo de bom pra você!
    Mariangela

    ResponderExcluir
  10. Um abraço, como faz bem!...Um afeto que invade a alma...
    Te ofereço com carinho o meu abraço.
    Élys.

    ResponderExcluir
  11. Mando-lhe um grande abraço.
    Beijinhos e boa semana

    ResponderExcluir
  12. O abraço é o carinho que nos conforta de todos os males.
    Adorei seu blog
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  13. Algumas vezes as palavras são até desnecessárias,
    um abraço alivia muitas dores emocionais.
    Abraço, é um aperto que alivia.
    Achei maravilhoso o poema Marilene :)
    Excelente semana pra vc!
    Muitos abraços \o/ \o/ \o/

    ResponderExcluir
  14. É no poder do abraço que mora a delicadeza da alma.
    Soubeste escrever lindamente este sentimento .Amei teu poema como sempre.Forte abraço Eloah

    ResponderExcluir
  15. Como se diz por aí.. " O melhor lugar do mundo é dentro de um abraço". E seu poema muiuto bonito, nos alerta para a necessidade de buscarmos e darmos apoio, um abraço sincero, demorado, fazendo quem recebe, sentir-se seguro. E o abraço é tão bom que é mútuo, uma via de mão dupla.

    ResponderExcluir
  16. Boa noite Marilene,e lindos sonhos.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  17. Como dói a indiferença! Por vezes, bastava apenas um olhar, um olhar de olhos nos olhos e não que se pousa e nada vê... O abraço é o gesto mais intenso da afetividade, exigindo entrega e despojamento de qualquer prurido.
    Muito bem construída esta mensagem no teu poema, Marilene.
    Bjo :)

    ResponderExcluir
  18. Marilene

    um poema cheio de sentires e melancolia, e, sim, eu por vezes costumo dizer:

    "eu não quero nada, eu tenho tudo, eu só quero um abraço"

    e se não vamos sair por aí a dar abraços a quem não conhecemos eu por vezes gosto de oferecer um sorriso mesmo que não conheça a pessoa a quem o dou.

    um bom momento de poesia, este.

    uma boa semana.

    saudações poéticas

    beijo

    :)

    ResponderExcluir
  19. Mais uma excelente Poesia construída por ecos e dialetos restritos, que habitam e percorrem as vielas e os labirintos da nossa Alma.
    Um forte Abraço pra vc !
    Luis de Sousa

    ResponderExcluir
  20. Belíssimo, mana, com o traço de sua usual sensibilidade.
    Um abraço, um simples gesto de ternura que traz consigo um efeito regenerador, consolador e capaz de levantar o ânimo de qualquer alma carente ou sofredora.
    Quantas vezes um abraço é tudo o de que precisamos em determinados momentos.
    O espírito de fraternidade anda adormecido em grande parte das almas humanas, infelizmente.
    Se não podemos abraçar a todos, há sempre um gesto que se pode doar com generosidade ao nosso próximo.

    Sinta-se calorosamente abraçada.

    Beijão.

    ResponderExcluir
  21. Apenas um abraço. As vezes só isso é preciso para seguir em frente.
    Um abraço pra ti amiga e o desejo de uma dia lindo. Bjs

    ResponderExcluir
  22. Hugs and good days!
    Beautiful poetry.

    ResponderExcluir
  23. Como gostei da forma como expressou este desejo que nos é tão necessário e tão pouco correspondido. Lindo. bjs

    ResponderExcluir
  24. "Apenas um abraço" e vai-se a dor
    E o saldo da vida permanece.
    No fundo, a Alma não esquece
    A ausência do bafo e do calor
    Que há quando o Amor desaparece.

    Beijo
    SOL

    ResponderExcluir
  25. Um abraço pode fazer milagres.
    Os meus aplausos para este seu magnífico poema. Gostei imenso.
    Marilene, tenha um bom fim de semana.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  26. Aí está, amiga...
    Solariedade humana é que era preciso que todos tivessem!

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  27. Magistral e muito belo o poema, com metáforas encantadoras:
    "O abraço sempre foi acolhedor,
    Capaz de afastar o vento
    Reestruturar o dentro
    E colocar melodia no silêncio"
    E a imagem é um poema...
    Maravilhoso, Marilene!!
    Beijo e abraço meu de afeto solidário...

    ResponderExcluir
  28. Que texto propício para o atual momento em que vivemos, Marilene. Me emocionou. Bjs e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  29. Que lindo e sensível... apenas um abraço, tão pouco à procura de um pouquinho de calor humano... E muitas vezes não se acha!
    Beijos, aplausos!!!

    ResponderExcluir
  30. Eu acredito na força de um abraço. É dos gestos carinhosos mais abrangentes e calorosos. Nele recebemos e damos protecção, amor. amizade, carinho, solidariedade. É um mundo de sentimentos que nos envolve, nos aquece e nos faz ver para além da nossa própria pequenez.

    Marilene, como sempre, um poema que nos fala ao coração.

    Bj

    Olinda

    ResponderExcluir
  31. Boa noite Marilene !
    Um abraço muitas vezes, é um novo mundo se abrindo aos nossos olhos, tamanho o aconchego que nos proporciona.
    Lindo.
    Sônia.

    ResponderExcluir
  32. E tanta coisa boa cabe num abraço... Gostei do poema.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  33. Olá Marlene.
    Nós, como os passáros perdidos de seu poema, também necessitamos de um 'ninho' acolhedor, de proteção e carinho. Então teremos força de ânimo para voar.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  34. Hoje decidi deixar uma pequena homenagem
    a nossos idosos .
    Aquele que são a razão do nosso
    existir e viver.
    Sem duvidas me coloco entre eles
    no lugar deles confesso é triste o abandono.
    A você na flor da vida com um longo
    comigo quem sabe gostará de ler e ver um futuro
    que vivendo passaremos por ele uma dia.
    Benção de Deus para sua semana.
    Beijos saudades.
    Evanir.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...